Slash: Se Axl Rose visse ficaria com uma pontinha de inveja

Resenha - Slash (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo The Rock, Fonte: Rodz Online
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Cheguei por volta das 21:00hs ao Vivo Rio, sem muitas dificuldades pra entrar apesar da longa fila e ainda deu pra ouvir a banda de abertura, o Tempestt, encerrar seu set com o clássico do AC/DC "Back in Black". Pra minha surpresa, a casa recebeu um bom público e apesar de não estar lotada, estava cheia. Slash mandou bem desde o início, diferente de seu ex-companheiro de Guns N' Roses, Axl Rose, começando seu set no horário marcado.

Guns N' Roses: nada de música para o novo Exterminador do Futuro, diz SlashVanusa e Black Sabbath: a notável coincidência nos riffs

Abrindo o show com a ótima música "Ghost" de seu álbum solo, Slash foi ovacionado pelo público carioca desde o início. Aliás, público esse que agitou em praticamente todas as músicas e fez bonito na interação com a banda. A animação foi ainda maior quando o guitarrista atacou com a primeira música do Guns N' Roses da noite, "Nightrain". Sem sombra de dúvidas as músicas do Guns eram as mais comemoradas.

Slash tocou o show inteiro com as suas marcas registradas, a indefectível cartola e seus óculos escuros. O cabeludo começou econômico nas palavras, só falando com os fãs na hora de introduzir a sétima música da noite, "Civil War" mas depois foi se soltando e agradeceu ao fim de algumas músicas com um "obrigado" carregado no sotaque. Slash disse que seu português não era muito bom e que esperava que o inglês da galera estivesse em dia. Em outra ocasião, mencionou ainda que a primeira vez que tocou no Rio foi em 1991, no Rock in Rio, e que desde então, o Rio se tornou uma de suas cidades favoritas pra tocar pois é sempre bem recebido e se diverte muito por aqui.

O set list foi basicamente o mesmo dos últimos shows da tour sulamericana, recheado de músicas do Guns N'Roses, além das músicas do primeiro álbum solo "Slash", algumas músicas do Velvet Revolver e também do Slash's Snakepit. A surpresa no set ficou por conta da inclusão das músicas "Beautiful Dangerous" (cantada no CD pela Fergie), "We're All Gonna Die" (que foi cantada pelo baixista Todd Kerns) e "Just Like Anything". O momento de catarse do show, como não podia deixar de ser, foram as execuções de "Sweet Child O' Mine" e "Paradise City", que fechou a noite. A banda estava impecável e teve como destaque, obviamente, o vocalista Myles Kennedy, que aproveitou pra rasgar seda para a cidade, dizendo que o Rio de Janeiro realmente era uma "Paradise City".

Em pouco mais de 2 horas de apresentação, Slash incendiou o Rio de Janeiro, tocou os clássicos do Guns de forma soberba e como eles merecem ser tocados, deu aula de guitarra e ainda mostrou como se faz um verdadeiro show de Rock n' Roll. Se Axl Rose pudesse ver ficaria com uma pontinha de inveja.

Set list:

Ghost
Mean Bone (Slash's Snake Pit)
Sucker Train Blues (Velvet Revolver)
Been There Lately (Slash's Snake Pit)
Nightrain (Guns N'Roses)
Rocket Queen (Guns N'Roses)
Civil War (Guns N'Roses)
Back From Cali
Starlight
Nothing To Say
Beautiful Dangerous
We're All Gonna Die
Jam Session da banda
Just Like Anything
My Michelle (Guns N'Roses)
Patience (Guns N'Roses)
Godfather Theme
Sweet Child O' Mine (Guns N'Roses)
Slither (Velvet Revolver)

Bis
By The Sword
Mr.Brownstone (Guns N'Roses)
Paradise City (Guns N'Roses)


Outras resenhas de Slash (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 06/04/2011)

Slash: Aula particular de como se fazer um show de rock




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Slash"Todas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Axl Rose"


Guns N' Roses: nada de música para o novo Exterminador do Futuro, diz SlashGuns N' Roses: vazam demos de faixas inéditas da banda

Guns N' Roses: banda estará na trilha do novo Exterminador do Futuro?Guns N' Roses
Banda estará na trilha do novo Exterminador do Futuro?

Rodz Online: Os bastidores de Appetite For Destruction, do Guns N' Roses (vídeo)Rodz Online: Todo Fã é um idiota (vídeo)

Guns N' Roses: Tracii Guns saiu após Axl Rose sumir e reaparecer mandãoGuns N' Roses
Tracii Guns saiu após Axl Rose sumir e reaparecer "mandão"

Guns N' Roses: banda estaria com shows marcados no Lolla chileno e argentinoGuns N' Roses
Banda estaria com shows marcados no Lolla chileno e argentino

Resenha - Appetite For Destruction - Guns N' RosesGuns N' Roses
Em 1987, o álbum que definiu uma geração

Guns N' Roses: box luxuoso encalha e itens são vendidos separadamenteGuns N' Roses
Box luxuoso encalha e itens são vendidos separadamente

Guns N' Roses: a história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)Guns N' Roses
A história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)

Guns N' Roses: vire um integrante caveira da banda em filtro de FacebookGuns N' Roses
Vire um integrante caveira da banda em filtro de Facebook

Lizzie Grey: morre músico que tocou com músicos do Guns, Mötley e maisLizzie Grey
Morre músico que tocou com músicos do Guns, Mötley e mais

Ed Sheeran: não é mais do U2 a turnê mais lucrativa da história

Guns N' Roses: até DJ Ashba quis volta de Slash, por isso saiu amigavelmenteGuns N' Roses
Até DJ Ashba quis volta de Slash, por isso saiu amigavelmente

Slash: pequenininho em foto com Matt Sorum e Gilby ClarkeSlash
Pequenininho em foto com Matt Sorum e Gilby Clarke

Esquisitices: algumas exigências bizarras para showsEsquisitices
Algumas exigências bizarras para shows

Guns N' Roses: comova-se com entrevista perdida de 1988Guns N' Roses
Comova-se com entrevista perdida de 1988

Guns N' Roses: as dez melhores (segundo a Loudwire)Guns N' Roses
As dez melhores (segundo a Loudwire)


Vanusa e Black Sabbath: a notável coincidência nos riffsVanusa e Black Sabbath
A notável coincidência nos riffs

Chinese Democracy: de 1994 a 2008, a saga do álbum mais caro da históriaChinese Democracy
De 1994 a 2008, a saga do álbum mais caro da história

Cristina Scabbia: Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!Cristina Scabbia
"Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Vanusa e Black Sabbath: a notável coincidência nos riffsChinese Democracy: de 1994 a 2008, a saga do álbum mais caro da históriaDire Straits: a história por trás de "Sultans Of Swing"Blink-182: Travis ofereceu US$1 milhão para que alguém o matasse

Sobre Rodrigo The Rock

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336