Clássicos imortais: Reign In Blood, a trilha sonora perfeita para o apocalipse

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Slayer é, foi e sempre será o maior nome do thrash metal, que por sua vez, é o estilo musical mais rápido, agressivo e furioso da história da música. Feitas todas as apresentações, podemos começar a falar da maior obra da banda: trata-se do clássico "Reign In Blood", lançado no dia 7 de outubro de 1986.

Slayer: Michael Amott, do Arch Enemy, presta tributo ao clássico "Hell Awaits"Led Zeppelin: a origem do anjo símbolo da banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Reign In Blood" é o terceiro disco de estúdio do Slayer, e sem sombra de dúvidas, o maior ícone não só da banda, mas também do thrash metal. Tudo o que o gênero musical tem de melhor está presente no álbum: peso, velocidade, agressividade, violência e aquele inconfundível cheiro de desgraça, característico do estilo.

A começar pela caótica e polêmica "Angel Of Death", o disco é pau puro, porrada do primeiro ao último segundo. Passando por "Piece By Pece", "Jesus Saves", "Reborn" e "Raining Blood", o disco é destrutivo e rápido como um míssil, já que a sua duração não chega aos 30 minutos.

Mesmo com poucos minutos, "Reign In Blood" impressiona pela qualidade apresentada, e mais ainda pelo fato do Slayer conseguir fazer o disco mais extremo do estilo se tornar algo audível até mesmo para os ouvidos menos acostumados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os quatro integrantes da banda estavam mais afiados do que nunca na época. As guitarras são rápidas, a bateria é um verdadeiro assassinato percussivo e por fim, Tom Araya dá uma aula de como se cantar rápido de maneira brutal.

Não existe muito para se falar sobre "Reign In Blood" que não tenha sido falado, ou escrito. Porém, o fato de até hoje, quase 35 anos após seu lançamento, o disco ser considerado referência para TODAS as bandas de metal extremo, diz muita coisa.

A banda, infelizmente, já não existe mais. Felizmente, o legado do Slayer será eterno, e um dos "culpados" por essa história gigantesca é "Reign In Blood", mais um clássico imortal.

Ficha Técnica

Álbum: Reign In Blood
Artista: Slayer
Data de lançamento: 7 de outubro de 1986

Faixas:

"Angel Of Death"
"Piece by Piece"
"Necrophobic"
"Altar of Sacrifice"
"Jesus Saves"
"Criminally Insane"
"Reborn"
"Epidemic"
"Postmortem"
"Raining Blood"

Formação:

Tom Araya: baixo/vocal
Kerry King: guitarra
Jeff Hanneman: guitarra
Dave Lombardo: bateria


Outras resenhas de Reign In Blood - Slayer

Slayer: Em 1986, uma chuva de sangue e de ódioSlayer: os 30 anos de Reign In Blood, vanguarda do metal extremoSlayer: 28 anos depois e ainda chovendo sangueSlayer: Um Apocalipse sonoro



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Slayer"


Slayer: Michael Amott, do Arch Enemy, presta tributo ao clássico "Hell Awaits"Playlist: músicas "lado B" de bandas mainstream - Parte 1

Slayer: Quando Jeff Hanneman apareceu careca com discos punks no ensaioSlayer
Quando Jeff Hanneman apareceu careca com discos punks no ensaio

Dave Lombardo: Ele considera álcool e nicotina, e não maconha, as portas para as drogasDave Lombardo
Ele considera álcool e nicotina, e não maconha, as portas para as drogas

Em 22/03/1985: Slayer lançava Hell Awaits, um dos pais do death metal

Slayer: mash-up de Raining Blood com música do The B-52sSlayer
Mash-up de "Raining Blood" com música do The B-52s

Paul Bostaph: nova banda com Kerry King, Phil Anselmo e Gary Holt?Paul Bostaph
Nova banda com Kerry King, Phil Anselmo e Gary Holt?

Slayer: Gary Holt diz que está apresentando todos os sintomas da Covid-19Slayer
Gary Holt diz que está apresentando todos os sintomas da Covid-19

Coronavírus: guitarrista italiano toca Raining Blood em sua varandaCoronavírus
Guitarrista italiano toca "Raining Blood" em sua varanda

Anthrax: Charlie Benante diz que ama a criatividade de Lars Ulrich na bateriaAnthrax
Charlie Benante diz que ama a criatividade de Lars Ulrich na bateria

Slayer: A guitarra de Gary Holt pintada com seu próprio sangueSlayer
A guitarra de Gary Holt pintada com seu próprio sangue

Raining Rudd: e se Phil Rudd fosse baterista do Slayer?Raining Rudd
E se Phil Rudd fosse baterista do Slayer?


Led Zeppelin: a origem do anjo símbolo da bandaLed Zeppelin
A origem do anjo símbolo da banda

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280