Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemIron Maiden faz mais um show da "Legacy Of The Beast World Tour"; veja setlist

imagemFernanda Lira, da Crypta, e o papo reto sobre "se falar de política vai perder fãs"

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemA definição de rock n roll segundo quem melhor entende do assunto: Mick Jagger


Stamp

Slayer: Em 1986, uma chuva de sangue e de ódio

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Por Mateus Ribeiro
Em 25/04/19

Nota: 10

Poucos discos na história da música são tão representativos e emblemáticos quanto "Reign In Blood", clássico maior do Slayer, e um dos discos fundamentais na criação e desenvolvimentos de gêneros mais extremos do metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado em 1986, o terceiro disco da banda norte americana é uma das coisas mais chocantes que o mundo da música já presenciou, e ajudou o Slayer a mudar de patamar.

Todos os elementos que caracterizam o thrash metal se fazem presentes no álbum: o peso, a velocidade, as letras repugnantes, e muito ódio pelo mundo e seus habitantes. Poucas vezes a raça humana presenciou um registro fonográfico dotado de tamanha violência. Desde os primeiros acordes de "Angel Of Death" até o final apocalíptico de "Raining Blood", o ouvinte tem a impressão de que chegou ao inferno (e dificilmente conseguirá sair).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os guitarristas Kerry King e Jeff Hanneman mostram em "Reign In Blood" porque formaram a dupla mais infernal que uma banda de heavy metal já teve. Riffs cortantes, rápidos, além de solos insanos deixam claro o entrosamento da dupla. Tom Araya canta (e berra) como nunca, além de comandar muito bem seu baixo. Por fim, Dave Lombardo bate sem dó em sua bateria, em uma das performances mais lembradas por bateristas do mundo inteiro até os dias de hoje.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Reign In Blood" é um caso raro de disco perfeito, e nenhuma faixa do álbum fica devendo. Foi deste álbum que saíram os dois maiores clássicos da banda, "Angel Of Death" (que fala sobre o carrasco nazista Josef Mengele) e "Raining Blood". Em seus pouco mais de 29 minutos, Reign In blood prende a atenção do ouvinte, não só apenas com esses dois clássicos absolutos, mas com outras porradas do calibre de "Epideminc", "Jesus Saves", a polêmica "Altar Of Sacrifice", "Necrophobic" e "Postmortem".

Sem exagero algum, o disco é o manual de instruções para quem quiser conhecer o thrash metal, ou montar uma banda de metal extremo. Mesmo após 33 anos do seu lançamento, continua sendo uma das poucas unanimidades musicais que se tem notícia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Caso o mundo vá acabar um dia, e o evento precisasse de uma trilha sonora, possivelmente "Reign In Blood" estaria no topo da lista de sugestões. Portanto, se você cometeu a blasfêmia de nunca ter ouvido essa obra prima, corra enquanto há tempo!

Faixas:

01 - "Angel Of Death"
02 - "Piece By Piece"
03 - "Necrophobic"
04 - "Altar Of Sacrifice
05 - "Jesus Saves"
06 - "Criminally Insane"
07 - "Reborn"
08 - "Epidemic"
09 - "Postmortem"
10 - "Raining Blood"

Formação:
Tom Araya - baixo/vocal
Kerry King - guitarra
Jeff Hanneman - guitara
Dave Lombardo - bateria


Outras resenhas de Reign In Blood - Slayer

imagemResenha - Reign In Blood - Slayer

imagemResenha - Reign In Blood - Slayer

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Resenha - Reign In Blood - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Thunderspell: divulgado cover de "Tormentor", do Slayer


Slayer: A História por trás da capa de Reign In Blood


Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.