Em 08/12/2012 | W.A.S.P.: "a hipocrisia humana me afastou da Igreja "

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

W.A.S.P.: "a hipocrisia humana me afastou da Igreja "


  | Comentários:

W.A.S.P. "30 Anos de trovão" é o nome da série de quinze textos que Blackie Lawless publicou no "Official W.A.S.P. Nation Website" para comemorar o trigésimo aniversário de seu grupo, realizado em setembro de 2012. Todo mês o guitarrista, vocalista, produtor e lider do W.A.S.P. escrevia um episódio contando o caminho trilhado por sua banda, uma das mais importantes do mundo do Heavy Metal. No Brasil, W.A.S.P. "30 Years of Thunder" foi traduzido EXCLUSIVAMENTE por Willba Dissidente e publicado primeiramente no Whiplash.net.

Confira a edição de despedida.

Imagem

W.A.S.P. "30 Anos de trovão" - Parte Quinze.

"MEU CÁLICE TRANSBORDOU"

Imagem

Ano passado, enquanto escrevia estas estórias, eu tive tempo para pensar a respeito de muitas, muitas coisas que eu não matutava ao longo de trinta anos. Revisar eventos que ocorreram há tanto tempo meu deu vários choques de memória, porque eu estive sempre tão ocupado com o "agora", que eu nunca tinha a disponibilidade de colocar tudo em perspectiva; algo que me foi possível para escrever tudo isso ao longo destes 15 meses. Verdadeiramente, e de muitas maneiras, foi prazeiroso relembrar a carreira desta banda. Não obstante algumas memórias serem dolorosas, há sempre muito mais coisas boas que ruims. Existem muitas pessoas que eu não mencionei nessas estórias que foram inestimáveis para o W.A.S.P. nessas décadas; e eu gostaria de falar um pouco sobre eles agora.

Um nome que você vê em todos nossos discos é Mike Solan. Ele é barman no clipe de "Blind In Texas". Ele também é a voz (na mesma música) dizendo "Texas" e quando o garçon fala "We got no nome liquor" e mais tarde "Split goofball"! Mike também apresenta a banda no (disco ao vivo) "Live In The Raw". Foi o Ace Frehley (ex - KISS) que nos apresentou ainda nos anos 70 e ele tem sido o melhor amigo que alguém pode querer. Depois de conhecer o Mike, Ace me perguntou como nós dois estávamos nos dando e eu respondi: 'Excelente'! 'Ele é tipo de cara que dá a própria camiseta, não é' me perguntou o Ace e 'absolutamente', eu respondi. Posso dizer, aqui e agora, que sem a ajuda do Mr. Solan, nos nossos primórdios, essa banda nunca teria acontecido!!

Johnny Allan está associado ao W.A.S.P. desde sempre. Ele tem sido nosso gerente de turnê, psiquiatra, técnico da banda e ótimo amigo por mais anos do que eu posso lembrar. Entre o W.A.S.P. e IRON MAIDEN, ele deve ter perdido muitos anos de vida, porém tenho certeza que não há outra banda que ele teria gostado mais de trabalhar!

Não importa o que pode ter acontecido no passado, Chris Holmes deixou sua marca em mim. Eu imagino que toda dupla dinâmica, provavelmente, tem algo de uma relação de 'amor e ódio'. Conosoco não foi diferente. Independente do que ele esteja fazendo na vida, eu o desejo, de coração, o melhor e toda felicidade do mundo.

Muitas edições atrás eu mencionei alguém chamado "Kirk". Seu nome é Kirk Stites e ele também é outro destes indivíduos sem os quais várias coisas teriam sido muito diferente. Foi na oficina da carpintaria do pai dele que nós construímos todos os protótipos de nossos primeiros adereços de palco. Neste mesmo lugar eu tive a idéia insana de vestir uma lâmina de serra na minha forquilha. Foi Kirk e outro membro da nossa equipe, John Pritchard, que pularam na minha frente e me protegeram a primeira vez que eu levei um tiro. O nível de coragem e dedicação destes dois caras é incrivelmente raro. Eu nunca vou esquecer desta noite!!! Obrigado rapazes!!!

Russell Wallace foi quem foi meu assistente pelos primeiros 13 anos, participando de todas as tours na época. Ele nos serviu bem!! Te agradeço por todos esses anos.

