Resenha - II - Led Zeppelin

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - II - Led Zeppelin


  | Comentários:

Aos olhos dos fãs de Rock n´ Roll em geral, uma banda, é presença sempre garantida nas listas dos "10 mais". O LED ZEPPELIN se apresentou ao mundo no final dos anos sessenta como uma extensão ao prenúncio sonoro das próxima década, junto ao CREAM, BLUE CHEER, HENDRIX e outro notáveis. Com uma poderosa coqueteleira, mesclando blues, folk, música celta, misticismo e uma dose forte de ‘raiva boa’, a banda inglesa assumiu o posto de tradutora de uma nova linguagem musical.

Nota: 10

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Após lançar a pedrada fundamental de sua discografia (“Led Zeppelin I”), a banda notou que podia beber muito mais água dessa fonte. Em dezembro de 1969, foi então lançado sua sequência, com o apropriadíssimo nome de “Led Zeppelin II”. O álbum representa, de fato a continuidade do primeiro: experimentalismo, acidez e muita diversão.

Já virou até clichê dizer que o álbum abre com uma cacetada- “Whole Lotta Love”- mas afinal, é isso mesmo!! Para não cair no lugar comum, vou mencionar apenas a sequência em que Page e a ”cozinha” seguram um groove pra lá de clássico no meio da música, com direito a um som de slide completamente desgovernado (no bom sentido!). A mesma levada “pedreira” aparece em “Heartbreaker” e “Living Love Maid” que, anos depois, daria setenta por cento da base necessária para a turma da NWOBHM.

“Thank You”,- em minha modesta opinião- é a melhor síntese do lado introspectivo da banda (que teve outros 190 clássicos com a mesma característica). Sustentada por uma estrutura simples e coesa, é uma “viagem para dentro”, com uma letra que atinge muito além do aparente romantismo que carrega. O solo de Page ao violão é um tremendo exemplo de bom gosto de dinâmica e escolha de notas.

Antes até do auge das fases solistas ao palco, “Moby Dick” é uma fonte inesgotável de inspiração para os bateristas dos próximos cem anos. Fechando com estilo, “Bring It On Home” consegue ser uma homenagem simultânea a LITTLE WALTER e a guitarra cheia de veneno de LESLIE WEST.

A discografia do LED pode ser dividida entre obras imperdíveis e excelentes. “Led Zeppelin II”, indiscutivelmente se enquadra no primeiro caso.

Track List:

Whole Lotta Love
What Is And What Should Never Be
The Lemon Song
Thank You
Heartbreaker
Living Loving Maid (She's Just A Woman)
Ramble On
Moby Dick
Bring It On Home

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Discos: Capas vistas no Google Street View
Led Zeppelin: teaser do relançamento do primeiro álbum
Faixas Instrumentais: VH1 elege as 20 melhores do Hard e Metal
Led Zeppelin: Veja teaser/trailer do box de luxo do 1º remaster
Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Led Zeppelin: Organizador do Glastonbury prevê reunião da banda
Astros do Rock: como seriam suas versões tatuadas
Led Zeppelin: trilha para comercial de perfume da Dior
Doro Pesch: ouça versão de clássico do Led Zeppelin
Ultimate Classic Rock: Os 10 melhores singles de estreia
Led Zeppelin: como Jimmy Page passou a usar a guitarra gêmea
Whole Lotta Dough: os preços dos remasters japoneses do Led
Led Zeppelin: revelado o insano conteúdo dos boxes de alto luxo
Led Zeppelin: data, formatos e track list dos remasters de luxo
Lindo demais: as capas dos primeiros remasters do Led Zeppelin

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas