Modos Gregos - Parte III

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor H. Guidini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nesta última coluna sobre os modos, veremos como funciona a improvisação sobre diferentes centros tonais numa única seqüência harmônica.

5000 acessosRolling Stone: as melhores músicas com mais de sete minutos5000 acessosMusas do Metal: as bandas que elas ouvem quando estão em casa

Jônio

A progressão abaixo mostra quatro centros tonais diferentes para improvisar numa unica progressão harmônica (C Jônio, B Jônio, Bb Jônio e A Jônio). As escalas estão indicadas pelas linhas pontilhadas. O Mesmo raciocínio seque para os outros exemplos.







Improvise sobre estas cadências, prestando muita atenção na hora de mudança de modo. Evite saltos nestes momentos, prefira os graus conjuntos. Tente desenvolver suas idéias nas modulações.

No início estas harmonias podem parecer muito difíceis e complexas para desenvolver suas idéias musicais, mas vale sua perseverança e empenho para adquirir fluência nestas situações. Há material para vários meses de estudo nestes exemplos.

O próximo exercício é uma junção de todos os modos em um único exemplo. Aqui a principal dificuldade é nas mudanças de escalas, que ocorrem irregularmente.

Pratiquem com muita calma e com um playback num andamento lento, siga aumentando a velocidade progressivamente. Outra opção é utilizar somente uma nota por compasso, depois duas, três, quatro...

Bom estudo para vocês!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Guitar Shred

5000 acessosWarming Up5000 acessosEstudo x Diversão5000 acessos1234... Cromatizando - Parte I5000 acessos1234... Cromatizando - Parte II5000 acessosPentatônicas com tapping5000 acessosLick Combo 35000 acessosModos Gregos - Parte I5000 acessosModos Gregos - Parte II5000 acessosShapes de aperjos5000 acessosImprovisação sobre uma corda5000 acessosPalhetada sobre duas cordas5000 acessosSaltos de Cordas (string skipping)4815 acessosEstu/ticando0 acessosTodas as matérias sobre "Guitar Shred"

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Guitar Shred"0 acessosTodas as matérias sobre "Instrumentos"

Rolling StoneRolling Stone
Revista elege os melhores rocks com mais de sete minutos

Musas do MetalMusas do Metal
As bandas que elas ouvem quando estão em casa

Osama Bin LadenOsama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?

5000 acessosMuito antes do Led Zeppelin: A origem da guitarra gêmea5000 acessosUncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd5000 acessosThe Voice: candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase5000 acessosGuns N' Roses: "não fui convidado", diz Matt Sorum5000 acessosCamisetas: algumas que os roqueiros queimarão com querosene5000 acessosDream Theater: Análise vocal de James LaBrie

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Victor H. Guidini

Músico, guitarrista e professor de música formado pela UDESC. Começou a ouvir rock quando descobriu os vinis do AC/DC de seu irmão. Aos 13 conheceu o Van Halen e começa a incomodar os vizinhos com sua primeira guitarra. Tocou em várias bandas de Florianópolis. Atualmente, mora em São Paulo e segue como professor de música e tocando por ai. Entre muitos outros, curte Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, Dr Cipó, Cama de Gato, Tribal Tech e Led Zeppelin.

Mais matérias de Victor H. Guidini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online