Resenha - Angra (Marina Park, Fortaleza, 10/10/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pablo Castelar
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Fotos por João Paulo Andrade

193 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #235000 acessosBandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresa

Publicado Originalmente no SkyHell Webzine


Este foi o registro da paixão do povo cearense, e por que não dizer nordestino, por este que pode ser considerado o maior nome do heavy metal melódico brasileiro: Angra.

O Ceará Music é o maior evento musical do Estado e um dos maiores do país, distribuído em três dias, com bandas nacionais dos mais diversos estilos. Estas bandas são escolhidas através de votações, feitas principalmente pela internet. E, para a surpresa de muitos, e agrado dos headbangers do nordeste, o Angra recebeu a sexta maior votação e a banda foi levada ao evento, literalmente, "nos braços do povo".

Outro fato importantíssimo marcou a noite, a primeira do festival: A resistência e fidelidade dos fãs de heavy metal e da banda. Convenhamos, com todo respeito às demais bandas, para quem não aprecia o estilo de Capital Inicial, o Rappa, Jorge Vercilo, Skank e derivados, foi desgastante e cansativo ter de esperar até as 5 horas da manhã para o começo do show do Angra.

Com o raiar do dia, finalmente o grupo entrou no palco principal do evento (que contava com 2 palcos), e apesar de muita gente já ter ido embora, era enorme a quantidade de pessoas que ficou para honrar o final da noite. A banda começa logo com Nova Era, um neo-clássico do Angra, tirado do álbum Rebirth. A música foi muito bem recebida, e total mérito deve ser registrado ao Edu Falaschi, vocalista do Angra, por conseguir arrancar energia da platéia àquela hora da madrugada. Aliás, verdade seja dita, a banda inteira teve uma performance de palco excepcional.


Era nítida a satisfação dos membros do Angra ao ver aquela multidão que os prestigiava, e fizeram um belo show para compensar a espera. Tocaram outras faixas do novo álbum Rebirth, como Millenium Sun e Acid Rain, que proporcionaram momentos curiosos das famosas "coincidências". Ao tocar a primeira, o sol ia subindo, ao tocar a segunda, a chuva começou a descer dos céus. E ao contrário do que se podia esperar, pouquíssimos foram buscar abrigo. O show continuou, e todos ficaram lá para agitar com o Angra.

Com o público nas mãos, a banda também remeteu ao passado com Angels Cry, fez o público cantar com Rebirth, uma das mais bem recebidas do show, finalmente dando um descanso com a faixa Hunters And Prey, do EP homônimo.

Como não podia faltar, no final do show a banda arrancar ainda mais energia do público tocando a clássica Carry On, entoada por todos. E quando imaginava-se que o show havia chegado ao fim, a banda surpreende tocando The Number Of The Beast, clássico imortal do Iron Maiden, fazendo um começo do dia perfeito.

O único infortuito da apresentação é que a equalização do som, talvez devido a inexperiência com os técnicos de som com o estilo, foi um pouco prejudicada, com o volume das guitarras muito abaixo do desejável, principalmente a de Rafael Bittencourt. Afora isso, foi uma apresentação digna, com destaque ao baixista Felipe, tocando de forma magistral e apoiando nos vocais de maneira muito eficiente.


Mais importante do que este show do Angra, a significância deste momento deve ser reconhecido por diversos fatores e conseqüências. Primeiramente, deve-se observar que isto é uma enorme porta que se abre para as outras bandas de heavy metal, não apenas para tocarem neste evento (espera-se), como também para trazer ao nordeste ainda mais a presença do metal nacional. O público cearense demonstrou que há espaço para este mercado sim, e que dando oportunidade, o heavy metal pode cativar os mais diversos tipos de ouvintes.

Concluindo, note-se que o Angra está atualmente na primeira posição na enquete do site oficial do evento, sobre qual foi a melhor performance no palco principal do Ceará Music, com mais de 27% dos votos. Alguém ainda duvida da força do metal?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

193 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #23237 acessosRedeTV!: Sonoridades entrevista a banda Angra nesta quinta-feira512 acessosAngra Fest: Fabio Lione e Pompeu convidam fãs para o festival3679 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3747 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Talento é superestimado e trabalho subestimado

MegadethMegadeth
"Dystopia" não seria tão bom com Menza e Friedman

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das melhores duplas de guitarristas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"


Bandas extremasBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa

SlipknotSlipknot
Qual é o significado e a tradução do nome da banda?

Whiplash.NetWhiplash.Net
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar

5000 acessosRaul Seixas: Em carta psicografada, o alerta sobre a Sociedade Alternativa e as drogas?5000 acessosBon Jovi: chocando companheiros de banda com confissão5000 acessosEm 25/09/1980: John Bonham, do Led Zeppelin, morre após intoxicação5000 acessosAerosmith: Perry diz que Simmons tem um pouco de razão sobre o rock estar morto5000 acessosPiercings: nem todo rockstar é capaz de usar, veja alguns5000 acessosSlayer: Tom Araya explica capa de "Christ Illusion"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Pablo Castelar

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online