Led Zeppelin: a formação da banda foi mistura de destino e visão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Village Voice, Tradução
Enviar Correções  

Katherine Turman do Village Voice recentemente conversou com o guitarrista do LED ZEPPELIN, Jimmy Page, por telefone, de Londres na Inglaterra, e discutiram vários assuntos, como sua autobiografia, relançamentos do ZEPPELIN e mais:

Como produtor e membro da banda, o seu "lado produtor" teve a última palavra nas decisões das faixas e coisas desse tipo ou foi algo democrático?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Page: "Nós levamos em conta, obviamente, mas você também tem que entender que originalmente esses álbuns eram feitos para o vinil e essa era a forma que existia. Você tinha que ouvir um lado e então virar para o segundo lado. Um lado finalizava com ‘Stairway To Heaven’ e o outro lado finalizava com ‘Levee Breaks’, então toda a seleção de faixas era algo tão importante quanto possível. Isso ditava o impacto da faixa seguinte. Agora em CDs, você vai direto para aquilo que seria a última faixa do disco, e você pode ouvir diretamente ‘Black Dog’ e depois ‘Levee breaks.’ Nos dias dos álbuns, eu acho que era realmente importante a forma como nós escolhíamos a ordem. Então eu juntava tudo, tocava para todos e eles diziam ‘Sim’."

Normalmente os produtores são como babás no estúdio, controlando os egos e segurando mãos, ou eles tem que impor vontades como ditadores. Você teve que fazer algum desses?

Page: "Bem, eu estava meio que formando isso tudo, não? Porque eu tinha escrito o material e quando eu juntei na banda, eu realmente sabia o que queria fazer com ela, antes mesmo de ter uma banda formada. Eu sabia exatamente o caminho que iria percorrer, iria atravessar todos esses clubes underground que eu tinha feito na América com o YARDBIRDS, ia flertar com rádios FM para tocarem músicas que eram mais longas que três minutos ou dois minutos e meio. As rádios underground, eu sabia exatamente onde estava indo com isso e que não iríamos fazer singles. Eu sabia o que esperar se conseguisse os músicos certos. Agora o destino interveio nesse ponto e os músicos caíram muito bem, e conseguimos fazer algo bem profundo."

Exatamente. Destino e visão. Ambos.

Page: "Parece isso, não? O destino interveio ou ditou que deveríamos atravessar horizontes musicais, atravessar o mapa da música e nós fizemos isso."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280