Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Smith/Kotzen: primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklistSmith/Kotzen
Primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklist

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Iced Earth: Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Metallica: todas as faixas do polêmico Load, da pior para a melhorMetallica
Todas as faixas do polêmico "Load", da pior para a melhor

Dream Theater: bateria do próximo álbum já está gravada, segundo Mike ManginiDream Theater
Bateria do próximo álbum já está gravada, segundo Mike Mangini

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava


Matérias Recomendadas

Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

USA Today: as 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUAUSA Today
As 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUA

Nirvana: Dave Grohl explica porque não toca clássicos ao vivoNirvana
Dave Grohl explica porque não toca clássicos ao vivo

Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Slayer: Kerry King fala sobre sua relação com religiõesSlayer
Kerry King fala sobre sua relação com religiões

Dead Daisies
Stamp

Red Rose Speedway: teria Paul McCartney ainda que provar algo?

Resenha - Red Rose Speedway - Wings

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Luiz Paiz, Fonte: 80 minutos
Enviar Correções  

Se tratando de negócios, sim! Após o lançamento do criticado "Wild Life", McCartney estava determinado a dar a volta por cima. Converteu os Wings em um grupo de cinco, adicionando o guitarrista Henry McCullough como apoio a Denny Laine e propôs à gravadora, um álbum duplo. Nada feito! A intenção da gravadora era reduzir custos e lançar um álbum mais direto e comercial. Além disso, McCartney foi "convidado" a lançar o novo trabalho em nome de "Paul McCartney And Wings", buscando maior visibilidade. O produtor Glyn Johns foi convidado a produzir as sessões de gravação do álbum, mas acabou desistindo logo em seguida. Primeiro por algumas desavenças com Paul e segundo por não ter se impressionado como esperava com o material entregue.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na minha opinião, "Red Rose Speedway" mostra um Paul McCartney de volta aos trilhos, buscando uma nova identidade dentro de sua nova banda, em que tentava a todo instante mostrar aos ouvintes que realmente se tratava de um grupo e não um projeto solo. Há grandes momentos e é possível notar uma grande expansão das influências de Paul como compositor. Além das faixas lançadas no álbum e resenhadas mais abaixo, destas sessões também saíram grandes músicas, como a espetacular 007 "Live And Let Die", a censurada "Hi, Hi, Hi", a divertida "C Moon" e a country "Country Dreamer".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Começando com "Big Barn Bed", é possível notar nesta faixa a intenção de Paul em realmente projetar os Wings como um conjunto. Grandes vocais em uma faixa que não é espetacular, mas é interessante.
Em seguida, o primeiro grande "hit" dos Wings, "My Love". Belíssima balada, que inclusive fez o álbum atingir o topo e poderia estar tranquilamente em qualquer álbum dos Beatles. Particularmente acho a versão ao vivo do álbum "Paul Is Live" a melhor delas. Fantástica. Além disso, a faixa eternizou o guitarrista Henry McCullough, autor de um dos solos de guitarra mais belos da história do Rock.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Curiosamente acho "Get on the Right Thing" uma das melhores faixas. Não sei, tem algo nela que me encanta. Uma faixa diferente, inovadora e com grande execução por parte dos músicos, principalmente de Paul.
"One More Kiss" é engraçadinha. Explora o que disse anteriormente, sobre Paul ter expandido seu leque em termos de composição. Uma bela e animada balada.

Outro grande momento do álbum é "Little Lamb Dragonfly". De melodia belíssima e com performance emocionante de Paul, é uma balada quase que progressiva e de muito bom gosto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com pitacos de "Martha My Dear", "Single Pigeon" poderia figurar entre as faixas de Paul para o álbum branco dos Beatles. Uma bela balada conduzida pelo piano característico de Paul.

"When the Night" é mais um destaque. Adoro estas faixas diferentes de Paul, com belas melodias, fugindo um pouco do tradicional e daquelas manjadas sequências de acordes do pop/rock.

A próxima faixa, "Loup (1st Indian on the Moon)", não gosto. Desnecessária, sendo que nada acrescenta. Inclusive, esta faixa consta em um artigo do site da Rolling Stone internacional chamado: As doze canções mais esquisitas de Paul McCartney. Sem mais...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Finalizando o álbum, a última faixa é um medley com as canções "Hold Me Tight", "Lazy Dynamite", "Hands of Love" e "Power Cut". É até interessante e gosto principalmente das duas baladas "Hold Me Tight" e "Lazy Dynamite". É impossível não perguntar a si mesmo se Sir Paul McCartney tentou aqui repetir o sucesso do fantástico medley do álbum Abbey Road do Beatles. O motivo foi o mesmo, muitas faixas inacabadas que acabam virando um apanhado. Segundo Paul e Denny Laine, estas faixas teriam outro formato se o álbum tivesse sido lançado como duplo. Claro que o medley do já citado álbum dos Beatles é imbatível.

Gosto de "Red Rose Speedway". Acho que realmente colocou Paul nos trilhos. Além disso, sem ele não teríamos "Band On The Run", o primeiro clássico de Paul na era pós-Beatles. Antes disso, infelizmente o grupo sofreria uma enorme debandada, forçando Paul a produzir mais e melhor. Há males que vem para o bem.

Tracklist:

Big Barn Bed 3:48
My Love 4:06
Get On The Right Thing 4:15
One More Kiss 2:27
Little Lamb Dragonfly 6:18
Single Pigeon 1:52
When The Night 3:36
Loup (First Indian On The Moon) 4:21
Medley (11:14)
- Hold Me Tight
- Lazy Dynamite
- Hands Of Love
- Power Cut