Artigo: Malcolm Young, recém falecido, vai embora como unanimidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Contrera
Enviar correções  |  Ver Acessos

Começo este artigo de breve homenagem ao Malcolm Young pelo fim, que é o seu começo. Malcolm, o maior guitarrista base da história, foi unânime em toda sua carreira. Chega a ser entediante ver as homenagens: ninguém tem nada a dizer. Ele simplesmente foi o maior.

Lágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confesso-lhe, contudo, que demorei em perceber o óbvio. Não entendia por que meu amigo de infância, o Carioca, gostava tanto da banda. Eu ouvia aquilo e achava simples demais. Não tinha nada demais!

Mas aos poucos a ficha foi caindo. E, quando caiu, foi em definitivo. Eu simplesmente havia deixado de ser mais um fã de bandas de heavy metal. Agora sim eu era roqueiro. AC/DC entrando em minha vida, o próximo item foi o Motörhead. E assim foi indo.

Vendo os vídeos curtos postados aqui no Whiplash.net com depoimentos do Malcolm, espanta-me (sem me espantar) como ele era simples. Como falava simples. Como se expressava bem. Para ele, tudo parecia claro. Não havia nada confuso. Ele sabia de tudo melhor do que ninguém.

Ouvindo-o, percebemos como ele jamais - jamais! - errou. Como ele sempre soube manter-se à sombra do Angus, sem retirar-lhe brilho, e reforçando aquilo que todos queriam e sabiam fazer: rock'n roll. Posso dizer que eu conheço melhor seus acordes que os do Angus.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vê-lo ao fundo do palco gritando, e mantendo a mesma pose de moleque de sempre, era como que uma confirmação. Não estávamos vendo apenas mais um show de rock. Estávamos no meio do maior deles. Naquele que importava.
Nunca pude vê-los no palco. Não fui ao Rock in Rio (o primeiro), assim como perdi todas as outras oportunidades que surgiram no Brasil. Na verdade, tornei-me fã bem tarde, já casado, e enlevado especialmente com "Thunderstruck".

Mas nunca deixei de reparar na genialidade deles, como um todo, e dele, em particular. Os maiores de todos os tempos sempre foram simples. E ele talvez esteja dentre os melhores de todos os maiores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando fui informado, há alguns meses, ou mesmo mais de um ano, que ele estava sofrendo de demência, não cheguei - pasmem - a lamentar. Eu sou esquizofrênico, e sei que do meu estado para a demência é um pulo. Já ele, com tudo o que viveu, e que fez, bom, era quase compreensível. Lamentei, mas não estranhei.

Gosto de muitos guitarristas. E até gosto mais de outros que do Malcolm. Mas não consigo me imaginar gostando de uma guitarra base mais do que a dele. Não consigo imaginar o AC?DC sem ele. Sem sua discrição. Sem sua integridade.

É sempre lamentável quando perdemos uma pessoa insubstituível. É sempre lamentável quando sentimos que algo de nós se vai com ele. Já lamentei isso várias vezes. Lamentei com jornalistas, com dramaturgos, com filósofos, etc. Até com amigos.

Mas com o Malcolm algo parece ainda pior. Eu quase sinto que perdi um amigo. É foda, quase apelação dizer isso, eu sei. Mas é verdade. Um amigo pelo qual todos gostavam. Um amigo que deixou o mundo melhor. O melhor amigo roqueiro de todos.

Vá em paz, Malcolm. Desejo a você uma vida eterna tão louca e simples como foi a sua vida terrena.


Morte de Malcolm Young

AC/DC: Saúde de Malcolm pode ser motivo da aposentadoria?AC/DC
Saúde de Malcolm pode ser motivo da aposentadoria?

AC/DC: Mais detalhes surgem sobre doença de Malcolm Young?AC/DC
Mais detalhes surgem sobre doença de Malcolm Young?

AC/DC: Amigo diz que Malcolm Young não consegue mais tocarAC/DC
Amigo diz que Malcolm Young não consegue mais tocar

AC/DC: Banda confirma que continuará sem Malcolm YoungAC/DC
Banda confirma que continuará sem Malcolm Young

AC/DC: Há um substituto para Malcolm na própria família YoungAC/DC
Há um substituto para Malcolm na própria família Young

AC/DC: Malcolm Young possivelmente sofre de demênciaAC/DC
Malcolm Young possivelmente sofre de demência

AC/DC: Cliff diz que momento é terrível sem Malcolm YoungAC/DC
Cliff diz que momento é "terrível" sem Malcolm Young

