Resenha - Live Without a Net - Van Halen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Esqueçamos de 2004, e da coletânea "Best of Both Worlds".

Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O ano era 1986. O Van-Halen saía em turnê para divulgar "5150", o primeiro cd gravado com seu novo vocalista, Sammy Hagar, que substituía o performático David Lee Roth. Muitos duvidavam da capacidade da banda de continuar mantendo o mesmo nível de álbuns como "1984" ou "Van Halen I". Mas a banda se re-ergueu rapidamente. Ainda carregando muitos traços da fase com Dave (principalmente no palco e nas vestimentas), a turnê mostrava um Van Halen novo, com um vocalista extremamente talentoso e que também era um bom guitarrista.

Por incrível que pareça, o "opening act" deste show, filmado em New Heaven, é "There's Only One Way to Rock" (música solo de Hagar), que neste caso ficou perfeita para um começo de show. A banda emenda muitas músicas de "5150", como a mesma, "Summer Nights" e "Why Can't This Be Love" e solos individuais de Eddie, Michael (baixista) e Alex (bateria), todos muito competentes por sinal (precisava falar?).

O grande pecado deste DVD, e de város shows do Van Halen com Sammy no vocal é o esquecimento do passado da banda. Tudo bem, era uma banda nova, com novo vocalista e novo álbum, mas porque só incluir "Ain't Talk About Love" e "Panama" de clássicos da era Roth? Porque abandonar "Jump", "Hot for the Teacher", "Pretty Woman" e várias músicas que marcaram época? Claro que o show é muito bom e a banda mostra-se bem entrosada e Hagar é um senhor "frontman", mas que fica uma sensação de que está faltando algo fica. Para compensar, a banda emenda uma energética versão de "Rock and Roll" do Led Zeppelin, no bis. Sente-se também a falta de extras, constante nos lançamentos da banda.

O Van Halen passaria por muita coisa após este show, que foi apenas um começo de uma nova era, que acabaria para o começo de mais uma, que também acabaria, e agora recomeça com força total. Mas vale a pena ter em casa um bom show de rock, simples, curto e direto. Um bom lançamento.

Lançado originalmente em 1986. DVD lançado em 2004 pela Warner Records.

Site oficial: http://www.van-halen.com


Outras resenhas de Live Without a Net - Van Halen

Resenha - Live Without a Net - Van Halen




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Van Halen"


Van Halen: intestinos de Eddie literalmente explodiram em 2012Van Halen
Intestinos de Eddie literalmente explodiram em 2012

Van Halen: os álbuns da banda, do pior para o melhorVan Halen
Os álbuns da banda, do pior para o melhor


Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de MetalAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336