Kiko Loureiro fala sobre trabalho solo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Fuchs
Enviar Correções  

O guitarrista do ANGRA Kiko Loureiro, durante cerca de 60 minutos, participou do programa Stay Heavy, falando entre outras coisas sobre seu CD solo intitulado "No Gravity", a ser lançado no dia 15 de fevereiro. O guitarrista reforçou durante a entrevista a participação do baterista do RAGE, Mike Terrana, comentando sobre como este álbum foi gravado em maio, na Alemanha, com produção de Dennis Ward, contendo treze faixas instrumentais. Foi muito interessante a colocação de clipes do Rage enfocando o baterista, pois os que não estavam familiarizados com esta poderosa banda, pudessem conhecer o trabalho e o modo como Mike, um dos maiores bateristas da atualidade, comanda as baquetas.

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Slash: "Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor

Vale o registro que Kiko se encarregou dos demais instrumentos além das guitarras,como violão, baixo, teclado, piano e percussão. Ele explicou que por problemas de datas ele mesmo fez as partes do baixo, pois não conseguiu "casar" as agendas do pessoal do GRAVE DIGGER e seu parceiro de banda Felipe Andreoli para ajudá-lo nas partes que envolviam o baixo.

Kiko, Mike Terrana e Felipe Andreoli estarão em uma mini-turnê na Europa ainda este semestre, com datas a serem confirmadas na França e talvez Itália, é o caso de se aguardar. Ele também falou de suas influências como Jeff Beck, Joe Satriani e Steve Vai e citou como uma de suas obras preferidas o "Rising Force" do sueco/americano Yngwie Malmsteen.

Com a classe de sempre a dupla de apresentadores do programa Cintia e Vinicíus procurou não entrar em polêmica sobre o assunto Angra e Shaman e para encerrar o guitarrista disse que até hoje estuda música, tendo aulas de piano.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Slash: Sweet Child é a coisa mais gay que alguém poderia comporSlash
"Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor


Sobre Fernando Fuchs

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernando Fuchs no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin