Músicas imortais: "Countdown To Extinction", um grito pela preservação do meio ambiente

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Lançado no ano de 1992, o excelente "Countdown To Extinction" é o maior sucesso comercial do Megadeth. A banda passava por dias gloriosos, já que "Rust In Peace" havia colocado o grupo no mais elevado patamar do heavy metal, o que se consolidou com "Countdown...".

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Astros do rock: o patrimônio líquido de cada um

O álbum em questão mostrava uma banda mais madura, o que pode ser notado tanto na questão instrumental quanto na lírica. A faixa título é um ótimo exemplo desse processo de maturidade.

"Countdown To Extinction" (a música) foi uma das primeiras composições mais cadenciadas do Megadeth, além de ter uma melodia das mais encantadoras, com destaque para a marcante levada de baixo de seu início, que talvez seja, ao lado de "Peace Sells", o momento mais brilhante de David Ellefson na banda.

Dave Mustaine, como de costume, exerceu um ótimo papel como guitarrista/vocalista, com destaque para o solo da música, feito em dueto com o genial Marty Friedman. Bem, quanto ao baterista Nick Menza, a precisão e a força do saudoso baterista marcaram presença mais uma vez.

Porém, apesar da já citada melodia do som, o que chama a atenção é a sua letra, que como bem indica o título ("Contagem Regressiva para a Extinção"), fala sobre a maneira como o ser humano depreda o meio ambiente e a vida animal, com ênfase na caça desenfreada aos animais, que na maioria das vezes, são tratados como troféus. Confira alguns versos da frase que evidenciam que infelizmente, a música continua atual até os dias de hoje:

- "Endangered species, caged in fright
Shot in cold blood, no chance to fight..."
("Espécies ameaçadas, enjauladas no medo,
Disparos a sangue frio, sem chance de lutar"...)

- "...Squeeze the trigger that makes you man
Pseudo-safari, the hunt is canned..."
("...Puxe o gatilho que te faz homem,
Pseudo-safari, a caça é enlatada...")

- "...One hour from now
Another species of life form
Will disappear off the face of the planet
Forever and the rate is accelerating..."
("... De uma hora pra cá,
Outras espécies de vida
Irão desaparecer da face da Terra
Para sempre, e o ritmo é acelerado...")

Até os dias de hoje, a música é uma das mais profundas e reflexivas já gravadas pelo Megadeth, e merece o título de música imortal!

Curiosidade: em 1992, a cidade do Rio de Janeiro sediou a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, também conhecida como ECO-92. O evento aconteceu em junho, e o disco foi lançado em julho.


Músicas Imortais

Músicas imortais: One, um dos maiores momentos da historia do metalMúsicas imortais
"One", um dos maiores momentos da historia do metal

Músicas imortais: Breaking The Law, um dos maiores clássicos do heavy metalMúsicas imortais
"Breaking The Law", um dos maiores clássicos do heavy metal

Músicas imortais: "Diary Of A Madman", um momento épico do heavy metal

Músicas imortais: The Wicker Man, o recomeço para o Iron MaidenMúsicas imortais
"The Wicker Man", o recomeço para o Iron Maiden

Músicas imortais: Still Loving You, uma grande baladaMúsicas imortais
"Still Loving You", uma grande balada

Músicas imortais: Carry On, uma das maiores músicas do metal nacionalMúsicas imortais
"Carry On", uma das maiores músicas do metal nacional

Músicas imortais: Electric Eye, um dos maiores símbolos do heavy metalMúsicas imortais
"Electric Eye", um dos maiores símbolos do heavy metal

Músicas imortais: Painkiller, uma das maiores pedradas da historiaMúsicas imortais
"Painkiller", uma das maiores pedradas da historia

Músicas imortais: Master Of Puppets, uma música que sempre será atualMúsicas imortais
"Master Of Puppets", uma música que sempre será atual

Todas as matérias sobre "Músicas Imortais"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Músicas Imortais"Todas as matérias sobre "Megadeth"


Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?

Astros do rock: o patrimônio líquido de cada umAstros do rock
O patrimônio líquido de cada um

Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaIron Maiden
Bruce diz não haver muito diálogo na banda

Filhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhançaFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é semelhança

50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 61650 a menos
Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616

Pensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Aleister CrowleyPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal
Aleister Crowley

Slipknot: e se Lars Ulrich fosse o baterista?Slipknot
E se Lars Ulrich fosse o baterista?


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336