A Hill To Die Upon: Black Metal Brothers

Resenha - Holy Despair - A Hill To Die Upon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
“Holy Despair” é o terceiro disco dos norte-americanos do A Hill To Die Upon que está na ativa desde 2004. A sonoridade abrange o Black Metal atual com pitadas de Death Metal e agrada muito pela variação rítmica e técnica imposta pelo quarteto encabeçado pelos irmão Michael e Adam Cook, baterista/vocalista e guitarrista/baixista/vocalista respectivamente.
Tradução - Kill 'em All - Metallica

Com músicas carregadas e melódicas, “Holy Despair” traz um som extremo de bom gosto. Apesar da melodia, não há arranjos sinfônicos, fato esse que dobra o ótimo trabalho das guitarras, que demonstram certa técnica e são o carro chefe do A Hill To Die Upon.

Mas, isso não significa que a cozinha fica em segundo plano, pelo contrário. Enfatizando o peso exigido pelas músicas, o baixo imponente e a bateria muito bem explorada se encarregam de dar extremismo às músicas. Tudo com uma ótima produção, que deixou os instrumentos bem equilibrados.

Destaque para as faixas A Jester Arrayed in Burning Gold, Hæðen, Let the Ravens Have My Eyes e a atmosférica O Death, além de Satans Speaks que foi baseada em um poema do britânico C.S. Lewis, falecido em 1963. Se aprecia Behemoth, Dimmu Borgir e até Immortal, pode encarar de frente!

https://www.facebook.com/ahilltodieuponband
http://www.reverbnation.com/ahilltodieupon

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Holy Despair - A Hill To Die Upon

A Hill To Die Upon: O desespero santo

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "A Hill To Die Upon"

Tradução
O clássico Kill 'em All, do Metallica

A Filosofia de Nietzsche no Rock e no Heavy MetalClassic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivoIron Maiden: banda cai no riso em show nos EUA de 2008Ozzy Osbourne: Sharon conta como o madman quase a estrangulouKerrang!: As 20 melhores músicas do rock em 2014Phil Anselmo: "Sem Vince, não há reunião do Pantera"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online