W.A.S.P.: "a morte de um parente é a morte do passado".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Willba Dissidente, Fonte: Site oficial da banda, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

W.A.S.P. "30 Anos de trovão" é o nome da série de quinze textos que Blackie Lawless está publicando no "Official W.A.S.P. Nation Website" para comemorar o trigésimo aniversário de seu grupo, realizado em setembro de 2012. Mensalmente o guitarrista, vocalista, produtor e lider do W.A.S.P. escreve um episódio contando o caminho trilhado por sua banda, uma das mais importantes do mundo do Heavy Metal. Exclusivamente neste mês de novembro, em razão do falecimento de um ente querido, Blackie Lawless fez uma edição diferenciada, sem as tradicionais fotos e tratando de sua vida pessoal. No Brasil, W.A.S.P. "30 Years of Thunder" é traduzido EXCLUSIVAMENTE por Willba Dissidente e publicado primeiramente no Whiplash.net.

751 acessosConsequence of Sound: 10 discos de Hair Metal que "não são ruins"5000 acessosIron Maiden: a fotografia de "The Final Frontier"

W.A.S.P. "30 Anos de trovão" - Parte Catorze.

"MEU IRMÃO ERA O MAIOR"

Gostaria de voltar ao disco "The Crimson Idol" por um breve momento. Nós estávamos tocando em Tillburg (Países Baixos) noite passada (02 de outubro) e eu recebi um telefonema de minha irmã Brenda, por volta das 18 horas, me informando que nosso irmão falecera. Quando nós olhamos a morte, nós a tomamos com mais um estágio da vida. A morte de um parente é a morte de nosso passado. A morte de uma esposa ou de um amigo é a morte do presente. A morte de um filho é a morte do futuro, na qual o futuro dos filhos nunca mais acontecerá. A morte de meu irmão representa tanto o passado e quanto o presente para mim. Parte de minha infância faleceu, assim como um pedaço do presente para mim. Ele foi meu mentor nos meus primeiros dias. Muitos dos conselhos que ele me deixou eu uso até hoje. Quando criança, eu o admirava mais do que ele podia imaginar.

Fazer o show da noite foi uma das tarefas mais dolorosas da minha vida. Quando nós estávamos encerrando a parte do Crimson Idol do espetáculo, eu olhei para uma tela justamento quando Jonathan (personagem principal do disco conceitual) era deitado na cama. Eu não pude mais controlar minhas emoções e me dirigi ao canto do palco para chorar*.

De certa forma minha mãe está na estória do "The Idol", de maneira análoga a que todos os filhos competem pela atenção de seus país. Como escritor, nossos contornos vêm de todas as coisas a nosso redor, assim é compreensível que o relacionamento que eu mantive com meu irmão estaria, em algum grau, refletido na estória. Eu sendo o irmão mais novo, era natural enxergar meu irmão mais velho como meu herói. Enquanto escritor, eu tentei compartilhar a mim mesmo com todos vocês. Mesmo os detalhes íntimos de minha vida foram dados a vocês, para que vocês pudessem entender quem eu sou e enxergassem bem o homem por trás das letras.

"The Idol" foi meu apogeu em criar uma estória sobre o amor. Eu escrevo agora para dizer, se existem pessoas em suas vidas que vocês precisam dizer que as amam... não as deixe esperando.

Em memória de Clifford L. Duren.

Mais mês que vêm,
B. L.

Notas:

* O título original do texto, a saber, My Brother was the one, faz referência à música "I Am One", do disco The Crimson Idol, obra conceitual lançada em 1992:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

**Uma filmagem amadora de Lawless indo ao pé da bateria para chorar está disponível no Youtube e pode ser vista abaixo. Repare nos nove minutos e dezesseis segundos:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 13 de novembro de 2012

751 acessosConsequence of Sound: 10 discos de Hair Metal que "não são ruins"1442 acessosHair Metal: dez álbuns que valem a pena455 acessosChris Holmes: ex-guitarrista do W.A.S.P. lança vídeo de "T.F.M.F."607 acessosWASP: banda cancela shows para focar em novo disco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "W.A.S.P."

Propriedade privadaPropriedade privada
5 bandas de hard rock e metal com "um dono só"

Temperatura MáximaTemperatura Máxima
Músicas ideais para a "Hora H"

W.A.S.P.W.A.S.P.
O casamenteiro de Lita Ford e Chris Holmes!

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "W.A.S.P."

Iron MaidenIron Maiden
A fotografia estranha de "The Final Frontier"

Para tocarPara tocar
O que são tablaturas e como usá-las?

GuitarristasGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

5000 acessosQueen: novas fotos do recluso John Deacon5000 acessosZakk Wylde: foto do arsenal de guitarras do músico5000 acessosSlash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose4159 acessosJourney: "Steve Perry era um fenômeno humano", diz baixista do Styx5000 acessosRoberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral5000 acessosThe Police: uma idéia criada e visionada por Stewart Copeland

Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online