Nirvana: "In Utero" é muito melhor que o "Nevermind"?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Alta Fidelidade
Enviar Correções  

Neste vídeo, da série "Papo Reto" do canal Alta Fidelidade, Luiz Felipe Carneiro explicar por qual motivo ele considera que o "In Utero" de 1993 é um disco muito melhor do que o "Nevermind" de 1991.

Foo Fighters: a única música que Dave Grohl compôs sobre Kurt Cobain

Capas de disco: como seriam se fossem gifs animados

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Nevermind" é o segundo álbum de estúdio da banda grunge estadunidense Nirvana, lançado em 24 de setembro de 1991. Produzido por Butch Vig, foi o primeiro álbum lançado pela DGC Records. O vocalista da banda Kurt Cobain procurou fazer música fora dos limites restritivos da cena grunge de Seattle, tendo influência de grupos como os Pixies e sua dinâmica "calmo/barulhento" nas canções. É o primeiro álbum com o baterista Dave Grohl.

Apesar da baixa expectativa de vendas por parte da banda e da gravadora, Nevermind se tornou um supreendente sucesso ao final de 1991, em grande parte devido à popularidade de seu primeiro single, "Smells Like Teen Spirit". Em janeiro de 1992, desbancou o álbum Dangerous de Michael Jackson do primeiro lugar das paradas da Billboard 200. O álbum do Nirvana também gerou outros singles de sucesso como: "Come As You Are", "Lithium" e "In Bloom". A Recording Industry Association of America (RIAA) certificou o álbum com disco de diamante (ao menos 10 milhões de cópias expedidas), o álbum vendeu mais de 35 milhões de cópias no mundo. Nevermind foi parte responsável por trazer tanto o rock alternativo quanto o grunge para o grande público, e foi classificado entre os maiores álbuns de todos os tempos por revistas como Rolling Stone e Time (via wikipedia)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

In Utero é o terceiro e último álbum de estúdio da banda grunge americana Nirvana, lançado em 13 de setembro de 1993 pela DGC Records. O grupo pretendia que essa gravação se afastasse significativamente da produção polida do seu álbum anterior, Nevermind (1991). Para capturar um som mais abrasivo e natural, o grupo contratou o produtor Steve Albini para gravar In Utero durante um período de duas semanas, em fevereiro de 1993, no Pachyderm Studio, em Cannon Falls, Minnesota. A música do álbum foi gravada rapidamente com poucos efeitos de estúdio, e as letras das canções e a embalagem do álbum incorporavam imagens médicas que transmitiam as perspectivas do vocalista Kurt Cobain sobre sua vida pessoal e a fama recente de sua banda.

Após o término da gravação, circularam rumores na imprensa de que a DGC não poderia lançar o álbum em seu estado original, já que a gravadora achava que o resultado não era comercialmente viável. Embora o Nirvana negasse publicamente as declarações, o grupo não estava totalmente satisfeito com o som que Albini tinha capturado. Albini se recusou a alterar o álbum novamente e então, a banda contratou Scott Litt para fazer pequenas alterações para o som do álbum e o remix dos singles "Heart-Shaped Box" e "All Apologies".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após o lançamento, o álbum entrou no 1º lugar da parada Billboard 200 e recebeu aclamação crítica como uma drástica mudança de Nevermind. O álbum foi certificado cinco vezes platina pela Recording Industry Association of America, vendendo mais de 15 milhões de cópias pelo mundo e aproximadamente mais de cinco milhões de unidades só nos Estados Unidos (via wikipedia).


Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280