Full Rock: músicas perturbadoras e inquietantes que são adoradas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fabio Pitombeira, Fonte: Full Rock
Enviar correções  |  Comentários  | 

Algumas das músicas de Rock e Heavy Metal de sucesso são sobre os mais sombrios assuntos. Ao longo dos anos, as estações de rádio e canais de música como MTV (quando usado para reproduzir vídeos) surpreendentemente abraçaram algumas dessas músicas, ajudando a divulgar bandas icônicas como Nine Inch Nails e Marilyn Manson para o público. Faixas que abordam temas como estupro, suicídio, guerra, desmembramento e bizarrice erótica tornaram-se hits de rádio populares.

396 acessosMetallica: Cliff Burton VS Jason Newsted VS Robert Trujillo5000 acessosMayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011

Segue uma lista de 5 músicas perturbadoras que as pessoas adoram:

Nine Inch Nails – Closer

A letra que descreve o sexo primitivo não pode ser ignorada. “Você me deixou violar você / Você me deixa profanar você / Você me deixa penetrar você / Você me deixa te complicar”. O vídeo também é incrivelmente desafiador, mostrando um macaco amarrado a uma cruz, artes fetichistas e uma cabeça de porco cortada.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Marilyn Manson – Disposable Teens

Depois que Marilyn Manson foi alvo por parte do governo e da mídia após o tiroteio de Columbine, o Anticristo Superstar lançou “Disposable Teens”, o primeiro single do álbum “Holy Wood” de 2001.

Disposable Teens recita: “E eu sou um arco-íris preto / E eu sou um macaco de Deus / Eu tenho um rosto que é feito para praticar a violência / Eu sou uma distorção adolescente, sobrevivente de um aborto / A rebelde da cintura para baixo.” Manson canta com sua marca registrada, especialmente com a linha, “Eu nunca odiei um único deus verdadeiro, mas o deus das pessoas eu odiava.”

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Rolling Stones – Brown Sugar

Brown Sugar é um dos hinos mais populares dos Rolling Stones de todos os tempos. Os assuntos abordados na faixa de abertura de ‘Sticky Fingers’, de 1971, incluem sexo oral, heroína, escravidão e, possivelmente, estupro. Como Jagger disse à revista Rolling Stone em 1995, “Eu nunca iria escrever essa música agora. Eu provavelmente iria me censurar. Eu penso, ‘Oh Deus, eu não posso. Eu tenho que parar. Eu não posso simplesmente escrever músicas como essa.”

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Deep Purple – Smoke on the Water

Tudo começou em 1971 quando os rapazes do Deep Purple foram para Montreaux, Suíça gravar um álbum e na ocasião eles estavam usando um estúdio móvel muito conhecido naqueles tempos chamado, Rolling Stones Mobile Studio. Pois bem, um dia antes de iniciar as gravações rolou um show do nosso querido Frank Zappa and The Mothers que aconteceu no teatro Cassino Montreux. E foi aí, que as tragédias começaram. De repente no meio do solo de sintetizador de “King Kong” um incêndio se iniciou quando alguém que estava na platéia disparou um sinalizador no teto. O que pode se esperar de uma atitude genial dessas? Um incêndio generalizado que destruiu toda a estrutura do cassino e os equipamentos da banda de Zappa. A fumaça das chamas se espalhou pelo lago de Genebra, o que deu origem ao nome da música (Fumaça na Água).

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Metallica – One

A música, que é faixa do álbum “… And Justice For All”, foi inspirada no livro “Johnny Got His Gun”, de Dalton Trumbo. A obra conta a história de Joe Bonham, um soldado que teve o corpo dilacerado por uma explosão durante a 1ª Guerra Mundial. Sem pernas, braços e boa parte de seu rosto, Joe não conseguia mais se comunicar com o mundo exterior, embora seu cérebro estivesse intacto e, por isso, conseguisse pensar e raciocinar com clareza. O objetivo de James Hetfield, ao compôr a música, era mostrar um ser humano vivendo em total isolamento — uma mente sadia, aprisionada dentro de seu corpo, sem possibilidade de comunicação com o mundo exterior.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de fevereiro de 2016

MetallicaMetallica
A música preferida dos fãs nos shows ao vivo

396 acessosMetallica: Cliff Burton VS Jason Newsted VS Robert Trujillo289 acessosMetallica: mais vídeos oficiais ao vivo, jovem fã sobe ao palco293 acessosMeshuggah: e se "Bleed" tivesse a bateria de "St. Anger"?380 acessosMetallica: vídeo profissional de "Creeping Death" em Miami0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1984

Dave MustaineDave Mustaine
Como ele quebrou o tornozelo de Phil Sandoval

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
James Hetfield e Mano Menezes

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"0 acessosTodas as matérias sobre "Marilyn Manson"0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Nine Inch Nails"0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"

MayhemMayhem
Banda levou restos humanos pro palco na França

HumorHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

5000 acessosRush: Um Adeus Aos Reis5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosRock e metal: o outro lado das capas de discos5000 acessosMacarrão Black Metal: alimento de todo headbanger from hell5000 acessosRegis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro5000 acessosMosh Pits: você sabe como eles começaram?

Sobre Fabio Pitombeira

Trabalha desde 2002 com produção de shows em Teresina. Teve a oportunidade de trabalhar com grandes nomes do Heavy Metal e Rock and Roll como Paul Di Anno, Ira!, Hangar, Angra, Shaman, Andralls, Drowned, Clamus, Dark Season, Megahertz, Anno Zero Empty Grace, Mordydia, Káfila, entre outros.

Mais matérias de Fabio Pitombeira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online