Brutal Truth: pisando forte no Grind

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo M. Brauna
Enviar correções  |  Ver Acessos

Depois de passar pelo ANTHRAX, feito parte do projeto S.O.D. e registrado a primeira formação de muitas voltas ao NUCLEAR ASSAULT, o baixista DANNY 'DAN' LIKER em 1990 resolveu "elevar" os seus limites formando uma banda muito mais extrema que as anteriores, o BRUTAL TRUTH. Originários da cidade de Nova Iorque faziam parte do grupo: KEVIN SHARP (vocal), BRENT 'GURN' McCARTHY (guitarra), SCOTT LEWIS (bateria), além de DAN. Após dois anos fazendo shows e criando material o BRUTAL TRUTH finalmente assina com a 'Earache Records' e começa a pôr no mercado, grandes clássicos do 'Grindcore'.

Brutal Truth: Condições extremas exigem respostas extremasHailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal

A banda começou com a demo 'Birth of the Ignorance' lançada em 26 de fevereiro de 1990 contendo quatro canções, no ano seguinte em setembro, outra demo, auto-intitulada e com seis faixas surgiu como segundo trabalho. Assinando com a 'Earache Records' o quarteto solta em 1992 o EP 'Ill Neglect'. Em seguida, no dia 5 de fevereiro, outro EP sai, 'Perpetual Conversion'. Esses trabalhos foram o bastante para o quarteto conquistar de vez o cenário underground mundial que aguardava o 'Debut'.

Dan Liker
Dan Liker

O primeiro 'Full-length' foi o notável 'Extreme Conditions Demand Extreme Responses' lançado no dia 6 de outubro de 1992. 'Collin Richardson' produziu este álbum no 'Baby Monster Studios' na cidade natal da banda com parceria do selo 'Relativity Records', filiado à poderosa 'Sony Music'. O album foi considerado pela revista 'Terrorizer' como sendo o número um do grindcore americano. As faixas 'Ill Neglect' e 'Collateral Damage' ganharam videoclipes, inclusive o último entrando para o 'Guinnes Book' como vídeo mais curto de música. Posteriormente uma nova versão do disco foi editada tendo como bônus as faixas dos EPs lançados anteriormente. Desse álbum foi extraído o 'single' 'Perpetual Conversion' em 1993, que trouxe além do título a canção 'Perpetual Larceny', diferente do EP de mesmo nome que além dessas duas faixas, ainda trouxe outras três músicas.

Scott Lewis
Scott Lewis

Antes do segundo álbum ser lançado, LEWIS deixa a banda sendo substituído pelo baterista RICH HOAK. Com o novo membro a banda lança o álbum 'Need to Control' que alcançou territórios ainda mais distantes, como no Japão que recebeu uma edição especial do disco. 'Godplayer' de 1996 foi o 'Single' extraído dessa "bolacha" e logo em seguida sai o EP 'Machine Parts +4'. Apesar do sucesso de vendas e uma turnê bem sucedida o grupo deixa a britânica 'Earache' e parte para a americana especializada em 'Grindcore', 'Relapse Records'.

Rich Hoak
Rich Hoak

Em 1 de outubro de 1996, pela nova gravadora, sai 'Kill Trend Suicide', um mini-CD que incorporou novos elementos ao som da banda que vão do 'Crust/Punk', experimentalismo à riffs do Rock Clássico com influências de 'FRANK ZAPPA'. Até o próximo lançamento, que viria em 23 de setembro de 1997, o BRUTAL TRUTH participou em três 'Splits', sem falar na constante aparição de 'Bootlegs'.

Gurn McCarthy
Gurn McCarthy

Investindo na sua nova sonoridade e explorando ainda mais os novos experimentos, 'Sounds of the Animal Kingdom' foi o próximo 'Full-length'desde 'Need to Control'. A sua versão remasterizada veio acompanhada com o 'Kill Trend Suicide'. Depois de um número enorme de 'Splits' e coletâneas a banda, sem motivos expostos, encerra as suas atividades, mas lançamentos sem autorização continuaram saindo. Seus membros então começaram a trabalhar em outros projetos, KEVIN SHARP se juntou à pessoas do NAPALM DEATH e formaram o VENOMOUS CONCEPT, RICH HOAK também formaria o TOTAL FUCKING DESTRUCTION, DAN LIKER em 1999 voltara para uma reunião do S.O.D. ao lado dos antigos colegas, em 2007 ele também foi para o VENOMOUS CONCEPT substituir SHANE EMBURY.

