Corpsia: Order From Chaos - Peso é a ordem

Resenha - Order From Chaos - Corpsia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Formado em 2012, este power trio vem de Londrina/PR e somente agora solta seu primeiro trabalho autoral. Decisão bem pensada, já que nota-se que estão bem calibrados e coesos.
Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Iron Maiden: troca de gentilezas com Lady Gaga no twitter

Peso deve ser a ordem na banda, já que assim que acaba a introdução (baseada na UVB 76, a misteriosa rádio fantasma localizada na Rússia) a mortal Warfield chega sem muita velocidade, mas com riffs despejados a esmo e um peso descomunal cheio de ‘groove’ e imponência.

Adotando um pouco mais de velocidade, Hail segue uma linha mais fiel ao Thrash Metal ‘old school’, sendo que a banda mantém sua pegada e a densidade. A faixa título consegue um êxito inesperado no trabalho, já que adiciona ainda mais peso (!) e é a mais agressiva do disco, além de contar com um refrão pegajoso.

Com uma produção boa para os padrões de uma demo, “Order From Chaos” é um trabalho que surpreende a cada audição e comprova facilmente que o Corpsia está no caminho certo. O grupo é formado por Gabriel Arns Stobbe (vocal/guitarra e que gravou o baixo no disco), Daniel Scaloni (bateria) e Lucas Landin (baixo).

https://www.facebook.com/corpsiaband?fref=ts
https://soundcloud.com/corpsia

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Corpsia"

Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?

Iron Maiden
Troca de gentilezas com Lady Gaga no twitter

Guns N' Roses
"Sweet Child O' Mine" seria um plágio?

Axl Rose: Texto analisa rivalidade com Kurt CobainKiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockMegadeth: "Dave Mustaine raramente pára e nunca dorme!"Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraVan Halen: as 10 melhores faixas da banda segundo o Watchmojo.com

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online