Resenha - Ride The Lightning - Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar Correções  

9


Eu sei que a primeira coisa que você pensou ao ver este review foi: "Só quero ver o que esta besta vai falar a respeito deste clássico do heavy metal..." Mexer no passado de uma das maiores bandas de metal da história não é coisa para os mais normais e reservados, mas como minha sanidade nunca foi muito boa mesmo, vamos a ele: o clássico álbum da cadeira elétrica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu só passei a ter contato com os primeiros álbuns do Metallica muito recentemente -calma, amigos headbangers! Já estou me corrigindo! Por isso mesmo, tive o desejo de fazer esse review.

Primeiro, não sou fanático ao ponto de dizer que o Metallica "salvou" o metal da degradação e da estagnação na época, como alguns costumam bradar. Que estagnação meu caro? Nos anos 80? Com centenas de bandas explodindo, criando e se expandindo a todo momento? Onde clássicos e mais clássicos do estilo foram lançados um atrás do outro?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Metallica foi sim uma banda inovadora, uma das precursoras do thrash metal e que ajudou a espalhar e propagar o estilo, além de influenciar muitos outros grupos.

Além das clássicas, pesadas, muito bem construídas e com um talento muito grande de criação e execução em todos os elementos (guitarra,baixo,bateria e vocal) "For Whom The Bell Tolls" e "Creeping Death", além da faixa título, "Ride The Lightning" mostra essa qualidade de todas as suas músicas. Classificar "Fade To Black" como balada ao meu ver é errôneo e superficial. A primeira música mais lenta e arrastada do grupo é uma pérola, com riffs, dedilhados, viradas, solos e cavalgadas geniais, além de James Hetfield mostrar como se faz uma música desse tipo com sentimento, emoção e agressividade ao mesmo tempo. Um grande clássico do metal. As mais rápidas (com uma veia "speed" bem aberta), agressivas e diretas "Fight Fire With Fire" e "Trapped Under Ice" têm todas essas características em comum e também refrões fortes e marcantes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comparando o James Hetfield atual com o da primeira fase, vê-se uma grande diferença. Nos primórdios era dono de uma voz mais melódica, rasgada e aguda, uma impostação bem diferente.

"Call of Ktulu", instrumental beirando os nove minutos, mostrava o lado ainda mais técnico e elaborado da banda, que seria adotado mais abertamente em "And Justice for All". "Ride The Lightning" mostra a verdadeira essência do Metallica. Mostra o que James Hetfield, Kirk Hammet, Cliff Burton e Lars Ulrich sabem (ou sabiam?) fazer de melhor: METAL... da melhor qualidade, o que todos nós gostamos de ouvir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco tem o dom de encantar e conquistar metaleiros depois de muitos anos, como eu, que não conhecia o passado da banda e que não aprecio o presente. Se é isso que torna um álbum clássico e importante (a sua qualidade capaz de conquistar gerações e gerações de metaleiros), com certeza, "Ride The Lightning" é clássico com todas as letras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Ride The Lightning - Metallica

Clássicos imortais: Ride The Lightning e a evolução assustadora do MetallicaClássicos imortais
Ride The Lightning e a evolução assustadora do Metallica

Metallica: 35 anos de um álbum que não envelhece nunca

Metallica: Em 1984, o clássico Ride The LightningMetallica
Em 1984, o clássico Ride The Lightning

Metallica: 1984, o ano da ascensão

Metallica: Com Ride The Lightning, de promessa a realidade

Metallica: Ride the Lightning, a virilidade do poeta

Metallica: Ride The Lightning, um clássico dos anos 80Metallica
"Ride The Lightning", um clássico dos anos 80


Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 Cli336