AC/DC: Duas homenagens a Malcolm Young no encarte de Rock Or BustAC/DC
Duas homenagens a Malcolm Young no encarte de Rock Or Bust

Malcolm Young: cirurgias para marca-passo e câncer de pulmão

Em 18/11/2017: Morria Malcolm Young, aos 64 anosEm 18/11/2017
Morria Malcolm Young, aos 64 anos

AC/DC: o anúncio oficial da morte de Malcolm YoungAC/DC
O anúncio oficial da morte de Malcolm Young

AC/DC: reveja vídeo de último show com Malcolm YoungAC/DC
Reveja vídeo de último show com Malcolm Young

AC/DC: em vídeo, uma lição de Malcolm YoungAC/DC
Em vídeo, uma lição de Malcolm Young

Malcolm Young: músicos do Sepultura e Ultraje a Rigor lamentam morteMalcolm Young
Músicos do Sepultura e Ultraje a Rigor lamentam morte

AC/DC: Malcolm Young e a juventude que mora em nósAC/DC
Malcolm Young e a juventude que mora em nós

AC/DC: músicos reagem à morte de Malcolm YoungAC/DC
Músicos reagem à morte de Malcolm Young

AC/DC: Ozzy, Duff, Gene e Lars comentam a morte de Malcolm YoungAC/DC
Ozzy, Duff, Gene e Lars comentam a morte de Malcolm Young

Malcolm Young: o triste fim e o legado do arquiteto do AC/DCMalcolm Young
O triste fim e o legado do arquiteto do AC/DC

AC/DC: Dave Mustaine presta homenagem a Malcolm YoungAC/DC
Dave Mustaine presta homenagem a Malcolm Young

Foo Fighters: abrindo show com música do AC/DC em tributo a MalcolmFoo Fighters
Abrindo show com música do AC/DC em tributo a Malcolm

Zakk Sabbath: em SP, público grita nome de Malcolm antes de showZakk Sabbath
Em SP, público grita nome de Malcolm antes de show

Guns N' Roses: banda homenageia Malcolm Young em show; assistaGuns N' Roses
Banda homenageia Malcolm Young em show; assista

Karl Golden: Top 5 AC/DC Songs, dedicated to Malcom Young

AC/DC: Brian Johnson comenta morte de Malcolm YoungAC/DC
Brian Johnson comenta morte de Malcolm Young

Malcolm Young: homenagens de Marcos de Ros, Gastão Moreira e outros

Pearl Jam: homenagem feita por fãs a Malcolm Young, do AC/DC

AC/DC: divulgados detalhes do funeral de Malcolm YoungAC/DC
Divulgados detalhes do funeral de Malcolm Young

Angus Young: Malcolm consegue fazer solos melhor que euAngus Young
"Malcolm consegue fazer solos melhor que eu"

Ted Nugent: descanse em paz, Malcolm Young!

Malcolm Young: o funeral do tranquilo, humilde e discreto músicoMalcolm Young
O funeral do tranquilo, humilde e discreto músico

AC/DC: campanha quer música no topo das paradas em tributo a MalcolmAC/DC
Campanha quer música no topo das paradas em tributo a Malcolm

AC/DC: vídeo compila "momentos de Malcolm Young"

Em 06/01/1953: nascia a lenda Malcolm Young, do AC/DCEm 06/01/1953
Nascia a lenda Malcolm Young, do AC/DC

Todas as matérias sobre "Morte de Malcolm Young"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Morte de Malcolm Young"Todas as matérias sobre "AC/DC"Todas as matérias sobre "Malcolm Young"


Lágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarLágrimas nos olhos
25 músicas para chorar

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista


Sobre Rodrigo Contrera

Rodrigo Contrera, 48 anos, separado, é jornalista, estudioso de política, Filosofia, rock e religião, sendo formado em Jornalismo, Filosofia e com pós (sem defesa de tese) em Ciência Política. Nasceu no Chile, viu o golpe de 1973, começou a gostar realmente de rock e de heavy metal com o Iron Maiden, e hoje tem um gosto bastante eclético e mutante. Gosta mais de ouvir do que de falar, mas escreve muito - para se comunicar. A maioria dos seus textos no Whiplash são convites disfarçados para ler as histórias de outros fãs, assim como para ter acesso a viagens internas nesse universo chamado rock. Gosta muito ainda do Iron Maiden, mas suas preferências são o rock instrumental, o Motörhead, e coisas velhas-novas. Tem autorização do filho do Lemmy para "tocar" uma peça com base em sua autobiografia, e está aos poucos levando o projeto adiante.

Mais matérias de Rodrigo Contrera no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280