RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemMembro do Guns N' Roses vai na Galeria do Rock de SP e compra camiseta oficial

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás

imagemA banda que mostrou no Rock in Rio como se faz um show num festival gigantesco

imagemO hit de Cazuza feito durante internação e que seria indireta para affair Ney Matogrosso

imagemO dia que Renato Russo colocou companheiro da Legião em saia justa após piti homérico

imagemA curiosa origem da rivalidade Sepultura x Sarcófago, segundo Jairo Guedz

imagemEpica anuncia EP com convidados inesperados; assista o primeiro clipe aqui

imagemRafael Bittencourt confessa ambições no início do Angra: "Queria derrubar o Metallica!"

imagemPink Floyd: Snowy White ensina como evitar o lado "feroz" de Roger Waters

imagemO motivo que fazia Ozzy Osbourne não se sentir "tão importante" no Black Sabbath

imagemA chave oculta no disco do Led Zeppelin que Raul usou para abrir as portas do conhecimento

imagemCinco perrengues que todo headbanger já passou em algum show de metal

imagemO hino que o Iron Maiden quase não gravou pois o autor achou que era "muito comercial"

imagemOs dois rockstars que influenciaram Casagrande a entrar no mundo das drogas


NFL Steve Harris

Kiske/Somerville: Desafiando o desdém dos "true-skull"

Resenha - Kiske/Somerville - Kiske/Somerville

Por Ben Ami Scopinho
Em 15/01/11

Nota: 9

Os últimos anos foram marcados por uma frustrante carência de lançamentos de álbuns Hard Rock no mercado brasileiro. Tantos registros se limitaram apenas às prateleiras gringas... Mas a situação está se revertendo graças à inédita parceria entre os conhecidos selos nacionais – Rock Brigade, Die Hard, Voice Music e Rock Machine – para liberar incríveis discos do gênero por aqui. Esse é o caso do W.E.T. ("W.E.T.") e de Kiske / Somerville ("Kiske / Somerville"), títulos originalmente lançados pela europeia Frontiers Records.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Bastante aguardado pelo público, o projeto envolvendo o alemão Michael Kiske (Helloween, Place Vendome) e a norte-americana Amanda Somerville somente foi possível graças a Serafino Perugino, presidente da Frontiers. Perugino é um verdadeiro mestre na arte de unir estrelas para que resultem em trabalhos realmente marcantes. Kiske já é personagem influente no meio musical e, aos que desconhecem Amanda, vale lembrar que a cantora já colaborou com o After Forever, Edguy, Kamelot, Epica, Avantasia, etc, além de possuir na bagagem os solos "In The Beginning There Was..." (00) e "Windows" (09).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Para tornar este álbum uma realidade, recrutaram como principais compositores ninguém menos do que os veteranos Mat Sinner (Primal Fear, Sinner) e Magnus Karlsson (Starbreaker, Primal Fear), o que automaticamente injeta uma indiscutível promessa de qualidade ao projeto. Musicalmente, o resultado combina os mais variados estilos, mesclando Hard Rock, AOR, atmosferas bem pop, inúmeras peças orquestradas e, ainda que haja ocasiões mais pesadas como a abertura "Nothing Left To Say", evita-se penetrar no agressivo território do Heavy Metal propriamente dito.

Além de toda a sofisticação melódica e da louvável individualidade entre as faixas, é inegável que o foco de "Kiske / Sommervile" seja o constante dueto entre ambos os vocalistas, e com coros enormes. Assim como o Kiske pós-Helloween, Amanda também possui uma orientação vocal mais acessível, porém tudo possui energia e substância mais do que suficientes para não soar piégas, como é o caso do single "Silence", "If I Had A Wish", "Don´t Walk Away" e "Devil In Her Heart", que alcançam tal sintonia a ponto de envolver completamente o ouvinte.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Oras, somente a fonte de desdém, típica de um incansável "true-skull", poderia encontrar uma música ruim por aqui... Em suma, esqueça os títulos e subgêneros tão em voga. Aqui temos um repertório que está à altura da excelência - pois é isso que se espera de cada um dos músicos envolvidos -, e repleto de ocasiões para agradar a um público rock´n´roll bastante amplo. Confira sem temor!

Contato: http://www.frontiers.it/album/4746/

Músicos:
Michael Kiske - voz
Amanda Somerville - voz
Magnus Karlsson - guitarra
Sander Gommans - guitarra
Mat Sinner - baixo
Martin Schmidt - bateria
Rami Ali - bateria

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Kiske / Somerville – Kiske / Somerville
(2010 - Frontiers Records / Rock Brigade Records / Die Hard Records / Voice Music / Rock Machine Records - nacional)

01. Nothing Left To Say
02. Silence
03. If I Had A Wish
04. One Night Burning
05. Arise
06. End Of The Road
07. Don´t Walk Away
08. A Thousand Suns
09. Rain
10. Devil In Her Heart
11. Second Chance


Outras resenhas de Kiske/Somerville - Kiske/Somerville

Resenha - Kiske/Somerville - Kiske/Somerville

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Michael Kiske: vocalista fala sobre sua espiritualidade

Michael Kiske: "nunca fui chamado para o Iron Maiden"

Helloween: do que Michael Kiske se arrepende?

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.