Forastieri: um adeus digno a David Bowie

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Claudinei José de Oliveira, Fonte: R7
Enviar correções  |  Ver Acessos

Assim como aconteceu com Lemmy, há bem poucos dias atrás, a morte de David Bowie despertou uma enxurrada de "homenagens" na Internet, todas merecidas, porém, nem todas à altura do homenageado. É que a presença da morte torna o momento inadequado para reflexão, pois as chances da mente descambar para o sentimentalismo são imensas e o raciocínio guiando pelo sentimentalismo tende, fortemente, ao patético.

Bruce Dickinson: ex-Metallica mostra foto rara do peludo vocalista na piscinaOops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Qualquer pessoa com um mínimo de discernimento sobre cultura pop há de reconhecer o imenso legado do "camaleão", para o bem e para o mal. Como sabiamente apontando pelo jornalista André Forastieri, admirador confesso da obra de Bowie, no seu texto de despedida, ele "(...) É tudo que todo mundo depois dele quis ser. E frequentemente foi: de Madonna e Michael Jackson a Lady Gaga e Lana Del Rey e quem você quiser."

Malandro que só, Forastieri sabe muito bem serem grandes as chances de nossa última homenagem a uma pessoa querida soar piegas e, assim, recorreu a um texto de uns três meses atrás, no qual, sob o título de "Bowie Já Vai Tarde", comentava a notícia, dada pelo promotor de turnês do artista, de que ele não realizaria mais shows.

Assim sendo, antes de uma homenagem de despedida, podemos ler uma eficaz reflexão sobre a condição da música atual, onde o desafio e a originalidade, tão caros à condição artística do "camaleão", foram substituídos por uma segurança conservadora mais afeita aos museus e parques temáticos. Nas palavras do próprio Forastieri:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"David Bowie nunca mais excursionará. Ótimo. O rock já é uma gerontocracia. Podemos dispensar outro brontossauro engambelando tiozinhos e sobrinhos em arapucas corporativas, parques temáticos para rebeldes de araque. Choram os fãs? Os admiradores batem palmas e torcem para que Bowie nunca mais pise em um palco."

Enquanto muita gente chora as pitangas diante do inclemente passar do tempo, querendo que seus ídolos, da carne e osso se arrastem, mesmo que feito zumbis, tocando eternamente aquela mesma música sobre a face do Planeta, Forastieri rema contra a corrente:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Bowie não precisa arrastar a carcaça pelos palcos do mundo para pagar as contas, que bom. A mostra de suas roupas e badulaques, que passou por São Paulo, já foi show suficiente. E suas "tours" legendárias estão aí na internet para quem quiser se deslumbrar, pela primeira vez, para sempre, e cada um com sua favorita. "Serious Moonlight", a mais solar, já viu?"

Apesar de sensato, o texto deixa entrever que mesmo seu autor, como fã, está preso a um momento histórico relevante na obra do artista. O fã "merece o silêncio" de seu artista preferido. Caso contrário, que o artista toque, então, sempre aquela mesma velha música, cuja letra sabemos de cor e salteado, ficando "Fácil, extremamente fácil, pra você e eu e todo mundo cantar juntos"...

O texto completo pode ser lido no link abaixo.

http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri/2016/01/11/o-l...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "David Bowie"


David Bowie: Petição para Deus pede cancelamento da morteDavid Bowie
Petição para Deus pede cancelamento da morte

David Bowie: A filmografia do camaleãoDavid Bowie
A filmografia do camaleão


Bruce Dickinson: ex-Metallica mostra foto rara do peludo vocalista na piscinaBruce Dickinson
Ex-Metallica mostra foto rara do peludo vocalista na piscina

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos


Sobre Claudinei José de Oliveira

Claudinei José de Oliveira é graduado em História e aproveita o tempo vago para ouvir, ler e escrever rock'n'roll e conversar com seus cachorros. Criou e mantém o blog rollandorocha.blogspot.

Mais matérias de Claudinei José de Oliveira no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280