Iron Maiden: as aventuras de Adrian Smith como vocalista

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Iron Maiden: as aventuras de Adrian Smith como vocalista


  | Comentários:

Os membros do Iron Maiden estavam exaustos. Foram 193 apresentações ao vivo em menos de um ano. A World Slavery Tour havia acompanhado o sucesso do álbum "Powerslave" em 24 países. A turnê marcou a primeira passagem da banda pelo Brasil, no Rock In Rio I.

O show secreto de 1985 que virou Bootleg...

Em julho de 1985, tendo feito o último show, o grupo decidiu estabelecer um intervalo de seis meses. Mas Nicko e Adrian não queriam saber de descanso. Inquietos com a pausa que duraria até o ano seguinte, decidiram agendar jam sessions com velhos amigos.

Curiosamente, ergueram uma parede de três guitarras, completada por Andy Barnett (ex-Urchin, antiga banda de Adrian) e Dave Colwell (autor de "Reach Out", célebre lado B do Maiden em que Adrian gravou a voz e o baixo). Martin Connoly (Marshall Fury) ficou encarregado das quatro cordas.

No repertório, três músicas que seriam lançadas pela Donzela quase um ano mais tarde: "Juanita", do Marshall Fury; "That Girl", criação original do projeto (ambas no single "Stranger In a Strange Land"); e a própria "Reach Out" (no single "Wasted Years"). O set incluía várias outras composições originais, músicas do Urchin e um cover de "Chevrolet", do ZZ Top.

O quinteto adotou o nome The Entire Population of Hackney ("Toda a População de Hackney", brincadeira com um distrito situado a nordeste de Londres). O primeiro show aconteceu no Marquee Club, em Londres, no dia 19 de dezembro de 1985, e foi acompanhado de perto por Steve Harris, Dave Murray e Bruce Dickinson.

O Iron Maiden propriamente dito só tocou as quatro músicas finais, mas os criadores da capa nem ligaram...

O que os três viram foi uma banda extremamente entrosada. Adrian transbordou sentimento com sua voz rouca, intercalada com solos afiadíssimos. Nicko, ainda mais ensandecido que no Live After Death, mostrou um vigor inabalável do começo ao fim. Foram tantas viradas que sobrou espaço até para um solo de bateria.

O ponto baixo da noite ficou reservado às faixas cantadas por outros membros da banda, sem o mesmo brilho da sólida performance instrumental. Depois de 11 músicas, os agregados foram dispensados para que a formação instrumental do Iron Maiden assumisse o palco.

Bruce acompanhou de longe a execução de "Losfer Words (Big'Orra)", para em seguida roubar a cena com sua empolgação em "2 Minutes to Midnight". Fechando a noite, dois covers: "Rosalie", de Bob Seger, com arrepiantes duetos de Bruce e Adrian (seus microfones ajustados no mesmo volume) e "Tush", outra do ZZ Top.

Dias depois, a banda fez uma segunda apresentação, desta vez com outro nome: The Sherman Tankers (algo como "Pilotos de Tanques de Guerra Sherman", referência a um dos veículos de combate mais famosos da Segunda Guerra Mundial). Não há registro conhecido deste segundo show.
















Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Riffola
Todas as matérias sobre "Iron Maiden"

Jon Lord: um timaço prestando tributo, veja vídeo
Separados no nascimento: Steve Harris e Bruce Campbell
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Iron Maiden: Steve Harris nunca gostou de "Flight of Icarus"?
1º de abril: Dois primeiros do Maiden serão regravados com Bruce
Bruce Dickinson: 450 mil dólares na maior aeronave do mundo
Iron Maiden: Gastão Moreira repassa as vindas da banda ao Brasil
Bruno Sutter: "Run To The Lepo Lepo" no Motorcycle Rock Cruise
Dj Yahel: Iron Maiden bombando numa Rave
Iron Maiden: fãs de Fortaleza ajudam crianças desnutridas
Iron Maiden: a semelhança com uma capa do Earth Wind & Fire
Bruce Dickinson: cantor pilotará jatinho em maratona beneficente
Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do Metal
Iron Maiden: Rachel Sheherazade testa conhecimentos sobre a banda
Riffs Battle: Crazy Train vs Two Minutes to Midnight: semifinais

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas