Paul Di'Anno: Jack Daniels, Corinthians e Punk Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Molina
Enviar correções  |  Ver Acessos

Leia review do show de Curitiba no link abaixo.

Paul Di'Anno: bom show e repertório conservador em CuritibaPaul Di'Anno
Bom show e repertório conservador em Curitiba

Após a vigorosa apresentação de abertura da turnê brasileira de 2009 em Curitiba, na casa noturna Ópera 1, o ex-vocalista do Iron Maiden recebeu o Whiplash em seu camarim para dar uma breve entrevista sobre diversos assuntos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em uma conversa descontraída à base de "Jack Daniels", o cantor fez uma autocrítica construtiva do primeiro show da turnê. "Achei o andamento das músicas um pouco lento. Não foi punk suficiente. Mas é normal em início de turnê. Vamos melhorar. A banda que me acompanha é fantástica (Scelerata). Eles são tecnicamente melhores que os integrantes do grupo paraguaio que fez a turnê de 2006. Estou em um forte ritmo por causa das turnês européia e brasileira. No começo me preocupei, mas agora estou confiante", disse.

No show, Di'anno demonstrou que incluiu mais canções da carreira solo no repertório. Quase metade do set list foi composto de músicas pós-Iron Maiden. Segundo ele, o público está mais acostumado com as canções que não são da banda que lhe consagrou mundialmente. "Os fãs começaram a pedir músicas fora da fase Maiden. Queremos lançar um disco de inéditas em breve. Estamos gravando na Alemanha com músicos de lá", revelou.


Paixão corinthiana

No meio da entrevista, que se tornou um bate papo, Di'anno aproveitou a ocasião para falar de uma das principais paixões que tem no Brasil: o Corinthians. É impossível chegar ao lado dele sem perceber alguma referência ao time paulista. "Sou corinthiano há quinze anos e estou muito contente. Gosto do time porque a torcida lembra minhas origens. Existe um clube semelhante na região em que eu cresci, no lado oeste da Inglaterra. O Corinthians tem muito a ver com o lugar", diz.

Para provar o fanatismo, Di'anno não se contentou em somente falar bem do clube. Ele mostrou a sua carteira da torcida "Gaviões da Fiel", uma das mais tradicionais do futebol brasileiro. "Estou bem satisfeito com a boa fase do time. Ronaldo faz a diferença. Ele é fantástico. Marca gols em todos os jogos", finaliza.

A relação de Di'anno com o Brasil não se resume somente a admiração pelo clube de futebol paulista. Ele tem dois filhos que nasceram no país e adora as turnês brasileiras. No show que realizou em Curitiba, o cantor inglês usou uma camisa da banda punk Ratos de Porão. "É um grupo brasileiro que era bem próxima dos Ramones, e eu adoro", justifica.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Paul D'ianno"Todas as matérias sobre "Iron Maiden"


Kiko Loureiro: Painkiller do Judas com Supla cantando Jesus Cristo do Roberto CarlosKiko Loureiro
"Painkiller" do Judas com Supla cantando "Jesus Cristo" do Roberto Carlos

Iron Maiden: O que a banda tem em comum com Zé Ramalho?Iron Maiden
O que a banda tem em comum com Zé Ramalho?


Gosto duvidoso: As piores capas da história do Rock e Heavy MetalGosto duvidoso
As piores capas da história do Rock e Heavy Metal

Bruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante toursBruce Dickinson
Foi difícil evitar as drogas durante tours


Sobre André Molina

André Molina é jornalista, economista e começou a ouvir heavy metal ainda quando era criança. Tem 30 anos de idade e Rock 'n' Roll é sua religião.

Mais matérias de André Molina no Whiplash.Net.

adGoo336