Dan Biechele começou conosco em 1996. Ele comandaria minha vida pelos próximos sete anos. Não é um trabalho fácil. Eu não sou diferente das pessoas criativas e, acredite, toda pessoa criativa pode ser trabalhosa!! Você se deu bem, cara!!

Graças a todos e cada de vocês, eu sou uma pessoa melhor por tê-los conhecido!!

Alguns de vocês devem ter percebido. Nas últimas turnês nós não mais tocamos "A.N.I.M.A.L. (F*uck like a Beast)". Eu gostaria de esclarecer isso agora.

Imagem

Me tornei um cristão "de nascimento" quando eu tinha onze anos. Atravessei minha adolescência indo à Igreja, não porque alguém me obrigava, eu ia porque queria. Quando entrei nos anos finais de minha adolescência eu comecei a ser direcionado pelo meu ego e também sentia que algo estava faltando. Me sentia sendo doutrinado pelo pensamento dos outros. Em outras palavras, eu estava ouvindo ao "Gospel de acordo com eles". Eu achava isso hipócrita de muitas maneiras e fiquei muito confuso... Então eu sai da Igreja, por anos eu fiquei o mais longe dela que eu podia. Até o ocultismo eu estudei. Bem, de onde eu venho, isso é um milhão de milhas da Igreja!! Mais ou menos após três anos eu parei de mexer com esse "lixo mágico" porque eu percebi que eu estava trocando uma religião por outra. Vou explicar isso mais tarde.

Foi então que eu deixei isso de lado e comecei a seguir um outro caminho, que eu levaria os próximos 20 anos para entender. Nessa época, circunstâncias aconteceram onde alguém tentou pesadamente destroçar meu pai. Essas pessoas estavam, no duro, tentando tirar dele tudo que ele tinha nesse mundo. Não só o dinheiro dele, mas sua dignidade. Elas tentaram o humilhar publicamente. Eu NÃO podia ficar olhando de braços cruzados. Após recorrentes tentativas de espantar essas pessoas, elas NÃO QUERIAM OUVIR!! Eu estava no meio da gravação de um disco quando uma decisão teve de ser tomada; decisão esta que mudaria toda minha vida. Tive de colocar em ação um plano de ir atrás do principal responsável por todo sofrimento infligido ao meu pai.

Após vários meses, isso chegou a um ponto em que tive de tomar uma decisão e essa era fazer aquela ligação e botar o plano para acontecer. Tudo estava pronto e tudo que eu precisava fazer era uma ligação. Foi num domingo, as 9:30 da manhã. Eu dirigia e parei no semáforo. Eu NÃO QUERIA ter de ligar!! Continuava sentado esperando o semáforo abrir. Devagarzinho eu comecei a fazer algo que não fazia há 20 anos.... eu comecei a rezar. Eu pedi a Deus "afastar de mim esse cálice, pois EU NÃO O QUERO". Eu não queria mesmo ser responsável pelo 'sangue de outras pessoas em minhas mãos'. Se você já amou demais alguém (como eu amo meu pai), então eu espero que você entenda o quão desesperado eu estava. Acho que muitas pessoas se tornam duras quando são pressionadas demais. Elas se tornam capazes de fazer coisas que normalmente nem pensariam. Era onde eu estava. Na manhã seguinte o telefone tocou as 10 da manhã. Era o advogado de meu pai. Ele disse: "Eu não sei o que você fez pra essas pessoas, mas elas TIRARAM TODAS AS ACUSAÇÕES contra o seu pai". Eu deitei na cada...chocado!!! Nem precisei fazer "aquela" ligação, nem tentei ameaçá-los. Eu fiz algo que os corrigiu... EU REZEI!!!!!

Ao longo dos próximos anos eu comecei a volta para minha fé, onde me encontro hoje.

Eu agradeço a DEUS por esse milagre!!

Imagem

Mas essa não foi a única coisa que aconteceu. Tiveram outras, muitas outras, ainda que elas não fossem tão dramáticas ao mundo externo, mas de qualquer forma, indubitavelmente importantes para eu começasse lentamente a voltar para minha fá cristã. Foi então que eu percebi: em todos esses anos estava p*to com Deus por causa do que me referi no começo do texto, a hipocrisia na igreja. Então eu me toquei: eu não estava furioso com Deus, eu estava furioso com o HOMEM!! Furioso com todo doutrinamento, POR QUE eu não estava lendo E interpretando a Bíblia por mim!!! Foi ai que eu comecei a fazer isso. Fiquei muito, muito mais feliz e agora estou verdadeiramente em paz.

