Elton John e Paul McCartney contra música gratuita na net

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 28/11/00. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

ELTON JOHN e PAUL McCARTNEY iniciaram uma campanha para conscientizar o público que, ao copiar música gratuitamente na Internet, quem vai sofrer não será apenas um executivo desconhecido membro da indústria e sim o músico. A base desta afirmação reside no levantamento feito pela Forrester Internet Research Group, grupo especializado em pesquisas via Net, que prevê um prejuízo de três bilhões de dólares para a industria até 2005, caso o ritmo de tecnologia para download e trocas de música continuar como o atual.

3542 acessosUlrich no U2: ele perdeu para McCartney a chance de tocar bateria5000 acessosBon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

A campanha, movida pela British Music Rights, uma organização feito por compositores e editores, concentra sua linha de raciocínio na idéia de que no final das contas, é o músico quem perde mais. A campanha publicitária quer mostrar ao público os músicos e compositores menos em evidência, e que dependem de recursos para continuar trabalhando.

O que a campanha não leva em consideração é que o custo de produção de um CD é de menos de um quinto do valor do antigo vinil, e que graças ao seu tamanho, quatro vezes menor de que um bolachão, o custo de transporte da fábrica para loja também caiu absurdamente e no entanto, o preço final de um CD está hoje no mercado por até 150% mais caro de um vinil. Desconsidera também que o lucro que a indústria tem feito com o CD está a beira do ilegal e que a chamada "pirataria em alta escala" que firmas como o Napster e Gnutella entre outras proporcionam, é um resultado direto desta ganância, pois é perfeitamente lógico presumir que, por um preço coerente, qualquer pessoa preferiria uma produto oficial, bem acabado, do que um feito em casa.

(Creedance Kiddo)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Lars Ulrich no U2Lars Ulrich no U2
Ele perdeu para Paul McCartney a chance de tocar bateria

2269 acessosE se for verdade?: Famosos que morreram e foram substituídos1401 acessosShows: em vídeo, Top 11 Músicas Viscerais de Encerramento266 acessosVersões: Clássicos que você talvez não saiba, ou não lembre que são0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

PilaresPilares
O início do Heavy Metal em 1969

John LennonJohn Lennon
Yoko Ono diz que ele tinha desejos bissexuais

BeatlesBeatles
Porque eles estão em voga depois de décadas?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "Paul McCartney"

Bon JoviBon Jovi
O mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer"

Eddie Van HalenEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose

5000 acessosSeparados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.5000 acessosMotorhead: perguntas dos fãs respondidas por Lemmy5000 acessosRicardo Confessori: "Iron Maiden, aposenta logo!"5000 acessosBruce Dickinson: Ele deixou crescer um bigode mas não gostou do resultado5000 acessosSlayer: quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo5000 acessosGuns N' Roses: exigências para os shows no Brasil

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online