Lou Reed: As muitas referências de "Walk On The Wild Side"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivan da Luz, Fonte: Fanpage Memórias do Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

"Walk On The Wild Side" é a música mais famosa de Lou Reed. São tantas curiosidades sobre ela, que resolvi escrever um pouco a respeito. Produzida por David Bowie, ela foi lançada como single, onde o o segundo lado tinha "Perfect Day", outra balada famosa de Lou. Numa lista da revista Rolling Stone, publicada em 2010, a canção foi colocada no 223º lugar entre as 500 melhores músicas de todos os tempos. Apesar da temática, a gravadora investiu em divulgação e a canção foi um sucesso de rádio. Vamos à temática?

Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaAndre Matos: confira o incrível alcance do vocalista

O título "Walk On The Wild Side" se refere a um livro de Nelson Algreen, escritor americano morto em 1981, famoso nos anos 50 e 60. Os seus livros dão vida ao submundo daqueles que geralmente estão à margem da sociedade, como bêbedos, prostitutas, drogados, outras minorias, além de políticos corruptos e pugilistas.

O livro que inspirou a canção do assunto deste texto, reflete por que as pessoas perdidas às vezes se tornam seres humanos maiores do que aqueles que nunca se perderam em suas vidas. Esse mote foi o ponto de partida para a criação da música. Aliás, Lou Reed foi convidado para escrever um musical baseado no livro. O projeto nunca se efetivou, e algumas canções que ele já havia composto foram reaproveitadas em outros momentos.

Mais tarde, "Walk On The Wild Side" entrou no álbum Transformer, considerada a maior obra do cantor, que trazia em 1972 outras canções com histórias cheias de referências à drogas, prostituição e sexo oral e transgênero. A letra traz o nome de cinco pessoas, todas celebridades do estúdio de Andy Warhol, o maior expoente da pop art e amigo pessoal de Lou Reed, além de produtor e diretor de cinema. Vamos aos cinco personagens da canção.

Holly Woodlawn era uma pioneira atriz transgênero. Além de musa de Andy, fez alguns de seu filmes. Antes da fama, viveu nas ruas de Nova Yorque, onde cometeu alguns pequenos delitos. No filme Trash, houve até cogitações para algumas indicações a melhor atriz, porém sua orientação sexual impediu que fossem concretizadas. Seu outro sucesso, Mulheres Em Revolução, foi uma das primeiras atrizes a dizer a palavra "boceta" num filme.

Candy Darling era outra atriz transgênero que já havia sido citada em outra música de Reed, chamada Candy Says. Seu pai era um alcoólatra muito violento que não aceitava a homossexualidade do filho. Sua mãe resolveu fugir do marido e, com o filho, passou maus bocados até que ele se tornasse uma atriz de sucesso. Seu nome também é citado em "Citadel", canção da banda The Rolling Stones lançada em 1967.

Little Joe, ou Joe Dalessandro, era ator considerado um símbolo sexual do cinema underground americano e da subcultura gay. Ele fez mais de 50 filmes na carreira. Também atuou em Trash, pelo qual a revista Rolling Stone o considerou um dos melhores atores do ano de 1970. Porém, sua adolescência foi marcada por delinquências e abandono dos pais, que não suportaram ver seu filho ser detido tantas vezes pela polícia. Lou Reed não o conhecia pessoalmente.

Sugar Plim Fairy foi uma referência ao ator Joe Campbell , que interpretou um personagem com esse nome no filme de 1965, My Hustler, de Warhol também. O termo era um eufemismo para traficante de drogas ou bichinha.

Jackie Curtis é outro ator, que recebeu a proposta de estrelar o papel principal de um filme que contaria a história de James Dean. Ele fez papéis no cinema tanto de honens como de mulheres. Devido à sua maneira de se vestir, inspirou o visual glam e glitter na década de 70. A dependência por medicamentos foi lhe tirando oportunidades até que morreu aos 38 anos por overdose de heroína, em 1985.

As duas linhas de baixo interligadas foram tocadas no estúdio por Herbie Flowers, conhecido músico de estúdio e especialista inglês de contrabaixos elétricos (trabalhou com Cat Stevens, David Bowie, Paul McCartney, Elton John e George Harrison, para citar alguns). Ele aceitou criar as duas linhas numa mesma canção porque seria pago em dobro.

Ronnie Ross tocou o saxofone. Nascido na Índia, foi levado por seus pais à Inglaterra quando ainda era criança. Na Inglaterra, ele é um músico de Jazz muito prestigiado. David Bowie era tão fã de Ronnie, que o contratou como seu professor pessoal de saxofone.

"Walk On The Wild Side" foi uma das músicas mais tocadas no ano de 1973 entre as paradas norte-americanas e britânicas. Com o anúncio da morte de Lou Reed, foi a mais baixada no Itunes em outubro de 2013.

Assista outras curiosidades sobre outras canções do Rock no recém criado Canal Memórias do Rock.

Ivan Da Luz, com Jayro Teles, é criador do canal Memórias do Rock e editor da fanpage deste canal.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Lou Reed"


Top 5: Os melhores discos para curtir aquela fossaTop 5
Os melhores discos para "curtir" aquela fossa

Metallica: para Kirk, gravar com Reed foi como trabalhar com HendrixMetallica
Para Kirk, gravar com Reed foi como trabalhar com Hendrix

Metallica: levará um tempo para as pessoas compreenderem Lulu, diz BowieMetallica
Levará um tempo para as pessoas compreenderem "Lulu", diz Bowie


Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola

Andre Matos: confira o incrível alcance do vocalistaAndre Matos
Confira o incrível alcance do vocalista

Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Metal contra o câncer: festival aceita cabelo como ingressoMetal contra o câncer
Festival aceita "cabelo" como ingresso

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Nu-Metal: 10 trabalhos que definem as raízes do gêneroNu-Metal
10 trabalhos que definem as raízes do gênero

Kiss: de onde os palcos de Lady Gaga e McCartney vieram?Kiss
De onde os palcos de Lady Gaga e McCartney vieram?


Sobre Ivan da Luz

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.