Chaos Synopsis: A trilha sonora de assassinos em serie

Resenha - Art of Killing - Chaos Synopsis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vicente Reckziegel
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Muitas bandas resumem-se a tocar sempre a mesma coisa, da mesma forma que milhares de outras antes delas. E são estas que corroboram com a grande máxima do meio Metal: “Bandas boas são as antigas, as novas são somente meras cópias das mesmas”. Ainda bem que alguns grupos derrubam essa afirmação, e ainda mais legal quando uma dessas bandas vem aqui do nosso Brasil varonil.
78 acessosChaos Synopsis: Assista o novo videoclipe "Storm of Chaos"5000 acessosAxl Rose: ajudando a confortar garçonete que sofreu ofensa racista

“Art of Killing”, segundo álbum da banda paulista Chaos Synopsis, é realmente um dos discos mais legais que tive a oportunidade de conhecer nos últimos tempos, principalmente no segmento mais extremo do Metal. E isso fica nítido já na primeira faixa, a primorosa “Son of Light”, com sua bateria absurdamente pesada , riffs certeiros e um vocal transbordando ódio, tudo que a parte lírica da música exige. Não seria absurdo dizer que “Son of Light” já vale o disco, mas que essa música é o ponto alto do álbum não é nenhum exagero.

Mas a violência (não gratuita) continua nas demais faixas de “Art of Killing”. Como no começo mais cadenciado mas ainda com um peso indescritível de “Vampire Of Hannover”, onde os guitarristas JP e Marloni dão simplesmente um show de riffs. Show esse que continua em toda a audição do álbum.

“Rostov Ripper” foi a primeira música apresentada pela banda aos fãs, e continua mantendo o nível nas alturas. Já a essa altura a banda já ganhou a parada e o restante da audição em “Art of Killing” transcorre da melhor maneira possível. Ainda deve se destacar duas ótimas faixas, “BTK (Bind, Torture, Kill)” cujo solo de guitarra remete a bandas de Southern Rock, ou seja, na contramão do que se espera de uma banda de Death/Thrash Metal, e justamente por isso ficou muito legal, pois casou perfeitamente com a música em questão. E a faixa que encerra o disco, a instrumental “Art of Killing”, traz uma serie de variações, fugindo um pouco do padrão mais pesado do restante do álbum.

“Art of Killing” é daqueles discos para ser ouvido como antigamente, com o encarte na mão, acompanhando as letras, pois as mesmas envolvem o ouvinte de forma extraordinária, pois versam sobre a historia de assassinos em serie, a arte de matar. Tudo isso faz com que o disco tenha aquele algo a mais, que o diferencie e coloque no rol daqueles que se tornarão clássicos de um estilo e/ou época.

O Chaos Synopsis está prestes a lançar seu terceiro disco, mas já carregam o “peso” de manter o nível lá em cima, pois sem dúvida alguma “Art of Killing” os colocou um patamar acima na lista das grandes bandas extremas do Brasil...

Tracklist:
1. Son of Light 04:28
2. Vampire of Hanover 03:49
3. Rostov Ripper 04:17
4. Bay Harbor Butcher 03:40
5. Demon Midwife 02:50
6. Red Spider 03:37
7. Zodiac 03:17
8. B.T.K. (Bind, Torture, Kill) 04:13
9. Monster of the Andes 03:20
10. Art of Killing 06:18

Jairo - Insane Propaganda and Heavy Strings
Friggi - Madbeats
JP - Guitars ov Dementia
Marloni - Guitars ov Insanity

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Art of Killing - Chaos Synopsis

396 acessosChaos Synopsis: no rol de melhores do ano, sem dúvidas527 acessosChaos Synopsis: tudo no novo material é digno de gente grande229 acessosChaos Synopsis: Thrash/Death repleto de riffs rápidos e precisos498 acessosChaos Synopsis: um dos grandes destaques de nossa cena em 2013543 acessosChaos Synopsis: Thrash Metal com pitadas Death fantástico672 acessosChaos Synopsis – aula de insanidade humana em forma sonora

78 acessosChaos Synopsis: Assista o novo videoclipe "Storm of Chaos"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Chaos Synopsis"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Chaos Synopsis"

Axl RoseAxl Rose
Ajudando a confortar garçonete que sofreu ofensa racista

GuturalGutural
Mulheres que fazem vocal em bandas de Metal

SlashSlash
"O Velvet Revolver foi divertido, mas um desastre"

5000 acessosJoão Gordo: meteu a mão na cara do Cazuza por ele ser folgado5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson5000 acessosRockstars: os piores empregos antes da fama3285 acessosHelloween: "Future World" em mashup com os três vocalistas5000 acessosGhost: entendendo a banda de acordo com as críticas mais comuns5000 acessosSepultura: 10 fatos sobre o álbum "Schizophrenia"

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online