Dave Lombardo: "o Metal é produzido por músicos reais"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Déia Bueno, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mark Morton, do Examiner.com, conduziu recentemente uma entrevista com o baterista do SLAYER, Dave Lombardo. Leia, a seguir, alguns trechos dessa entrevista:

Slayer: fim das turnês não significa fim da banda, diz empresárioSlash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Examiner.com: Você já se sentiu perseguido pela sombra de Reign in Blood? Muitos fãs de metal anunciam esse álbum como o auge de suas realizações.

Dave Lombardo: "Ei, isso é ótimo; Eu adoro isso. Deixe aquele disco me perseguir o quanto ele quiser! Você sabe, as bandas se esforçam para ter um álbum como esse, que se torna o auge ou o ponto de foco - o disco que se deve ouvir, caso se queira entrar nesse cenário musical. Ele define um estado de espírito, é agressivo, e é brutal. É errado dizer que ele é uma sombra ou algo negativo. Eu acho que é algo bom para se ter no currículo."

Examiner.com: E cada show do SLAYER reflete esse tipo de sentimento de celebração, apesar de toda a violência. O excesso de zelo, que algumas vezes os fãs têm, já te incomodou?

Dave Lombardo: "Bem, há muitas pessoas que não se machucam nos shows do SLAYER. São, geralmente, aqueles na roda e que ficam dando socos. Eles apenas não sabem como 'moshear'. Eles pensam que 'moshear' é balançar os braços e dar chutes de karatê, no entanto, o que eles estão fazendo é um convite para briga. É aí que as pessoas saem machucadas".

"Isso me espanta, porque nos shows que fazemos na Europa, em lugares como Espanha, Itália, e Grécia, as pessoas sabem como 'moshear'. Eles fazem o mosh como se costumava fazer, com caras correndo em um grande círculo. É uma pena, porque a versão moderna norte-americana de mosh é simplesmente dar murros. Hoje em dia, o mosh é mais perigoso do que divertido, e eu acho que muitos dos garotos nem se importam em se machucar por causa disso".

Examiner.com: Já que estamos falando sobre mosh, qual é a sua impressão sobre o ressurgimento do gênero thrash metal, com novas bandas surgindo diretamente influenciadas pelos álbuns de metal de 20-25 anos.

Dave Lombardo: "Eu acho ótimo! Isso prova que tudo dá uma volta completa. Mais poder para o thrash! É como o Jack Black fala naquela música do TENACIOUS D: 'Você não pode destruir o metal!' E não pode porque ele é real! Não é produzido por um aspirante a músico, que não pode subir ao palco ou que contrata pessoas para tocarem suas músicas. Ele é produzido por músicos reais que tocam suas próprias músicas. Acho que é por isso que o metal tem durado tanto."

Leia a entrevista na íntegra (em inglês) no examiner.com.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Slayer"Todas as matérias sobre "Dave Lombardo"


Slayer: fim das turnês não significa fim da banda, diz empresárioSlayer
Fim das turnês não significa fim da banda, diz empresário

Slayer: novo álbum ao vivo Repentless Killogy é lançado; ouçaSlayer
Novo álbum ao vivo Repentless Killogy é lançado; ouça

Slayer: banda divulga mais um teaser de The Repentless Killogy; assistaSlayer
Banda divulga mais um teaser de "The Repentless Killogy"; assista

Slayer: veja show da banda realizado no último final de semanaSlayer: novo álbum ao vivo Repentless Killogy sairá em CD nacionalSlayer: músicos do rock e do metal falam sobre a influência da banda

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

Slayer: Tom Araya e a lenda do Thrash Metal Slayer (vídeo)

Gary Holt: Protestos no Chile são resposta à privatização de direitos básicos.Gary Holt
"Protestos no Chile são resposta à privatização de direitos básicos".

Em 22/10/1991: Slayer lançava Decade Of Agression, um dos maiores ao vivo da historia

Slayer: procura-se os três malucos de São Carlos...Slayer
Procura-se os três malucos de São Carlos...

Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockBateristas
5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do Rock

Slayer: a apresentação no Rock in Rio 2019 no Rodz Online (vídeo)

Slayer: casamento termina em moshpit ao som da banda; assistaSlayer
Casamento termina em moshpit ao som da banda; assista

Slayer: veja trailer teatral de Repentless Killogy, que será lançado nos cinemasSlayer
Veja trailer teatral de Repentless Killogy, que será lançado nos cinemas

Kerry King: o mal dos modinhas, músicos hoje parecem ser roadiesKerry King
O mal dos modinhas, músicos hoje parecem ser roadies

Big Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferidaBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista


Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Rockstars: filhos de roqueiros seguindo os passos dos paisRockstars
Filhos de roqueiros seguindo os passos dos pais

James Hetfield: Você não iria gostar de mim se soubesse minha históriaJames Hetfield
"Você não iria gostar de mim se soubesse minha história"

Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Judas Priest: talvez eu seja gay e não saiba, diz Ripper sobre fala de HalfordJudas Priest
"talvez eu seja gay e não saiba", diz Ripper sobre fala de Halford

Sepultura: como foi o convite para tocar com o Motörhead?Sepultura
Como foi o convite para tocar com o Motörhead?


Sobre Déia Bueno

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336