RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemPrince "não sabia lidar com as pessoas", segundo seu antigo empresário

imagemA banda que Mustaine achou que pudesse ser a nova encarnação dos Beatles (e não foi)

imagemSete canções de Rock que citam a Rainha Elizabeth II na letra

imagemBillie Joe Armstrong acorda antes de setembro acabar e mostra o corpo em Miami Beach

imagemAnthrax: Scott Ian revela qual música ele apagaria da história da banda

imagemJoão Gordo e Casagrande conversam sobre soluções inteligentes para a Cracolândia

imagemMetallica queria que o Mars Volta tocasse uma música. Não tocaram. O Metallica tocou.

imagemSalgadinho, ex-Katinguelê, diz que não tem como ouvir Legião Urbana e ser conformado

imagemOs dois filmes que deram origem ao título do novo álbum do Megadeth, segundo Mustaine

imagemSteve Harris explica a mudança no tracklist do "The Number of the Beast"

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar


NFL Steve Harris

Paul Di'Anno: bom show e repertório conservador em Curitiba

Resenha - Paul Di'Anno (Ópera 1, Curitiba, 03/07/2009)

Por André Molina
Em 06/07/09

O primeiro show de PAUL DI’ANNO da turnê brasileira de 2009 não fui muito diferente das últimas apresentações que realizou no Brasil. O set list foi praticamente o mesmo, com muito IRON MAIDEN e algumas canções dos projetos BATTLEZONE e KILLERS. A surpresa foi a canção "Mad Man in the Attic", do disco "Nomad" (último trabalho solo de Di’Anno, que recentemente recebeu o nome de "The Living Dead).

Leia uma entrevista exclusiva com Paul Di'Anno no link abaixo.

Paul Di'Anno: Jack Daniels, Corinthians e Punk Rock

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O ex-vocalista do IRON MAIDEN subiu ao palco do Ópera 1, em Curitiba, no dia 03 de julho, após as bandas de abertura SACREDEATH, EMPIRIOS e FIRE SHADOW. Apesar dos shows terem pouca duração, três bandas de abertura é demais e abusou um pouco da paciência de quem comprou o ingresso para ouvir sucessos da donzela. Uma abertura seria adequada e cumpriria a função de responsabilidade social. Não é a toa que a maioria do público permaneceu fora do local bebendo, a espera da atração principal. A prática pelo menos em Curitiba já virou costume.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após a apresentação da simpática FIRE SHADOW e da ignorada SACREDEATH, a banda de apoio de Di’Anno, SCELERATA, entrou em cena. O público de aproximadamente 150 pessoas recebeu com simpatia o metal melódico dos gaúchos. Antes de Di’Anno subir ao palco, a banda executou algumas canções próprias e, finalmente, o tema instrumental do IRON MAIDEN, "The Ides of March", que deu boas vindas ao lendário primeiro vocalista da donzela.

Em seguida, como previsto pela maioria dos fãs, Di’Anno soltou a voz no clássico "Wrathchild", que o IRON MAIDEN ainda utiliza em seus shows. O destaque ficou com a banda SCELERATA, que agradou o público com arranjos fiéis aos originais. Desta vez, o cantor britânico soube escolher bem a banda, apesar de considerar que o entrosamento ainda não está ideal. "Faltou uma pegada punk, mas vamos melhorar. É início de turnê", disse nos bastidores.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Já o condicionamento físico de Di’Anno parece que melhorou. Apesar de utilizar uma bengala para caminhar devido a um problema muscular na perna, quando subiu ao palco, o vocalista teve um bom desempenho. É claro que a voz não é a mesma gravada no disco de estréia do IRON MAIDEN e no "Killers" ou no ao vivo "Maiden Japan". Chega a ser um clichê dar tal declaração, mas é importante destacar que Di’Anno cantou melhor que em diversos shows feitos no Brasil ultimamente.

Depois do início da apresentação, o público teve o que queria: a execução de clássicos do Maiden. Canções como "Prowler", "Murders in the Rue Morgue", "Remember Tomorrow" e "Killers" satisfizeram todos os fãs presentes. Vale a pena destacar que desta vez, a maioria do público recebeu bem as canções das bandas pós-Maiden de Di’Anno. "The Beast Arise", "Impaler" e "Marshall Lockjaw" foram bem aplaudidas. Os pedidos de Maiden por parte dos fãs, que geralmente acontecem nos shows de Di’Anno, não aconteceram. Teve muita gente que até cantou as músicas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Aliás, a principal surpresa preparada pela banda foi em uma canção da carreira solo de Di’Anno. Como já foi citado anteriormente, "Mad Man in the Attic" contou com um bom arranjo dos gaúchos da SCELERATA. A execução da canção comprova que o ex-vocalista da donzela deveria explorar mais o disco "Nomad".

Mesmo com Di’Anno fazendo uma grande força para a platéia se entreter com as canções da fase solo, as músicas do repertório que mais agradaram foram os clássicos "Phantom of the Opera" e "Running Free", que finalizaram a primeira parte do show em grande estilo. Sem muita demora, a banda retornou com o tema instrumental "Transylvania", que também caracterizou um belo momento e, para fechar definitivamente a apresentação, Di’Anno cantou "Blitzkrieg Bop" dos ídolos RAMONES e "Sanctuary", em uma versão muito mais rápida que a original.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Apesar de o show agradar, muitos fãs da donzela questionaram porque Di’Anno é tão conservador em relação ao repertório. Canções como "Genghis Khan", "Purgatory", "Another Life", "Charlotte the Harlot" ou até mesmo "Women in Uniform" poderiam engrossar o caldo.

Set List

01. Ides of March
02. Wrathchild
03. Prowler
04. Marshall Lockjaw
05. Murders in the Rue Morgue
06. The Beast Arises
07. Children of Madness
08. Remember Tomorrow
09. Impaler
10. Faith Healer
11. A Song For You
12. Killers
13. Phantom of the Opera
14. Running Free

Bis
15. Transylvania
16. Mad Man in the Attic
17. Blitzkrieg Bop
18. Sanctuary

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Paul Di'Anno, ex-vocalista do Iron Maiden, faz a tão esperada operação no joelho

Paul Di'Anno recebe ajuda de Derek Riggs para angariar fundos

Paul Di'Anno se reencontra com Kiss após 42 anos de uma turnê que marcou o Iron Maiden

Paul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

"Não existe esta coisa de New Wave of British Heavy Metal", diz Paul Di'Anno

Paul Di'Anno diz que acha "The Number Of The Beast" um álbum fantástico

Iron Maiden vai pagar por cirurgias e tratamento de Paul Di'Anno

Cirurgias de Paul Di'Anno serão em julho; ainda há risco de amputação

Iron Maiden: Os dois primeiros álbuns soavam horríveis

Paul Di'Anno: pai do vocalista era brasileiro?

Paul Dianno: ele teve mais chances que qualquer um, mas sempre ferrou tudo

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre André Molina

André Molina é jornalista, economista e começou a ouvir heavy metal ainda quando era criança. Tem 30 anos de idade e Rock 'n' Roll é sua religião.

Mais matérias de André Molina.