Black Mirrors: banda que agradará aos fãs de Indie e alternativo

Resenha - Günther Kimmich - Black Mirrors

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

"Se Janis Joplin, Jack White, Anouk, Nirvana e Queens Of The Stone Age tivessem a chance de se reproduzir, o BLACK MIRRORS teria sido sua criação favorita."

Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposLauren Harris: Como é ser filha do baixista do Iron Maiden

Pode parecer muita pretensão, mas é da forma acima descrita que a banda se define. E não é desmerecendo o som da banda - que este que vos escreve gostou de fato. Mas é que ainda falta muita estrada para os belgas percorrerem. Depois de alguns anos se ainda estiverem na ativa, a gente pode até voltar a falar deles por aqui. Mas vamos ao que interessa:

Atualmente formada por Marcella Di Troia (vocais), Pierre Lateur (guitarras), e Loïc (baixo) e Edouard Cabuy (bateria), o grupo de Bruxelas/Bélgica faz um rock n roll orgânico e visceral na linha de similares como Loucifer e The Oath, mas também e possível perceber resquícios de soudgarden e, na percepção deste que vos escreve, até de Diamond Head.

Funky Queen (2017), o EP de estreia dos novatos explodiu os alto-falantes dos lugares por onde passou. Com o EP, o quarteto estava simplesmente se aquecendo para coisas maiores. Olhe para o espelho negro e veja um bom exemplo do que está acontecendo de novo no rock europeu! Nem tão experiente, Marcella Di Troia é uma ótima vocalista e passa segurança como frontwoman e o resto da banda acompanha seu ritmo com muito entusiasmo. Banda que certamente agradará aos fãs de Indie e alternativo.

Referências: YouTube Oficial




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Black Mirrors"


Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Lauren Harris: Como é ser filha do baixista do Iron MaidenLauren Harris
Como é ser filha do baixista do Iron Maiden

Max Cavalera: Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nomeMax Cavalera
"Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nome"

Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

Slayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecidoSlayer
Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido

Regis Tadeu: Boa viagem de volta ao seu planeta, David BowieRegis Tadeu
Boa viagem de volta ao seu planeta, David Bowie

Programa Livre: melhores performances musicais da atração do SBTPrograma Livre
Melhores performances musicais da atração do SBT


Sobre Ricardo Cunha

Apaixonado por música e estudante de Filosofia, juntou os interesses para escrever principalmente sobre rock e metal.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336