Crucified Mortals: Finalmente trabalho lançado no Brasil

Resenha - Coverted by Decapitation - Crucified Mortals

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Mais um disco que a Kill Again Records traz para solo brasileiro, “Converted by Decapitation” foi originalmente lançado em 2004 e consta como o segundo trabalho (dentre ep´s, demos, singles, splits e compilação, além de um álbum oficial auto-intitulado) deste trio (na época um quarteto) de Cleveland, EUA.
5000 acessosSlipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir5000 acessosSlipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira

O trabalho apresentado mostra uma sonoridade calcada num Thrash Metal agressivo e maléfico, indicado aos fãs mais ‘die hards’. Apesar de ser uma banda americana, as composições soam como o Metal ‘old school’ europeu na maioria das vezes.

Riffs infernais dão a base para uma cozinha rápida e sem frescuras, enquanto os vocais semi guturais vociferam temas como assassinatos, morte, caos e violência. Com um dos destaques não posso deixar de mencionar a belíssima e odiosa faixa título e sua levada insana e riffs mortais.

O disco ainda conta com o single sucessor do EP intitulado “Kill Up Command” de 2005 que mostra uma banda ainda mais agressiva, além de uma versão diferente da faixa Usurpation, um dos destaques do EP.

A arte da capa, apesar de simples (ou nem tanto assim) ficou muito interessante e nos remete diretamente aos anos 80. Um trabalho que traz em mente jeans, couro, coletes e tarraxas!

http://www.crucifiedmortals.com/
https://www.facebook.com/crucifiedmortals

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Crucified Mortals"

SlipknotSlipknot
Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir

SlipknotSlipknot
Demissão de Joey foi a decisão mais difícil da carreira

MotorheadMotorhead
Lemmy Kilmister fala sobre ser solteiro para sempre

5000 acessosAutismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismo5000 acessosOops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicos5000 acessosCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião5000 acessosRock vs Sertanejo: a diferença dos gêneros no mercado musical brasileiro3944 acessosChris Cornell: misturando One do Metallica e U2 na mesma música5000 acessosDavid Lee Roth: "Já fui rico e pobre! Ser rico é melhor!"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online