Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione


In-Edit

Slash: Aula particular de como se fazer um show de rock

Resenha - Slash (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011)

Por Rodrigo Simas
Em 22/04/11

É difícil termos uma sequência de shows internacionais de rock e heavy metal tão grande no Rio de Janeiro. Em duas semanas, IRON MAIDEN, AVENGED SEVENFOLD, SLASH e OZZY OSBOURNE se apresentarariam por aqui, o que explicaria facilmente a possível falta de público em alguma das apresentações. Na quarta-feira, dia 6 de abril, a chegada ao Vivo Rio já mostrou que esse definitivamente não era o caso para a aguardada apresentação do SLASH. Centenas de fãs formavam uma fila enorme na entrada da casa, muitos vestindo a camisa da ex-banda do guitarrista.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Um dos maiores ícones do Rock de toda uma geração, para muitos SLASH hoje em dia representa sozinho muito mais o GUNS ‘N’ ROSES do que a formação atual do grupo e o vocalista Axl Rose. Discussões a parte, a grande verdade é que SLASH ainda mantém vivo o espírito de outrora, ainda fiél as suas raízes, e lançou um belo CD, auto-intitulado, que veio promover no Brasil. Para deleite dos fãs, três datas foram agendadas e a ansiedade para as apresentações só aumentava, até o momento que as luzes foram apagadas e a banda entrou no palco do Rio de Janeiro para o primeiro show da miniturnê no país.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O início com "Ghost" fez a platéia pular alto, mostrando empolgação com o trabalho recente do guitarrista, e praticamente resumiu o que seria toda a apresentação: a banda, competentíssima, tem como destaque (obviamente depois de seu líder) o vocalista Myles Kennedy (do ALTER BRIDGE), que arregaçou em absolutamente todas as músicas (o baixista Todd Kerns assumiu os vocais na música "We’re All Gonna Die", que dá nome a turnê), o baixo altíssimo estourado que atrapalhou (e muito) a qualidade do som durante todo o show, a performance visceral que SLASH ainda tem e o poder que as canções do GUNS ‘N’ ROSES ainda emanam no público.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Prova disso é quando a primeira do grupo é tocada: "Nightrain" levou a casa abaixo, com os membros do grupo visivelmente empolgados em tocar para uma platéia tão insandecida. A sequência com "Rocket Queen" (com um show a parte de Myles Kennedy, inclusive nas partes mais altas da música) e "Civil War" levou os fãs ao delírio e com certeza já teriam valido o ingresso da grande maioria dos presentes.

Alternando músicas novas, algumas do VELVET REVOLVER e da fase SLASH’ SNAKE PIT, além das clássicas do GUNS ‘N’ ROSES, o setlist foi bem escolhido, deixando para o final uma trinca fantástica: a excelente "By The Sword", cantada originalmente por Andrew Stockdale do WOLFMOTHER, "Mr. Browstone" e "Paradise City". Precisa de mais alguma coisa? Depois de 2 horas de uma aula particular de como se fazer um show de rock, SLASH saiu do palco com a certeza que seu trabalho estava cumprido, ovacionado pelo público e condizente com o legado que mudou a vida de milhões de pessoas ao redor do globo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Set list:

Ghost
Mean Bone (Slash´s Snake Pit)
Sucker Train Blues (Velvet Revolver)
Been There Lately (Slash´s Snake Pit)
Nightrain (Guns N´Roses)
Rocket Queen (Guns N´Roses)
Civil War (Guns N´Roses)
Back From Cali
Starlight
Nothing To Say
Beautiful Dangerous
We're All Gonna Die
Jam Session da banda
Just Like Anything
My Michelle (Guns N´Roses)
Patience (Guns N´Roses)
Godfather Theme
Sweet Child O’ Mine (Guns N´Roses)
Slither (Velvet Revolver)

Bis
By The Sword
Mr.Brownstone (Guns N´Roses)
Paradise City (Guns N´Roses)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva


Outras resenhas de Slash (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011)

Resenha - Slash (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.