Matérias Mais Lidas

Van Halen: Yngwie Malmsteen explica que não era somente a técnicaVan Halen
Yngwie Malmsteen explica que não era somente a técnica

SOAD: Serj Tankian solta o verbo contra o Deus da vingança e as religiões opressorasSOAD
Serj Tankian solta o verbo contra o "Deus da vingança" e as religiões opressoras

Nirvana: sobre o que Kurt Cobain canta em Smells Like Teen Spirit, segundo GrohlNirvana
Sobre o que Kurt Cobain canta em "Smells Like Teen Spirit", segundo Grohl

Lamb Of God: Chris Adler diz que saiu da banda por conta do ambiente tóxicoLamb Of God
Chris Adler diz que saiu da banda por conta do ambiente "tóxico"

Iron Maiden: Dennis Stratton diz que guitarras gêmeas na banda foi ideia deleIron Maiden
Dennis Stratton diz que guitarras gêmeas na banda foi ideia dele

Vida de rockstar: sexo, drogas e mau comportamentoVida de rockstar
Sexo, drogas e mau comportamento

Cannibal Corpse: assista o vídeo clipe de Inhumane HarvestCannibal Corpse
Assista o vídeo clipe de "Inhumane Harvest"

Black Sabbath: quem demitiu Ozzy Osbourne no fim dos anos 70, segundo IommiBlack Sabbath
Quem demitiu Ozzy Osbourne no fim dos anos 70, segundo Iommi

GNR: banda que Duff tocava nos anos 1980 lançará disco em abril; confira capa e singleGNR
Banda que Duff tocava nos anos 1980 lançará disco em abril; confira capa e single

Smith/Kotzen: confira vídeo oficial de Scars, nova música da duplaSmith/Kotzen
Confira vídeo oficial de "Scars", nova música da dupla

Propriedade privada: 5 bandas de hard rock e metal com um dono sóPropriedade privada
5 bandas de hard rock e metal com "um dono só"

Kerrang: 10 bandas que não estariam aqui sem o KornKerrang
10 bandas que não estariam aqui sem o Korn

Jerry Lee Lewis: o dia em que ele quase matou John LennonJerry Lee Lewis
O dia em que ele quase matou John Lennon

AC/DC: refrão de Highway To Hell surgiu enquanto Angus Young estava fazendo o número 2AC/DC
Refrão de "Highway To Hell" surgiu enquanto Angus Young estava fazendo o número 2

Metallica: o álbum do Soundgarden que inspirou a criação de Enter SandmanMetallica
O álbum do Soundgarden que inspirou a criação de "Enter Sandman"


Stamp

Deep Purple: Se tornando uma espécie de Ray Conniff do rock?

Resenha - Deep Purple (Citibank Hall, Rio de Janeiro, 22/02/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

Estaria o Deep Purple tornando-se uma espécie de Ray Conniff do rock? Porque cá entre nós, a freqüência com a qual somos visitados pela banda para uma turnê brasileira é impressionante. Foram exatos três shows nos últimos três anos! E sem contar que a banda não lançou nenhum CD de estúdio desde "Rapture Of The Deep" (2005). Mas, ao invés de continuar reclamando deste fato, me juntarei aos fãs que celebram a alegria de poderem ver o bom show de Ian Gillan, Roger Glover, Ian Paice, Steve Morse e Don Airey várias vezes, afinal, a banda está chegando a seu quadragésimo aniversário, e para nós é uma honra e felicidade ser visitados por um dos grupos mais influentes do rock setentista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fotos: Rodrigo Scelza

Esta turnê inicialmente foi divulgada como a "We All Come Down To Montreaux Tour", em alusão ao lançamento do recente CD/DVD que cobriu a aparição do Purple no renomado festival de mesmo nome (que originou a música "Smoke On The Water).
Esta informação seria negada dias mais tarde pelo próprio baixista Roger Glover, que alegou que esta turnê seria apenas uma comemoração dos 40 anos da banda, e que simplesmente eles não entravam em estúdio porque para a banda "gravar não é algo que dê retorno no momento". Com tantos downloads ilegais por aí, não chega a ser bobeira sua convicção, mas se por um lado os downloads prejudicam a venda de CD´s, por outro os shows são sempre uma boa oportunidade de reunir vários fãs, e foi o que aconteceu, num Citibank Hall sem mesas e cadeiras (ALELUIA!), que se não estava lotado, ficou longe de parecer vazio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O show estava marcado para começar às 22hs, mas dois fatores foram determinantes para um atraso de quase duas horas: na fila do show fomos informados que a banda Inquisição tocaria um "set" de 30 minutos como banda de abertura (fato que não constava) da programação original, e problemas com o equipamento da banda. Tal fez com que, no horário previsto para o começo do show, nem a banda de abertura tinha se apresentado. Os mesmos só subiram ao palco às 22:30 (aproximadamente) e detonaram um "set" de 5 músicas, com uma sonoridade altamente influenciada por Black Sabbath e uma boa recepção por parte do público. Não conhecia a banda, mas a coragem de encarar uma platéia sedenta por Gillan e Cia. por si só já lhes valia muitos aplausos. Uma boa versão de "Mob Rules" encerrou o "set" de uma banda que estava nervosa, mas segurou a onda com garra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Passavam das 23h quando fomos informados sobre o problema com o equipamento da banda (a produção foi obrigada a alugar boa parte do mesmo, inclusive o kit de bateria de Ian Paice, em cima da hora), enquanto músicos e "roadies" tentavam acertar o som. Perto da meia noite as luzes se apagam e "Jump" (Van Halen), numa versão "bluegrass" soa no Citibank Hall. Era a deixa para Ian subir na bateria e a banda entrar com tudo ao som de "Pictures Of Home" e "Things I Never Said" ("bonus track" japonesa de "Rapture Of The Deep"). Sem perder muito tempo, e com certo nervosismo, emendam "Into The Fire" e a excelente "Strange Kind Of Woman". De cara Ian Gillan mostrou estar bem melhor do que em 2005 (não compareci ao show do Riocentro), quando tocaram na mesma casa, e Roger Glover parecia o vovô garotão que corre, agita e transborda empolgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Neste momento do show a banda já demonstrava estar mais relaxada (o som estava muito bom, considerando os problemas ocorridos) e Ian Gillan era carisma puro, mesmo sofrendo com a idade (talvez de todos os integrantes seja ele quem demonstre que os anos fizeram seu serviço). Mas o Deep Purple não para e "Rapture Of The Deep" e a surpresa "Mary Long" (de "Who Tho We Think We Are" de 1973) funcionam muito bem, assim como a "nova" "Kiss Tomorrow Goodbye". Neste ponto era hora de Steve Morse fazer seu já tradicional solo ("Well Dressed Guitar" – curiosamente a banda permaneceu no palco, inclusive Ian Gillan em boa parte do mesmo), no qual ele brinca com "riffs" e frases de bandas famosas. Aí está o ponto polêmico do show. Eu entendo perfeitamente que Steve quer brincar com a platéia, e de fato isso funciona muito bem, e que o mesmo é um grande guitarrista, mas para uma banda com 40 anos de serviços prestados ao rock, e com um espectro musical amplo e mágico como o Purple, porque ele não puxa solos ou frases da própria banda? Eu preferiria muito mais ouvir o "riff" de "Burn" do que o de "Sweet Child O´Mine". Nessas horas tenho que dar ouvidos aos que dizem: "Blackmore faz falta..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Terminado o solo de Morse a banda toca "The Battle Rages On", a grande surpresa, e que é bem recebida por todos (do último CD com Ritchie, de 1993), assim como "Lazy", que é seguida por um solo contido de Don Airey (achei meio forçado... um tanto quanto desleixado) abrindo espaço para o urro fenomenal ouvido na casa ao soarem os primeiros momentos de "Perfect Strangers", seguida pelas não menos matadoras "Space Trucking", "Highway Star" (a famosa "intro" crescente que a banda faz há anos"), e o hino mais que obrigatório "Smoke On The Water". Uma sequência que não deixa pedra sobre pedra. A banda se despede e ecos de "Black Night" são ouvidos da platéia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como a voz do povo é a voz de Deus a banda retorna executando "Black Night", deixando "Hush" de fora (esta sequência já era do conhecimento do público e constava no "set" oficial), encerrando com bastante emoção 90 minutos de puro rock.

Podem reclamar que poucas mudanças foram feitas na seleção de músicas, que existem milhões de canções do Purple que merecem ser ouvidas, e que Gillan não tem mais a mesma voz, mas a bateria precisa de Paice (um monstro) e a performance mais que convincente da banda evidenciam que o Purple ainda tem muito o que mostrar para aqueles que querem (e precisam) aprender o que é rock and roll. E tenho dito!

publicidade


Outras resenhas de Deep Purple (Citibank Hall, Rio de Janeiro, 22/02/2008)

Deep Purple: Mais uma oportunidade de conferir a bandaDeep Purple
Mais uma oportunidade de conferir a banda


publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Glenn Hughes: ele se arrepende de ter saído do Trapeze para entrar no Deep PurpleGlenn Hughes
Ele se arrepende de ter saído do Trapeze para entrar no Deep Purple

Ian Paice: Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os temposIan Paice
Ritchie Blackmore apresentou pra ele o maior guitarrista de todos os tempos

Doug Aldrich: explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn HughesDoug Aldrich
Explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn Hughes

Saxon: banda divulga cover para a clássica Speed King, do Deep PurpleSaxon
Banda divulga cover para a clássica "Speed King", do Deep Purple

Yngwie Malmsteen: aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigosYngwie Malmsteen
Aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigos

Rainbow: quando Blackmore invocou espírito de deus pagão em estúdio e assustou geralRainbow
Quando Blackmore invocou espírito de deus pagão em estúdio e assustou geral

Deep Purple: Ian Paice reage a japonesa de 11 anos que o superou na bateriaDeep Purple
Ian Paice reage a japonesa de 11 anos que o superou na bateria

Michael Schenker: por que ele não aceitou entrar no Deep Purple, Motorhead e Ozzy?Michael Schenker
Por que ele não aceitou entrar no Deep Purple, Motorhead e Ozzy?

Glenn Hughes: Coverdale e eu não nos damos bem com os músicos do Deep PurpleGlenn Hughes
"Coverdale e eu não nos damos bem com os músicos do Deep Purple"

Blackmore's Night: novo álbum sai em março, veja capa, faixas e préviaBlackmore's Night
Novo álbum sai em março, veja capa, faixas e prévia

Dimebag Darrell: as 13 músicas de metal favoritas do guitarrista do PanteraDimebag Darrell
As 13 músicas de metal favoritas do guitarrista do Pantera

Deep Purple: A relação da banda com o filme O Exorcista

Regis Tadeu: cinco discos que deram errado (vídeo)


Deep Purple: Blackmore elogia sucessores Satriani e Morse, mas com ressalvasDeep Purple
Blackmore elogia sucessores Satriani e Morse, mas com ressalvas

Ritchie Blackmore: Não tenho razão nenhuma para achar a música divertidaRitchie Blackmore
"Não tenho razão nenhuma para achar a música divertida"

Deep Purple: Ao infinito... E além!Deep Purple
Ao infinito... E além!


Metal: Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gêneroMetal
Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gênero

Bruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl RoseBruce Dickinson
Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.