Iron Maiden: as aventuras de Adrian Smith como vocalista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Os membros do Iron Maiden estavam exaustos. Foram 193 apresentações ao vivo em menos de um ano. A World Slavery Tour havia acompanhado o sucesso do álbum "Powerslave" em 24 países. A turnê marcou a primeira passagem da banda pelo Brasil, no Rock In Rio I.

5000 acessosGuitarristas: 15 músicos que provavelmente você não conhece5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja

O show secreto de 1985 que virou Bootleg...

Em julho de 1985, tendo feito o último show, o grupo decidiu estabelecer um intervalo de seis meses. Mas Nicko e Adrian não queriam saber de descanso. Inquietos com a pausa que duraria até o ano seguinte, decidiram agendar jam sessions com velhos amigos.

Curiosamente, ergueram uma parede de três guitarras, completada por Andy Barnett (ex-Urchin, antiga banda de Adrian) e Dave Colwell (autor de "Reach Out", célebre lado B do Maiden em que Adrian gravou a voz e o baixo). Martin Connoly (Marshall Fury) ficou encarregado das quatro cordas.

No repertório, três músicas que seriam lançadas pela Donzela quase um ano mais tarde: "Juanita", do Marshall Fury; "That Girl", criação original do projeto (ambas no single "Stranger In a Strange Land"); e a própria "Reach Out" (no single "Wasted Years"). O set incluía várias outras composições originais, músicas do Urchin e um cover de "Chevrolet", do ZZ Top.

O quinteto adotou o nome The Entire Population of Hackney ("Toda a População de Hackney", brincadeira com um distrito situado a nordeste de Londres). O primeiro show aconteceu no Marquee Club, em Londres, no dia 19 de dezembro de 1985, e foi acompanhado de perto por Steve Harris, Dave Murray e Bruce Dickinson.

O Iron Maiden propriamente dito só tocou as quatro músicas finais, mas os criadores da capa nem ligaram...
O Iron Maiden propriamente dito só tocou as quatro músicas finais, mas os criadores da capa nem ligaram...

O que os três viram foi uma banda extremamente entrosada. Adrian transbordou sentimento com sua voz rouca, intercalada com solos afiadíssimos. Nicko, ainda mais ensandecido que no Live After Death, mostrou um vigor inabalável do começo ao fim. Foram tantas viradas que sobrou espaço até para um solo de bateria.

O ponto baixo da noite ficou reservado às faixas cantadas por outros membros da banda, sem o mesmo brilho da sólida performance instrumental. Depois de 11 músicas, os agregados foram dispensados para que a formação instrumental do Iron Maiden assumisse o palco.

Bruce acompanhou de longe a execução de "Losfer Words (Big'Orra)", para em seguida roubar a cena com sua empolgação em "2 Minutes to Midnight". Fechando a noite, dois covers: "Rosalie", de Bob Seger, com arrepiantes duetos de Bruce e Adrian (seus microfones ajustados no mesmo volume) e "Tush", outra do ZZ Top.

Dias depois, a banda fez uma segunda apresentação, desta vez com outro nome: The Sherman Tankers (algo como "Pilotos de Tanques de Guerra Sherman", referência a um dos veículos de combate mais famosos da Segunda Guerra Mundial). Não há registro conhecido deste segundo show.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de julho de 2016

Riffola

5000 acessosHeaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbum5000 acessosDimebag Darrell: guitarra de Van Halen num caixão do Kiss5000 acessosAfinal de contas, o que é um riff?5000 acessosO dia em que George Harrison abandonou os Beatles5000 acessosFrank Zappa: downloads contra a pirataria... em 19890 acessosTodas as matérias sobre "Riffola"

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Riffola"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

GuitarristasGuitarristas
15 músicos que certamente você não conhece

Roqueiros conservadoresRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

LGBTLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

5000 acessosHeavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?5000 acessosDanilo Gentili: O sertanejo tem mais atitude roqueira que o próprio roqueiro5000 acessosKerrang!: os 100 melhores álbuns de Rock em lista da revista5000 acessosIron Maiden: banda posta álbum de fotos de 1º dia da nova turnê5000 acessosYngwie Malmsteen: guitarristas, Ferraris, vídeo-games, e mais5000 acessosHeavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online