Lothlöryen: Atingindo o ápice criativo

Resenha - Principles of a Past Tomorrow - Lothlöryen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 10

O Lothlöryen iniciou sua carreira em meio à onda de temas e sonoridades influenciadas pelas histórias de J.R.R. Tolkien (criador da trilogia 'O Senhor dos Anéis' e afins), e fez isso com ímpeto e propriedade. Quando a onda virou uma marolinha e todos pensavam que a banda cairia no ostracismo, eis que se reinventam, passam a abordar outra temática e turbinam seu som. Tudo isso mantendo sua identidade e essência.

Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleDavid Coverdale: Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que é descrito no parágrafo acima é o que a banda vem mantendo até hoje. Uma evolução criativa impressionante e a capacidade de buscar novos horizontes, sem mexer nas estruturas, é o maior trunfo destes mineiros. E não, a banda não tenta nada forçado, tanto que seu som pode ser comparado a nomes como Blind Guardian, Orden Ogan e por aí vai, mas tem o selo e impressão digital 'Lothlöryen'.

Neste novo disco, quarto de inéditas da banda, o sexteto parece mesclar tudo que já fez em sua carreira e ainda adicionar um toque de modernidade em suas composições. Depois de ser mais 'maquinada' e Progressiva em "Raving Souls Society" (2012), o grupo traz de volta seus momentos 'Folks' e, com mais ênfase, dita ritmos que adotaram no início de carreira.

Mas o fato é que a banda mantém as linhas Prog (com menos ênfase) e ainda adiciona leves arranjos e toques com sintetizadores que caíram como uma luva nas novas músicas, provando mais uma vez que a capacidade criativa do grupo é realmente sem limites.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado de forma totalmente independente, "Principles of a Past Tomorrow" conta ainda com uma produção primorosa dos guitarristas Leko Soares e Tim Alan, dando ainda mais qualidade ao disco. A impressão é que o Lothlöryen está sempre encurralado, mas sempre consegue sair de forma magistral. Vou fugir do pau e não vou me arriscar a mencionar nenhuma composição como destaque, já que na primeira audição os fortes refrãos e melodias encantadoras elevam nosso espírito. É dez.

https://www.facebook.com/lothloryenofficial?fref=ts
https://www.reverbnation.com/lothl%C3%B6ryen


Outras resenhas de Principles of a Past Tomorrow - Lothlöryen

Lothlöryen: Uma aula de História com trilha Power/Folk MetalLothlöryen: Um material produzido com muito apreço



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Lothloryen"


Metal Nacional: as 10 melhores músicas de 2015Metal Nacional
As 10 melhores músicas de 2015

Orgulho Nacional: as capas mais bonitas por artistas brasileirosOrgulho Nacional
As capas mais bonitas por artistas brasileiros


Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele

David Coverdale: Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palcoDavid Coverdale
Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280