Kevin Sharp
Kevin Sharp

Aproveitando ainda o contrato, a 'Relapse' lança em 1999 o ao vivo, 'Goodbye Cruel World!', um documento sonoro composto por dois CDs, resultado de suas várias excursões pelo mundo. Outro álbum ao vivo foi lançado no ano 2000, mas apenas na Finlândia, trata-se de 'For Drug Crazed Grindfreaks Only! Live at Noctum Studios', pela 'Solardisk'.

Em 2006 o grupo voltou a se reunir, mas com um novo membro, ERIK BURK (LETHARGY) que substituiu o guitarrista GURN. No dia 8 de julho de 2008, a 'Relapse' em parceria com a 'Deep Six Records' lança a compilação 'This Comp Kills Fascists Vol. 1' da qual o BRUTAL mostrou quatro canções inéditas. Este trabalho quebra um jejum de quase dez anos sem material.

Erik Burk
Erik Burk

Em 21 de janeiro de 2009, os caras terminam as gravações de 'Evolution Through Revolution' que começaram em outubro de 2008, no dia 14 de abril de 2009 ele é lançado. Este álbum, só na primeira semana, alcançou aproximadamente a vendagem de mil cópias. Ele foi disponibilizado no site da banda e no 'iTunes' ainda apresenta duas faixas bônus. Esse novo trabalho trouxe de volta à banda, aquela veia grindcore mais crua que havia se perdido nos últimos lançamentos, mérito esse concedido a ERIK segundo alguns críticos, como 'Saby Reyes-Kulkarni' do tablóide 'Nashville Scene', onde ele disse que a adição do novo guitarrista "ajudou a impulsionar 'Evolution Through Revolution' em um terreno ainda mais caótico do que no passado". Dia 17 de julho foi produzido um videoclipe das faixas 'Sugardaddy / Branded' juntas.

Capa alternativa
Capa alternativa

A banda só voltou a compor novamente em 2011 quando no dia 27 de setembro foi lançado 'End Time'. Até então o último trabalho completo da banda. Em 2012 o grupo foi convidado a participar do festival de cinema e música underground de 'Lausanne', na Suíça, onde apresentaram um material composto pelo compositor polonês 'Robert Piotrowicz'.

Em outubro de 2012, DAN O'RARE (TOTAL FUCKING DESTRUCTION) assumiu o posto de guitarrista e começaram a trabalhar num 'Split' com BASTARD NOISE, projeto ainda não lançado.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Brutal Truth"


Brutal Truth: Condições extremas exigem respostas extremas

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 2009


HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal

Eagles: o significado da clássica Hotel CaliforniaEagles
O significado da clássica "Hotel California"

Excessos: como os rockstars gastam os seus milhõesExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

Iron Maiden: pequena falha em outdoor na Russia em 2011Iron Maiden
"pequena falha" em outdoor na Russia em 2011

Cristina Scabbia: Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!Cristina Scabbia
"Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Slayer: King não entende como alguém pode querer entrar no MegadethSlayer
King não entende como alguém pode querer entrar no Megadeth

Courtney Love: cantora explica motivo de ódio contra GrohlCourtney Love
Cantora explica motivo de ódio contra Grohl


Sobre Leonardo M. Brauna

Leonardo M. Brauna é cearense de Maracanaú e desde adolescente vive a cultura do Rock/Metal. Além do Whiplash, o redator escreve para a revista Roadie Crew e é assessor de imprensa da Roadie Metal. A sua dedicação se define na busca constante por boas novidades e tesouros ainda obscuros.

Mais matérias de Leonardo M. Brauna no Whiplash.Net.