Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMax Cavalera diz que Igor merece mais crédito entre os bateristas mundiais

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1992

Por Diego Camara
Fonte: About Heavy Metal
Em 25/03/13

Chad Bowar, do About Heavy Metal, colocou no ar uma lista contendo os 10 melhores álbuns lançados em 1992. "Em alguns anos é bem duro concluir qual era o melhor álbum do ano. Em 1992 não passou nem perto disso. O PANTERA comandou sobre todos na área. Enquanto o grunge continuou seu domínio nas listas de vendas, da rádio e da MTV, 1992 não foi um ano espetacular para o heavy metal. Houve alguns bons lançamentos, mas em termos de qualidade em geral não foi um dos melhores. Aqui estão minhas escolhas para os melhores álbuns lançados em 1992", comentou ele. Confira abaixo a lista completa do site e os comentários do autor.

1. PANTERA – "Vulgar Display of Power"

Enquanto o "Cowboys From Hell" pavimentou o caminho, o "Vultar Display of Power" cimentou o PANTERA como uma força influente no metal. Eles levaram o thrash a um nível superior com mais ira, extremismo e vocais ásperos. Os trabalhos na guitarra de Dimebag Darrell são incomparáveis, e este álbum viu o PANTERA colocar todos os ingredientes unidos em uma combinação letal que foi o melhor lançamento deles.

2. MEGADETH – "Countdown to Extinction"

Seguir o clássico "Rust In Peace" era uma tarefa difícil, mas o MEGADETH mudou as coisas e foi em uma direção mais centrada. As músicas do "Countdown to Extinction" eram curtas e muito mais acessíveis. Canções como "Symphony of Destruction" e "Sweating Bullets" foram algumas das melhores. O álbum alcançou o TOP2 das paradas da Billboard, e foi o pico comercial da banda.

3. DREAM THEATER – "Images and Words"

O segundo album das lendas do progressive do DREAM THEATER foi indiscutivelmente o melhor. "Images and Words" foi a estreia do vocalista James LaBrie. A combinação da banda de melodias pegajosas e musicalidade técnica realmente atingiu o acorde dos fãs do progressivo. DREAM THEATER cruzou para o estrelato com uma canção de 8 minutos como "Pull Me Under", que atingiu uma exposição decente na MTV. "Metropolis" também é um dos clássicos.

4. BLACK SABBATH – "Dehumanizer"

Depois de uma década de separação, RONNIE JAMES DIO retornou ao BLACK SABBATH para mais um álbum. "Dehumanizer" não foi um clássico como os álbuns anteriores do Sabbath, mas foi de uma grande aplicação. Foi o álbum mais pesado da banda por um bom tempo, e os riffs de Tony Iommi estavam destruidores e inspirados. DIO também deu uma grande performance nos vocais. Este disco foi um passo além dos diversos álbuns lançados pela banda no meio e no final da década de 80.

5. IRON MAIDEN – "Fear of The Dark"

Este não alcançou a qualidade dos melhores álbuns deles na década de 80, mas o IRON MAIDEN ainda mostrou que tinha alguma sobrevida com o "Fear of The Dark". Foi um passo além do desbotado "No Prayer For The Dying". Este também foi o último álbum da banda com o vocalista BRUCE DICKINSON por um bom tempo. Mesmo que tivessem algumas músicas para preencher o disco, ainda há outras muito boas. "Be Quick Or Be Dead" e a música título são dos destaques.

6. TROUBLE – "Manic Frustration"

O TROUBLE, banda de doom metal de Chicago, nunca fez um grande sucesso comercial, mas lançaram diversos bons álbuns. "Manic Frustration" foi um bom balanço entre o estilo old school de metal do SABBATH com elementos psicodélicos e afiados. A música destaque do álbum é "Memory´s Garden".

7. CANNIBAL CORPSE – "Tombo of The Mutilated"

Quando chega no brutal death metal, ninguém faz isto melhor que o CANNIBAL CORPSE. Eles tem algumas artes de álbum e músicas com títulos controversos, mas eles também tem o poder da música. O terceiro álbum deles lançou algumas das mais memoráveis músicas, "Hammer Smashed Face" não me deixa mentir. Foi um disco muito técnico e bem tocado, e os vocais de Chris Barnes estão realmente muito bons.

8. KYUSS – "Blues For The Red Sun"

KYUSS foi uma banda de stoner metal/rock e este era o seu segundo álbum. Josh Homme e Nick Olivieri do grupo foram depois se juntar ao QUEENS OF THE STONE AGE e tiveram um gigantesco sucesso comercial. "Blues For The Red Sun" foi um marco que influenciou dúzias de bandas. Ele uniu os sombrios e pesados acordes do doom metal com riffs psicodélicos explosivos e um grande groove. O álbum foi uma grande combinação de músicas memoráveis e instrumentais alucinantes que os fãs do stoner metal precisavam.

9. WHITE ZOMBIE – "La Sexorcisto: Devil Music Vol. 1"

O WHITE ZOMBIE lançou alguns álbuns no final da década de 80, mas foi com este que eles tiveram um lançamento em uma grande gravadora e seu divisor de águas. Era descolado e sujo com os letras bem acima do som e numerosas amostras vindas de filmes antigos extravagantes. "Thunder Kiss ‘65" foi um grande hit, e o álbum como um todo estava cheio de músicas pesadas, pegajosas e engraçadas.

10. MANOWAR – "The Triumph of Steel"

Depois de quatro anos desde o seu último álbum de estúdio, o MANOWAR fez um retorno triunfante. "The Triumph of Steel" saiu de cara com um início épico em uma música de abertura de 28 minutos. Havia várias músicas solidas neste álbum, e apesar de não ser um dos seus melhores de todos, ainda é um bom CD que os fãs da banda devoraram.


Heavy Metal - Os melhores álbuns segundo o About.com

Todas as matérias sobre "Heavy Metal - Os melhores álbuns segundo o About.com"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Spirit Drift: banda homenageia Pantera com versão de "Hollow"; confira aqui

Pantera: vocalista do Avenged Sevenfold surpreende ao escolher sua música preferida

Pantera: Phil Anselmo afirma que escreveu o riff principal de "Mouth For War"

Pantera: as características que tornam "This Love" única, na opinião de Phil Anselmo


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre

Mais matérias de Diego Camara.