Não quero evangelizá-los aqui. Só estou compartilhando com vocês o que aconteceu comigo. Se vocês forem ler qualquer entrevista que eu tenha feito, vocês sabem que já disse isso e vou repetir, PENSE POR VOCÊ MESMO e, a pessoa que você é hoje NÃO É a pessoa que você será daqui a cinco anos. Na extensão do destino, coisas que você nem quer pensar a respeito, podem se tornar uma parte importante de sua vida ao longo do caminho. Foi assim pra mim!!

Anteriormente, eu mencionei que estudava o ocultismo. Isso é algo que quero esclarecer, pois esse gênero de música METAL possui fenomenal quantidade de referências ao ocultismo. O que parece inofensivo na superfície, pode, às vezes, ter trágicas consequências. Uma coisa que eu aprendi, tanto da fé como da vida em geral, é que existem somente duas forças nesse mundo. Ou elas são positivas ou negativas, NÃO HÁ MEIO TERMO. Há quem as chame de bom ou mal. Independente da maneira como você as queira chamar, há SOMENTE duas escolhas que nos restam na vida. Na minha época estudando o oculto, eu o descobri incrivelmente destrutivo, pois você está lidando com uma força negativa.

Tive um amigo que uma vez chegou em mim e perguntou se ele podia usar alguns símbolos do oculto que eu utilizei na banda SISTER.

Eram símbolos que usávamos no nosso logo e ele queria saber se eu iria os utilizar ainda e se não, poderia ele os usar. Eu lhe disse que nunca usaria de novo aqueles símbolos e que ele poderia fazer uso deles se assim quisesse; MAS que era importante para ele entender com o que estaria lidando e o poder atrás daquela negatividade. Ele disse que "não ligava" e eu disse "OK, mas você foi avisado, já que ninguém se envolve com essa coisa sem pagar um preço". De toda forma, ele usou os símbolos e sua banda começou a se tornar uma das maiores bandas de rock do mundo, MAS, a tragédia devastante os seguiu desde o começo da carreira e o continua com eles até hoje. O famoso guitarrista de blues ROBERT JOHNSON escreveu uma música chamada "Crossroads" em que ele vende sua alma ao demônio por fama. Eu não preciso exagerar aqui. Estórias assim foram contadas um milhão de vezes... e por uma boa razão!!!

É apenas algo para vocês pensarem à respeito. Tentem um pouco... vejam o que conseguem!!

Essa minha louca vida tem sido uma estranha jornada. Na canção "My Way", FRANK SINATRA canta "arrependimentos, eu tive alguns. Mas pensando bem, bem poucos para mencionar" (regrets, I’ve had a few, but then again, too few to mention). Isso sumariza muito bem como me sinto em relação à vida.

Penso em retrocesso sobre alguns de meus antepassados e imagino o que eles achavam de suas vida em relação à fama por eles alcançada. Meu tataravô era o general Sam Houston (1793-1863). Para os leitores de fora dos USA, ele foi um dos fundadores da república do Texas antes que ela se tornasse um Estado. A cidade de Houston (capital do Texas) tem o nome dele. Meu bisavô era um artista também. Ele pintou o primeiro logo da Coca-Cola (de acordo como Wikipedia, o logo foi criado por Frank Mason Robinson, que viveu de 1845 a 1923). É o desenho da marca registrada que você vê EM TODO LUGAR! Em qualquer parte do mundo que você for, você verá o trabalho dele. Eu devo dizer que isso me deixa orgulhoso. Muitas vezes eu penso como eles (os antepassados) devem ter se sentido em relação às coisas que eles conseguiram e a fama que eles adquiriram. Eu não me vejo no mesmo nível de notoriedade deles, mas sinto que, às vezes, eu consigo um lampejo do que eles devem ter pensado.

Imagem

Dediquei muito de minha carreira perguntando uma mesma questão. Isso é aquilo que eu acredito que cria o vínculo entre eu e todos vocês: "quem sou eu, e para onde eu estou indo"? Desde o comecinho eu questionava isso com "I Wanna Be Somebody" e então com "Who am I" em "Invisible Boy". Eu acredito que este é o ÚNICO denominador comum que faz os fãs de W.A.S.P. serem tão atraídos pelas minhas letras. Você consegue ver essa pergunta ser feita em todos os álbuns que nós fizemos.

