Slayer: Um Apocalipse sonoro

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se forem fazer uma lista dos melhores discos de Heavy Metal de todos os tempos, provavelmente, colocariam qualquer um do Slayer nessa lista. E Reign In Blood, obviamente, não iria passar batido, pois seria uma blasfêmia maior para qualquer fã que cultua o som pesado. Tom Araya, Kerry King, Jeff Hanneman e Dave Lombardo voaram para Nova York, para gravar com Rick Rubin e Andy Wallace, o que seria, mais tarde, O disco. Rubin fundou o selo Def Jam, que contava com Run DMC, Beastie Boys e Public Enemy.
4442 acessosSlayer: Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos5000 acessosKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Fãs radicais do Slayer previam o pior, caso a banda gravasse algo diferente do que faziam Show No Mercy (1983) e Hell Awaits (1985). Porém, tudo virou realidade quando Reign In Blood deu a luz. Mais de 29 minutos em 10 faixas, RIB virou rival de Master of Puppets (Metallica). Enquanto a banda de James Hetfield e Lars Ulrich conquistavam os grandes palcos, os assassinos faziam o inferno queimar.

Começar o disco com a frase "Auschwitz, the meaning of pain. The way that I want you to die" é de causar calafrios na espinha. Angel Of Death virou polêmica, sob protestos de que o Slayer era nazista. Mesmo assim, ninguém (eu disse NINGUÉM) batia de frente nos caras.

O ódio contra a religião fez frente com Piece By Piece, Necrophobic, Altar Of Sacrifice, Jesus Saves, Criminally Insane, Reborn e Epidemic. Uma sequência de deixar Vaticano em estado de Pânico. Postmortem foi o último single, incluindo Criminally Insane remixado e Agressive Perfector. Voltando a Postmortem, quem nunca gritou "Do You Wanna Die?" atira o primeiro crânio.

MAS... o melhor estava por vir, pois o final é tão bom quanto o começo. Raining Blood vale o disco todo. Qualquer banda de Thrash Metal que se preza homenageia os assassinos com esse hino. Os efeitos de chuva, as batidas iniciais, o ranger da porta introduz o melhor riff de todos os tempos. Pra ouvir no dia 21/12/2012.

Agora sabemos porque a CBS recusou a lançar o disco. Sem apoio dos promotores e das rádios, Reign In Blood marcou época e virou bíblia sagrada do Metal. Após o lançamento, Dave Lombardo saiu (em pouco tempo) e Tony Scaglione (ex-Whiplash) tocou na turnê.

Para muitos fãs, esse foi o último disco bom do Slayer, que depois gravou e lançou South Of Heaven (1988), num ritmo lento e macabro.

Tracklist:

1-Angel of Death
2-Piece By Piece
3-Necrophobic
4-Altar of Sacrifice
5-Jesus Saves
6-Criminally Insane
7-Reborn
8-Epidemic
9-Postmortem
10-Raining Blood
11-Agressive Perfector
12-Criminally Insane (remixada)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Reign In Blood - Slayer

1638 acessosSlayer: os 30 anos de Reign In Blood, vanguarda do metal extremo3054 acessosSlayer: 28 anos depois e ainda chovendo sangue5000 acessosTradução - Reign In Blood - Slayer

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

SlayerSlayer
Kerry King elege seus dez álbuns de metal favoritos

775 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa399 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs586 acessosDave Lombardo: Ele quase morreu por overdose de café? Não!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Álbuns de rockÁlbuns de rock
Kerrang! aponta os 100 melhores de todos os tempos

Dave LombardoDave Lombardo
Ele tentou entrar no Megadeth em 1986 mas os caras estavam chapados

Lars UlrichLars Ulrich
O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

KissKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Led ZeppelinLed Zeppelin
Perguntas e respostas e curiosidades

5000 acessosNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!4755 acessosCradle of Filth: Dani Filth alfinetando o Kiss em 19995000 acessosLed Zeppelin: as crianças da capa de "Houses Of The Holy"5000 acessosRick Rubin: produtor volta a comer carne e perde 60 quilos

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online