[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Stamp

Metallica: "72 Seasons" é tão empolgante quanto uma partida de beach tennis

Resenha - 72 Seasons - Metallica

Por Mateus Ribeiro
Postado em 27 de abril de 2023

Nota: 6

Você provavelmente já assistiu, pessoalmente ou pela TV, uma partida de beach tennis, um esporte que consegue ser tão empolgante quanto qualquer jogo de futebol do possante Campeonato Francês. Pois bem, o novo disco do Metallica, intitulado "72 Seasons", pode muito bem servir como trilha sonora para os citados programas, já que não empolga muito.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É claro que esperar qualquer coisa legal ou inovadora por parte do Metallica é o mesmo que esperar um disco novo do Guns N' Roses. E este redator que vos escreve foi ouvir a aguardada obra sem o mínimo de esperança. Ainda bem, pois não há boa vontade no mundo que transforme "72 Seasons" no clássico absoluto que algumas pessoas estão tentando pintar.

Felizmente, não se trata de um "St. Anger", até porque mesmo que James Hetfield e seus companheiros quisessem criar algo tão ruim, não conseguiriam. Por outro lado, o Metallica conseguiu repetir o feito alcançado em "Hardwired…To Self-Destruct" e escreveu músicas enjoativas, plastificadas e que só vão agradar o fã-clube do grupo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para ser justo com os caras, existe energia e disposição em muitos momentos do disco, mas chamar o que se ouve em "72 Seasons" de "volta às origens" (como alguns fizeram e fazem) é um exagero do tamanho de "Inamorata", faixa de encerramento que lembra "Reload" e é um dos poucos momentos realmente interessante e diferente do disco.

Aliás, por falar em "Reload", bons tempos quando o Metallica lançava um disco contestado, mas que tinha faixas do calibre de "Fuel", "The Memory Remains", "Devil's Dance", The Unforgiven II", "Bad Seed" e "Fixxxer".

No final das contas, "72 Seasons" é mais um "jogo ganho" para o Metallica, já que os fãs da banda ficam felizes com tudo que contém a assinatura de James Hetfield, Lars Ulrich, Kirk Hammett e Robert Trujillo. Não se trata de um disco ruim, mas também não estamos diante da oitava maravilha do mundo moderno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quem não é fã da banda, dificilmente vai mudar de opinião. Quem não liga para o Metallica, vai continuar sem prestar muita atenção. Quem idolatra os quatro cavaleiros, continuará idolatrando. E quem joga ou assiste beach tennis ganhou uma trilha sonora adequada para acompanhar as sonolentas partidas de tênis de praia.

Data de lançamento: 14 de abril de 2023
Gravado por: James Hetfield (guitarra/vocal), Kirk Hammett (guitarra), Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria)
Duração: aproximadamente 77 minutos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"72 Seasons"
"Shadows Follow"
"Screaming Suicide"
"Sleepwalk My Life Away"
"You Must Burn!"
"Lux Aeterna"
"Crown Of Barbed Wire"
"Chasing Light"
"If Darkness Had A Son"
"Too Far Gone?"
"Room Of Mirrors"
"Inamorata"


Outras resenhas de 72 Seasons - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.
Mais matérias de Mateus Ribeiro.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS