Guitarrista do Guns em entrevista para a Classic Rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ana Paes, Fonte: Guns N´ Roses Brasil, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Recentemente, a revista Classic Rock fez uma entrevista com o guitarrista do GUNS N’ ROSES, Ron "Bumblefoot" Thal, que falou, dentre outras coisas, sobre o novo disco da banda, "Chinese Democracy".

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosPink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Classic Rock: Você era um fã do Guns antes de começar a tocar na banda?

Bumblefoot: "Quando eu vi 'Welcome to the Jungle' na MTV pela primeira vez às três da manhã eu soube que eles eram especiais, e que eles iam continuar e acabar fazendo algo mágico. Eu me senti exatamente desse jeito quando vi 'Vision of Love' da Mariah Carey e 'Hit Me Baby One More Time' da Britney".

Classic Rock: Como Axl fez contato contigo?

Bumblefoot: "Joe Satriani me enviou um e-mail, dizendo que havia me recomendado para o GNR - Logo eu soube que aquilo não era brincadeira. Duas horas depois, Chris Pitman (tecladista do GN’R), me enviou um e-mail de brincadeira, que não tinha nada a ver com a história. Eu comecei a conversar com o empresário da banda. Levou por volta de dois meses, e então começaram a sair rumores na internet, o que descarrilhou tudo. Mas nós juntamos as peças de novo, e saímos juntos para uma turnê, e aqui estou eu, com 'Shackler’s Revenge' quase sendo lançada (no video game Rock Band 2)".

Classic Rock: A sua vida mudou muito depois que você se tornou um Gunner?

Bumblefoot: "Ah sim, pra começar, eu perdi cerca de 40kg. Eu era um gordo, coberto de suor, um bastardo imundo. Você poderia me rolar pelo palco. Mas agora eu estou saudável. E também, às vezes eu recebo umas ameaças de morte ocasionais. Nenhuma dessas coisas acontecia antes, e eu estou começando a me acostumar com isso. É estranho ser odiado por alguém que você nunca conheceu, por razões que não fazem nenhum sentido".

Classic Rock: Com sua tão nova fama, você é muito acessível pelo seu site?

Bumblefoot: "Por que eu não seria? Porra, eu sou só um ser humano. Não tenho nada melhor ou pior do que as outras pessoas. Eu gosto de clarear a vida de algumas pessoas às vezes, mandando a eles alguma mensagem".

Classic Rock: Você parece uma pessoa muito pé-no-chão. Então como a entrada na bolha protegida do GN’R - aonde basicamente qualquer coisa pode acontecer - te afetou?

Bumblefoot: "Se acontece qualquer coisa, é que eu me torno uma dor na bunda deles - não o contrário. Eu estou acostumado a ser um artista solo. Eu tenho a tendência de ser bastante aberto em relação às coisas, digo coisas que não deveria dizer, e vou a lugares que não deveria ir. Agora, é claro, eu estou trabalhando com pessoas que não querem que seus trabalhos sejam comentados. Eu tento ser respeitoso em relação a isso, mas também converso com outras pessoas como uma pessoa real".

Classic Rock: Você já viu coisas que você nunca achou que veria, "Meu deus, eu não acredito que algo assim aconteceria?"

Bumblefoot: "Eu estive na estrada por 10 anos antes de entrar para o Guns, espalhando minha arte por aí, carregando meu equipamento em Vans por cada semana. Eu honestamente posso dizer que vi mais coisas estranhas nesses tempo do que eu vejo com o Guns. É uma banda muito bem administrada. Se as pessoas não acreditam nisso, é porque elas querem ser entretidas por mentiras sujas... Mas é verdade".

Classic Rock: Você vê algumas coisas que dizem sobre ele [Axl] e pensa, "Quanta merda!"?

Bumblefoot: "O tempo todo. Isso me faz rir. Mas as pessoas não querem a verdade. Elas querem ser entretidas. Elas inventam coisas, ou elas as embelezam. Qualquer coisa para alimentar o fogo."

Classic Rock: O quanto você contribuiu para o álbum “Chinese Democracy”?

Bumblefoot: "Eu não quero falar muito, por medo de estragar o presente que está embaixo da árvore de natal. Eu toquei guitarra em todas as músicas e fiz vários solos e adicionei partes de futuras músicas. Ao retornar das turnês de 2006/2007, no tempo livre, nós iamos para um estúdio em New York ou LA, e passávamos 10 horas por dia fazendo as partes de guitarra das músicas. Espero que o que eu fiz adicione algo que valha a pena, que ajude a música".

Classic Rock: Duas das últimas músicas que foram divulgadas - "If The World" e outra conhecida simplesmente como "Nova Música" - parecem inexplicavelmente como algo meio funkeado?

Bumblefoot: "Aquelas eram demos e não versões finais das músicas, eu estou feliz por dizer. Por isso, eu digo, eu quero que as pessoas fiquem surpresas e entusiasmadas quando ouvirem o álbum - diferentemente de algumas coisas que eles ouviram na internet. Eu não culpo os fãs por quererem ouvir aquilo - eles querem música, e eles querem isso agora. O problema é que o cara que deixou as músicas vazarem está atrapalhando o lançamento da maneira correta como deveria ser feito."

Classic Rock: As gravações já terminaram?

Bumblefoot: "(Após uma pausa) A palavra oficial é que ele [o álbum] está 'em negociação'. As coisas estão indo bem, e eu não farei comentários que podem ser usados - e serão - usados contra mim na internet".

Classic Rock: Até você já desistiu de perguntar quando ele será lançado?

Bumblefoot: "Eu ouço essa questão até enquanto eu durmo, o tempo inteiro, é perguntado por milhares de vozes. Como eu poderia te responder da maneira correta? O álbum será lançado quando todos os pedaços estiverem em seus lugares, quando for melhor para os fãs, para a banda... para todos. Eu tenho total fé que nossos novos empresários (Irving Azoff e Andy Gould) farão todos esses pedaçoes se encaixarem".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1711 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2623 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Lemmy no GrammyLemmy no Grammy
Um tributo digno com Alice Cooper, Johnny Depp e Duff McKagan

MegadethMegadeth
Mustaine convidou Slash para se juntar à banda

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"

Pink FloydPink Floyd
Dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Phil AnselmoPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

Iron MaidenIron Maiden
Versões mais pesadas para clássicos do Rock

5000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio5000 acessosThrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável5000 acessosVocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock5000 acessosFoo Fighters: Hawkins detestou ser filmado em Sonic Highways5000 acessosSlash: cirurgia cardíaca antes do show com Michael Jackson4886 acessosMetal e Literatura: 10 livros e sua trilha sonora

Sobre Ana Paes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Ana Paes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online