É tudo relacionado à jornada... a busca, se você preferir!!

Para mim... eu a encontrei. Espero que você consiga também!

Então, por agora, essa jornada chegou ao fim. Tem sido um privilégio compartilhar tudo isso com vocês pelo último ano e pouquinho. Algumas pessoas ainda me perguntam "Hey, por que você não escreve um livro"? Bem, de certa maneira eu o fiz. Honestamente, ir mais à fundo na vida de outras pessoas (que é o que você precisa fazer para escrever um livro) não é algo que eu estou interessado; porque você pode acabar machucando essas pessoas. Eu imagino que, se existe alguém que você esteja tão interessado de ler a respeito, de qualquer forma, então "essa pessoa" pode escrever seu próprio livro, o contando quaisquer detalhes sórdidos ou íntimos que "ele" quiser que você saiba da vida "dele"!!

Agora eu me encontro perguntando, o que os próximos 30 vão trazer? O que virá em seguida? Quanto tempo isso vai durar?

SÓ Deus sabe... e, eu imagino, Ele me deixará saber quando Ele estiver pronto!

Fiquem bem e que Deus abençoe todos vocês!!!!

B. L.

Sites relacionados (em inglês):

http://www.waspnation.com/
http://www.facebook.com/W.A.S.P.Nation/
http://twitter.com/WASPOfficial/
http://www.myspace.com/wasp/

Nota do tradutor:

Prezados leitores do Whiplash.net, quero agradecer a todos e a cada um de vocês por terem me acompanhado ao longo destes 15 meses traduzindo os enormes relatos do Blackie Lawless. You rock! Estendo meus agradecimentos à toda equipe do Whiplash.net, que me permitiu que esse trabalho fosse realizado aqui, que acreditaram no próprio e o trataram com o devido respeito. Como vocês já devem ter notado, normalmente textos deste tamanho não são traduzidos na integra; os colaboradores fazem recortes e apresentam trechos em nosso idioma. Por isso que esse projeto do W.A.S.P. foi tão ambicioso. Não esqueço de citar todas que redirecionaram esses episódios aos seus sites e blogs; obrigado pela força!

Espero que todos vocês tenham gostado dos textos! Tentei manter ao máximo os sentidos e a diagramação original do Blackie Lawless, apenas adaptando ao padrão Whiplash.net. Sei que cometi alguns erros de tradução ao longo do processo, mas nunca um equívoco que impossibilitasse o entendimento do texto (a não ser para quem não distingue quantidade de quantia). A todos que me acusavam de usar google translate, faço o desafio: pegue qualquer trecho original destas 15 edições, jogue no google e compare com o que traduzi. Não haverá trechos iguais! Aproveitando, quem se dará a esse infeliz trabalho, compare o que é uma tradução do google com o "30 anos de trovão". O desafio está feito. Quem se habilita? É mais fácil trollar, não?

Possivelmente, não terei outras colunas especiais no Whiplash.net. Entretanto, continuarei colaborando com o site, escrevendo notas sobre bandas de amigos e que eu gosto (em especial o COMANDO ETÍLICO); sempre dando tratamento mainstream ao underground!

Continuem sempre no rock,
Willba.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Matérias e Biografias
Todas as matérias sobre "W.A.S.P.; 30 anos de trovão"
Todas as matérias sobre "W.A.S.P."

W.A.S.P. e Carcass: bandas de gêneros distintos no Arte Extrema
Separados no nascimento: Neil Young e Blackie Lawless
W.A.S.P.: Os supostos plágios de Blackie Lawless.
W.A.S.P.: Chris Holmes se declara disposto a voltar à banda
W.A.S.P.: Uma obra-prima chamada "The Crimson Idol"
W.A.S.P.: ex-guitarrista Chris Holmes junta-se ao Stonebreed
W.A.S.P.: 28 anos do sucesso comercial de "The Last Command"
Nikki Sixx: postando foto "old school" com Blackie Lawless
W.A.S.P.: Blackie Lawless quebra a perna e turnê é cancelada
Dark Glam: "pense no Mötley Crüe misturado com Vampiros".
M3 Rock Festival: vídeos de WASP, Twisted Sister, Loudness
Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs
W.A.S.P.: "a hipocrisia humana me afastou da Igreja "
W.A.S.P.: "a morte de um parente é a morte do passado".
WASP: Blackie Lawless deixa palco chorando

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas