D.I.E.: Clara evolução em novo material

Resenha - II - D.I.E.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Muito mais bem produzido e executado que o primeiro EP autointitulado do D.I.E,. "II" mostra uma banda com uma sonoridade evoluída, demonstrando que o tempo de estrada fez bem para o conjunto.

5000 acessosPresença de Palco: dicas para iniciantes‏5000 acessosDane-se Bruce Dickinson: Simone Simons no metrô é muito melhor

E, para quem não sabe, a banda tem em sua formação os mascarados que se apresentam pelos pseudônimos de Charles Guerreiro (vocal), Hell Hound (guitarra), Roger Vorhees (baixo) e Mortiz Carrasco (bateria), também responsáveis pelo trabalho anterior, e que aqui lapidaram um pouco mais as composições, deixando um pouco de lado as influências de death metal, e focando mais no lado thrash/hardcore, com influências de banda como EKTOMORF, BIOHAZARD e HATEBREED.

Ao contrário do EP anterior, em que os vocais ficaram sobrepostos, aqui a coisa ficou muito bem equilibrada, deixando mais evidente o poder de fogo do quarteto, graças à ótima produção de Fabiano Gil e Umberto Buldrini, com o auxílio da própria banda. A escolha dos timbres dos instrumentos, bem brutais e sujos, e com um leve toque moderno, deixou tudo agressivo na medida certa, como o estilo exige.

Além disso, a banda optou por trazer mais variedade em sua sonoridade, trazendo faixas velozes, como "Truth Like Yourself" e "Religion", mas também mostrando qualidade em momentos mais cadenciados, como na groove "Space to Destroy" , sem em momento algum abrir mão do peso.

Vale citar também a faixa de encerramento, "Lost", em que há uma mescla entre a velocidade e a cadência, sendo a mais diversificada do material, que embora curto consegue se destacar, mostrando uma banda pronta para lançar um álbum completo!

II – D.I.E.

1. Truth Like Yourself
2. Religion
3. Space to Destroy
4. Lost

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "D.I.E."

Presença de PalcoPresença de Palco
Dicas para iniciantes‏

Dane-se Bruce DickinsonDane-se Bruce Dickinson
Simone Simons no metrô é muito melhor

James HetfieldJames Hetfield
A "evolução" de sua voz em "Seek And Destroy"

5000 acessosKid Vinil: "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"5000 acessosSebastian Bach: "São Paulo foi o melhor show da minha vida"5000 acessosKiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos5000 acessosSepultura: Gloria Cavalera lembra da louca turnê com o Pantera5000 acessosRush: Análise vocal de Geddy Lee5000 acessosMetallica: Lars é um bom baterista? Mike Portnoy explica

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online