Led Zeppelin: a formação da banda foi mistura de destino e visão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Village Voice, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 28/11/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Katherine Turman do Village Voice recentemente conversou com o guitarrista do LED ZEPPELIN, Jimmy Page, por telefone, de Londres na Inglaterra, e discutiram vários assuntos, como sua autobiografia, relançamentos do ZEPPELIN e mais:

4254 acessosBlend Guitar: os dez álbuns de Rock mais vendidos nos EUA5000 acessosRoadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Como produtor e membro da banda, o seu “lado produtor” teve a última palavra nas decisões das faixas e coisas desse tipo ou foi algo democrático?

Page: “Nós levamos em conta, obviamente, mas você também tem que entender que originalmente esses álbuns eram feitos para o vinil e essa era a forma que existia. Você tinha que ouvir um lado e então virar para o segundo lado. Um lado finalizava com ‘Stairway To Heaven’ e o outro lado finalizava com ‘Levee Breaks’, então toda a seleção de faixas era algo tão importante quanto possível. Isso ditava o impacto da faixa seguinte. Agora em CDs, você vai direto para aquilo que seria a última faixa do disco, e você pode ouvir diretamente ‘Black Dog’ e depois ‘Levee breaks.’ Nos dias dos álbuns, eu acho que era realmente importante a forma como nós escolhíamos a ordem. Então eu juntava tudo, tocava para todos e eles diziam ‘Sim’.”

Normalmente os produtores são como babás no estúdio, controlando os egos e segurando mãos, ou eles tem que impor vontades como ditadores. Você teve que fazer algum desses?

Page: “Bem, eu estava meio que formando isso tudo, não? Porque eu tinha escrito o material e quando eu juntei na banda, eu realmente sabia o que queria fazer com ela, antes mesmo de ter uma banda formada. Eu sabia exatamente o caminho que iria percorrer, iria atravessar todos esses clubes underground que eu tinha feito na América com o YARDBIRDS, ia flertar com rádios FM para tocarem músicas que eram mais longas que três minutos ou dois minutos e meio. As rádios underground, eu sabia exatamente onde estava indo com isso e que não iríamos fazer singles. Eu sabia o que esperar se conseguisse os músicos certos. Agora o destino interveio nesse ponto e os músicos caíram muito bem, e conseguimos fazer algo bem profundo.”

Exatamente. Destino e visão. Ambos.

Page: “Parece isso, não? O destino interveio ou ditou que deveríamos atravessar horizontes musicais, atravessar o mapa da música e nós fizemos isso.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de novembro de 2014

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez álbuns de Rock mais vendidos nos EUA

54 acessosEm 08/11/1971: Led Zeppelin lança o seu clássico quarto álbum1318 acessosJohn Frusciante: Carta manuscrita para Jimmy Page colocada à venda1665 acessosRobert Plant: ouça "Bones of Saints", do álbum "Carry Fire"700 acessosLed Zeppelin: em vídeo, análise vocal de Robert Plant788 acessosYardbirds: álbum de 1968 produzido por Jimmy Page sai em novembro0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Jimmy PageJimmy Page
Antes do Led Zeppelin a carreira como músico de estúdio

Kiss FmKiss Fm
As 500 mais pedidas na programação em 2008

Led ZeppelinLed Zeppelin
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

RoadrunnerRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Paul Di AnnoPaul Di Anno
Qual a opinião dele sobre Bruce Dickinson?

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Tudo o que você sempre quis saber sobre ele

5000 acessosOzzy Osbourne: Nirvana e Green Day entre as bandas favoritas5000 acessosKrisiun: "Edu Falaschi não viveu o underground"5000 acessosOzzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre ele5000 acessosAxl Rose: dez grandes performances sem Slash ou Duff4188 acessosPeavey: como marca revolucionou o mercado de amplificadores5000 acessosMetal Hammer: os melhores discos de 2016 segundo a revista

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online