Matérias Mais Lidas

Pabllo Vittar: usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São PauloPabllo Vittar
Usando camiseta de banda de hardcore crust do interior de São Paulo

Roger Waters: Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundoRoger Waters
"Mark Zuckerberg, um dos idiotas mais poderoso do mundo"

Crypta: Os seis heróis de Fernanda Lira no baixoCrypta
Os seis heróis de Fernanda Lira no baixo

Rush: Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filhoRush
Glen Peart, pai do baterista Neil Peart, morre um ano e meio após o filho

Covers: dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolosCovers
Dez bandas de rock e metal que gravaram álbuns para homenagear seus ídolos

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC
As ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Baixistas: os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na listaBaixistas
Os 30 maiores de todos os tempos - até um youtuber entrou na lista

Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

AC/DC: a reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vezAC/DC
A reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vez

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Toyah Willcox e Robert Fripp: Confira versão de Sweet Dreams, do EurythmicsToyah Willcox e Robert Fripp
Confira versão de "Sweet Dreams", do Eurythmics

Chorão: quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e RenatoChorão
Quando o vocalista do Charlie Brown Jr tretou com Hermes e Renato

Kiss: veja o rápido show de volta aos palcos em Nova IorqueKiss
Veja o rápido show de volta aos palcos em Nova Iorque

Iron Maiden: As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a LoudwireIron Maiden
As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a Loudwire

David Ellefson: a diferença de trabalhar com Max Cavalera e Dave Mustaine, segundo eleDavid Ellefson
A diferença de trabalhar com Max Cavalera e Dave Mustaine, segundo ele


Stamp
Pentral

Rock Nacional: O conflito dos 27 anos.

Por Evandro Souza
Em 01/09/15

Para os nascidos no final da década de 80, assim como para aqueles que vieram ao mundo no início da década de 90, parece regra a falta de identificação com o rock nacional. Se, por um lado, a geração imediatamente anterior cresceu com a identificação e se mantém fiel à bandas como LEGIÃO URBANA, OS PARALAMAS DO SUCESSO, TITÃS E CAPITAL INICIAL, os jovens de 20 e poucos anos pouco se sentem tocados por estas, salvo em seus vários hits.

PLEBE RUDE, HANÓI-HANÓI, UNS E OUTROS e sua "Carta aos Missionários" fazem parte da trilha sonora daqueles que acompanharam o rock 80 em seu lado B. Ainda assim, o resgate à memória destas bandas é restrito àqueles que, de certa forma, fizeram parte da cena.

Se havia alguma esperança de identificação contínua com o rock nacional para quem viveu sua adolescência no início dos anos 2000, esta foi abortada com o término inesperado dos RAIMUNDOS na época, e enterrada posteriormente com a "Malhacionização" do CHARLIE BROWN JR. e suas trilhas sonoras novelísticas teen.

Somos uma geração que ao, chegar da aula, acompanhávamos as constantes reprises dos clássicos álbuns "MTV Unplugged" de NIRVANA, PEARL JAM E ALICE IN CHAINS. Estou falando dos idos dos anos 2000-2001, um tempo em que, mais do que nunca se consolidavam as boy-bands. Portanto, os que na época, não se identificavam com aquele cenário POP, acabou sendo doutrinado no Grunge, talvez com dez anos de delay em relação ao seu surgimento.

Enquanto isso, o rock nacional nos apresentava DETONAUTAS ROQUE CLUBE, CPM 22, bandas estas que tinham suas referências e inspirações nas bandas, justamente, dos anos 80. Um desamparo para aquele público que, naquele momento, já não escutava praticamente nada produzido em português.

Vale ressaltar que, longe do mainstream dos festivais "Pop Rock Brasil" havia o trabalho bastante original e quase militante ocorrendo em paralelo, mantido pela NAÇÃO ZUMBI, MUNDO LIVRE S.A, que traziam e ainda trazem a atitude de uma música que tem seu público, o valoriza, e não mendiga espaço em emissoras de rádio.

No Brasil é assim: as bandas de ‘rock’, que tocam pop rock (vejam a ironia) estão fadadas à falta de identificação de uma geração.

Toda a confusão se resume ao seguinte questionamento: Alguém consegue imaginar dois amigos reunidos sugerindo formar uma banda com uma pegada nacional? Dos anos 2000? Dos anos 90, 80? Improvável.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo