Metallica: "Load" não é um álbum ruim e crucificável

Resenha - Load - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Prado
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Na vida costumamos dizer que intrinsecamente há dois tipos de categorização, a boa e a ruim. Entretanto temos uma coisa chamada "gosto pessoal", e isso está ligado principalmente com nosso ego, portanto gostamos daquilo que nos faz bem. Porém o ego que citei, comanda a nossa extensão da personalidade, quer dizer, tomamos aquilo que gostamos pra nós, e por isso nos ofendemos tanto quando somos julgados por nossas crenças. Por isso os fãs não gostam que suas bandas mudem seu estilo musical, por mais que o álbum em si seja bom. Fã que é fã é um fanático.
1294 acessosMetallica: a música preferida dos fãs nos shows ao vivo5000 acessosSilverchair: a história por trás da capa de Freak Show

Deu pra entender?

Se tratando da música, quando uma banda ou artista muda seu direcionamento musical, é "simples" a chamar de "vendida", quando o que eles mais querem é explorar algum limite musical. Se é por motivo "benevolente" ou não, é outro problema. Mas acho que deveríamos perder mais tempo discutindo sobre os álbuns que simplesmente gostamos em vez de fanatizar as coisas, ainda mais a música. Em outras palavras, como disse no início do texto e como Zakk Wylde já disse, deveríamos perder mais tempo julgando a música como "boa e ruim". Música é música, e tem pra todos os gostos.

Não estou aqui para "defender" o Load, eu admito que foi realmente um álbum "infeliz" do Metallica, e eu mesmo por muito tempo defendi que a época do "Load" e seu irmão "Reload" foi uma época execrável do Metallica, que aquilo que escutei, não era a banda (e não era mesmo). Bom, não sei realmente o motivo que cercou essa mudança de estilo, talvez tenha sido pelo lado mais comercial mesmo - o que explica o corte dos seus cabelos na época e mudança do logo da banda. Todavia quero aqui expor como esse não é um álbum ruim e crucificável como muitos choram por aí, e entendo que nome Metallica "estragou" o álbum. Sim, reputações podem ser uma grande maldição. E quem mexe com heavy metal sabe disso.

James Hetfield aqui mostra que sim ele pode ser um cantor, e sim ele está em ótima forma aqui. É também de se destacar como Kirk Hammett é um "riff-maker" de primeira linha, é um guitarrista contagiante. Muitos culpam o produtor Bob Rock pela breve mudança da banda, dizem mesmo que no primeiro álbum que ele sentou na cadeira de produtor, o famoso "Black Álbum", foi o prenúncio da morte da banda. Mas é de se reconhecer que o álbum é muito bem produzido. "Load" é o tipo de álbum que é bom pra sentar no bar e ficar ouvindo.

O álbum é cheio de bons riffs, não são "thrash metal", claro que não, mas justamente o que quero expor aqui é isso. O álbum é do Metallica, mas é outro estilo, é um simples álbum de metal e é isso. Feche os olhos e escute. É impossível não reconhecer que músicas como a que abre o álbum, "Aint My Bitch", a mais arrastada "King Nothing", a rápida "Fuel", a contagiante "Cure", a agressiva "Wasting My Hate", "Thorn Within", e a progressiva (porque não?) "The Outlaw Torn", não seriam músicas de metal. Tenho certeza que se uma banda nova tivesse as feito nos idos de 1996 quando "Load" foi lançado, estaríamos a idolatrando agora.

"The Outlaw Torn" aliás vale uma capítulo a parte. A música ficou magnifica com a orquestra no álbum S&M, parece que foi feita para aquela ocasião.

A "Mama Said" que já citei, é uma belíssima balada, até acredito que se ela estivesse em outro álbum ela teria sido bem mais reconhecida. Sobre a música, vale citar que ela foi escrita por James Hetfield, e fala sobre um garoto que está aprendendo a encontrar o próprio caminho na vida longe de sua mãe. A canção foi escrita quase diretamente sobre a relação difícil entre Hetfield e sua mãe, que morreu de câncer.

A medida que você vai crescendo sua cabeça muda, claro, é o amadurecimento. Ele é a causa de você ver certas coisas "com outros olhos", e é assim com música. Se "Load" era uma época execrável pra mim, a medida que os anos passaram fui vendo o álbum com esses "outros olhos", entendo agora porque meu amigo sempre defendeu que "Load" era um grande álbum pra ele, e olha que ele é fã de todas as "fases" do Metallica - melhor dizer isso antes de os "puritanos" o apedrejarem.

Claro que aqui também não irei dizer que o álbum se tornou uma "obra prima" com o tempo, mas que "Load" é um grande álbum, sim meus caros. Se ele tivesse sido feito por outra banda, ou o Metallica tivesse adotado um pseudônimo qualquer, o álbum teria sido bem mais bem recebido e "Mama Said" por exemplo, seria reconhecida como uma bela balada, e não motivo de chacota.

E tenho dito.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Load - Metallica

5000 acessosTradução - Load - Metallica

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de novembro de 2011

MetallicaMetallica
A música preferida dos fãs nos shows ao vivo

244 acessosMeshuggah: e se "Bleed" tivesse a bateria de "St. Anger"?307 acessosMetallica: vídeo profissional de "Creeping Death" em Miami0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
Um dos riffs mais famosos não existiria se não fosse o Soundgarden

Heavy MetalHeavy Metal
25 bandas que fizeram o gênero ser o que é

HomenagensHomenagens
Canções inspiradas em músicos falecidos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

SilverchairSilverchair
A triste história por trás da capa do álbum Freak Show

AerosmithAerosmith
Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

Iron MaidenIron Maiden
O pior momento de Bruce Dickinson no palco

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada5000 acessosMetal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal5000 acessosWikimetal: os 100 maiores álbuns ao vivo já feitos5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982

Sobre André Prado

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online