Resenha - System Has Failed - Megadeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Raphael Crespo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma variedade de sentimentos tomou conta dos fãs do Megadeth desde que seu líder - o vocalista e guitarrista Dave Mustaine - anunciou a volta da banda e a gravação do novo álbum até o seu esperado lançamento, em setembro passado. Pode até ser praticamente um solo de Mustaine. Pode até ser o último. Mas, mesmo tendo sido feito com músicos contratados, a verdade é que The system has failed é um dos melhores álbuns da discografia desta que é uma das bandas mais importantes da história do heavy metal.
2992 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosCâncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson

Um ano após o lançamento de The world needs a hero (2001), que já não contava com os virtuosos Nick Menza (bateria) e Marty Friedman (guitarra) ao seu lado, Mustaine anunciou o fim da banda, por causa de uma lesão em um nervo da mão e do braço esquerdo, que o impediam de tocar guitarra. Depois do tratamento, e passados dois anos, ele volta melhor do que nunca.

Desde o período em que Mustaine começou a compor, em meados de 2003, muito se especulou sobre uma volta às origens thrash metal do Megadeth. O lançamento da música Kick the chair no site oficial da banda, meses atrás, apareceu como excelente aperitivo, acenando um direcionamento sonoro parecido com o do álbum Rust in Piece (1990). O que se ouve em The system has failed não é exatamente o Megadeth do início dos anos 90, mas agrada de outra forma.

O novo álbum traz de volta toda a criatividade de Mustaine, que se cercou de excelentes músicos e, apesar de não ter feito 12 petardos de thrash, fez um álbum honesto de heavy metal, com letras inteligentes, riffs fantásticos e toques de algumas das melhores fases do Megadeth, entre elas a de Rust in Peace, para muitos a melhor.

Músicas como Blackmail the Universe, Back in the day e a já citada Kick the chair, além de alguns momentos de Tears in a vial e Something that I'm not, podem trazer lágrimas aos olhos dos mais saudosos, que até hoje se deliciam, saudosos, com os clássicos do thrash metal oitentista. Já The Scorpion apesar de ser a mais experimental, é também uma das melhores, com um refrão empolgante.

No novo álbum, Mustaine toca com Chris Poland (guitarrista da formação original do Megadeth), Jimmie Lee Sloas (baixo) e Vinnie Colaiuta (bateria). Passado o lançamento, ele já reuniu uma banda completamente diferente, promovendo a volta do fantástico Nick Menza na bateria e agregando o guitarrista Glen Drover (ex-King Diamond) e o baixista James MacDonough (ex-Iced Earth). O dono do Megadeth já declarou que a banda acaba de vez após os shows, que deverão durar o próximo ano inteiro. Resta aos fãs torcer para que ele mude de idéia.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de System Has Failed - Megadeth

2029 acessosMegadeth: 10 anos do renascimento com "The System Has Failed"4842 acessosMegadeth: o retorno de um Big 44117 acessosResenha - System Has Failed - Megadeth4121 acessosResenha - System has Failed - Megadeth

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

2637 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa495 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3487 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Broderick saiu porque quem manda na banda é Mustaine

MegadethMegadeth
Uma das bandas mais limpas da história do Metal?

MetallicaMetallica
Dave Mustaine resenha o "Hardwired... To Self-Destruct"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Câncer na línguaCâncer na língua
Entenda a doença de Bruce Dickinson

CinemaCinema
O melhor e o pior dos rockstars em filmes

QueenQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

5000 acessosDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas5000 acessosSuzi Quatro: a importância da linda baixista para o rock5000 acessosAs I Lay Dying: Banda cristã explica a proximidade com o Behemoth5000 acessosAerosmith: A luta de Steven Tyler contra a Hepatite C5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose diz que Slash é um "câncer"5000 acessosMichael Jackson: O clássico "Thriller" em 20 estilos vocais diferentes

Sobre Raphael Crespo

Raphael Crespo é jornalista, carioca, tem 25 anos, e sempre trabalhou na área esportiva, com passagens pelo jornal LANCE! e pelo LANCENET!. Atualmente, é editor de esportes do JB Online, mas seu gosto por heavy metal o levou a colaborar com a seção de musicalidade do site do Jornal do Brasil, com críticas de CDs e algumas matérias especiais, que também estão reunidas em seu blog (http://www.reviews.blogger.com.br). Sua preferência é pelo thrash metal oitentista, mas qualquer coisa em termos de som pesado é só levantar na área que ele mata no peito e chuta. Gosta também de outros tipos de som, como MPB, jazz e blues, mas só se atreve a escrever sobre o que conhece melhor: o metal.

Mais matérias de Raphael Crespo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online