Ramones: "End of the Century" é altamente recomendável

Resenha - End of the Century - Story of the Ramones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Orestes Silva
Enviar correções  |  Ver Acessos

Dirigido por Michael Gramaglia e Jim Fields este documentário de 112 minutos (já lançado em DVD no Brasil) saiu no ano de 2003 e foge dos moldes de todos os demais documentários. O intuito dos diretores não foi o de festejar e mostrar a alegria de uma grande banda de rock. Ao Contrário, o objetivo é expor o lado negro. As brigas, a luta pelo domínio de liderança, os desafetos por causa de mulheres, o excesso de drogas, as decepções. Está tudo ali. De maneira crua a ponto do próprio Johnny Ramone (guitarrista) ficar irritado em cena com as perguntas provocantes e posteriormente ao assistir o resultado final do filme.

Patinhos feios: grandes álbuns que são subestimados - Parte 1Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


A lista de entrevistas realizadas exclusivamente para este documentário é grande (com exceção dos depoimentos do vocalista Joey Ramone, por ter falecido dois anos antes). Joe Strummer (The Clash), Deby Harry (Blondie), familiares dos músicos da banda, Legs McNeil, Rob Zombie, Glen Matlock (Sex Pistols), Kirk Hammet (Metallica) dentre muitos outros, compõem a sequência. Contudo, as falas estão editadas de forma a priorizarem as "feridas" da banda. Já era de conhecimento público que Joey passou a odiar Johnny, por este lhe ter roubado e casado com a namorada. Trauma jamais superado pelo vocalista e motivo de inspiração para a composição de muitas letras amargas. O mesmo guitarrista Johnny impunha, quase militarmente, a liderança sobre os demais, a ponto de exigir o "uniforme" de jeans rasgado e jaquetas de couro. Motivo de contestação por parte de Dee Dee Ramone (baixista criador da banda). O excesso abusivo de álcool do baterista Marky Ramone, que chegou a ser afastado vários anos por isso, e o simples fato de todos terem de aturar a convivência entre si por anos, dentro de ônibus, camarins, hotéis e aviões, levou todos os membros ao stress, à fadiga e às crises pessoais.

Este tipo de documentário é excelente para quebrar o estereótipo de ídolo e mostrar ao fã, como músicos, escritores, atores, dentre outras espécies intocáveis, são meros mortais que também teem seus problemas, as vezes até maiores do que os nossos, por estarem envoltos de mais pessoas interesseiras, mais negócios profissionais e o tão repugnante mainstream.

"End Of The Century - The Story Of The Ramones" é altamente recomendável.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ramones"


Patinhos feios: grandes álbuns que são subestimados - Parte 1Patinhos feios
Grandes álbuns que são subestimados - Parte 1

Grandes covers: cinco versões para "Needles And Pins"Ramones: vários vídeos oficiais de clássicos da banda disponíveis no Youtube; confira

Ramones: Ana Maria Braga abre programa com música da bandaRamones
Ana Maria Braga abre programa com música da banda

Ramones: vídeo oficial de "Rock N' Roll High School" está disponível no YoutubeEm 04/11/1977: Ramones lançava Rocket To RussiaGrandes covers: dez versões para "Pet Sematary", do RamonesRamones: vídeo oficial de "Blitzkrieg Bop" ao vivo está disponível no YoutubeRamones: vídeo oficial de "Psycho Therapy" está disponível no Youtube

Ramones: vídeo oficial Pet Sematary está disponível em alta qualidade no YoutubeRamones
Vídeo oficial "Pet Sematary" está disponível em alta qualidade no Youtube

Ramones: Perguntas e respostas e curiosidadesRamones
Perguntas e respostas e curiosidades

Richie Ramone: CJ e eu somos do Ramones e Marky sabe dissoRichie Ramone
"CJ e eu somos do Ramones e Marky sabe disso"


Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell


Sobre Mário Orestes Silva

Deuses voavam pela Terra numa nave. Tiveram a idéia de aproveitar um coito humano e gerar uma vida experimental. Enquanto olhavam, invisíveis ao coito, divagavam: - Vamos dar-lhe senso crítico apurado pra detratar toda sua espécie. Também daremos dons artísticos. Terá sex appeal e humor sarcástico. Ficará interessante. Não pode ser perfeito. O último assim, tivemos de levar à inquisição. Será maníaco depressivo e solitário. Daremos alguns vícios que perderá com a idade pra não ter de morrer por eles. Perderá seu tempo com trabalho voluntário e consumindo arte. Voltaremos numas décadas pra ver como estará. Assim foi gerado Mário Orestes. Décadas depois, olharam como estava aquela espécie experimental: - O que há de errado? Porque ele ficou assim? Criamos um monstro! É anti social. Acumula material obsoleto que chamam de música analógica. Renega o título de artista pelo egocentrismo em seus semelhantes. Matamos? - Não. Ele já tentou isso sem sucesso. O Deixaremos assim mesmo. Na loucura que criamos pra vermos no que dará, se não matarem ele. Já tentaram isso, também sem sucesso. Então ficará nesse carma mesmo. Em algumas décadas, voltaremos a olhar o resultado. Que se dane.

Mais matérias de Mário Orestes Silva no Whiplash.Net.

adGoo336