Resenha - From the Darkness - Mastifal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Mastifal significa "Príncipe dos Demônios", sendo que seu nome foi retirado do mitológico Dictionnaire Infernal (1826), de Collin de Plance. Este disco mostra como a Argentina, assim como vários outros países sul-americanos, vem revelando bandas realmente matadoras dentro do cenário metálico e underground.

A história do Mastifal começou em 1995, quando ainda tocavam thrash metal e, em função de várias trocas de integrantes, o death metal acabou sendo incorporado e praticamente se tornando predominante em sua sonoridade. Contando atualmente com Miguel Maciel (voz), Diego Conte (guitarra), Matias Munighini (guitarra), o brasileiro Alex Martin (baixo) e Ruben Barreto (bateria), o conjunto já participou de inúmeras coletâneas e demos, e este é seu segundo CD.

publicidade

Na realidade este disco foi liberado na Argentina em 2003 sob o título "Desde Las Tinieblas", originalmente todo cantado em espanhol. "From The Darkness" é a versão alternativa em inglês e que visa novos mercados, tanto que está saindo agora em território brasileiro via Rock Machine Records.

Com muito boa técnica e uma produção cuidadosa, o que mais chama a atenção neste disco é o peso mesclado com melodias muito bem elaboradas, além de seus flertes com o death metal sueco da década de 90. Maciel é um ótimo vocalista, alternando sua voz entre o mais completo gutural e partes mais gritadas de forma cáustica. Sobressaem-se momentos velozes e brutais como a cadenciada "From The Darkness", com um contrabaixo bem à vontade e solos muito melódicos, assim como a aula de riffs e solos repletos de punch em "In The Entrails Of The Apocalypse".

publicidade

Momentos de thrash aparecem nos verdadeiros arrasa-quarteirões "In The Deserted Land" e "Graves", dois outros grandes momentos deste belo registro. Mas nem tudo é agressão sonora, pois há rompantes de melancolia em "Black Sun", além de uma inesperada semi-balada ecológica, "Ruins Of The World", com alguns arranjos pendendo para o lado mais clássico da música.

publicidade

Finalizando, "From The Darkness" traz ainda uma faixa interativa com biografia, formação e um vídeo para "In The Entrails Of The Apocalypse", cujo aspecto visual, em especial as cores contrastadas, captura muito bem toda a raiva que a canção transmite. Este ano o Mastifal colocou no mercado seu terceiro trabalho de estúdio chamado "Carnivora", novamente em espanhol e inglês. É esperar para também ser lançado por aqui.

publicidade

Mastifal - From the Darkness
(2005 - Rock Machine Records)

01. Awake
02. Destiny
03. From The Darkness
04. New Artificial World
05. In The Entrails Of The Apocalypse
06. Heresies
07. Necropolis
08. In The Deserted Land
09. Black Sun
10. Bloody Walls
11. Loneliness
12. Graves
13. Ruins Of The World
14. Tierratas

Homepage: www.mastifal.com.ar




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin