Against Tolerance: Metalcore com pitadas de Progressivo

Resenha - Redefined - Against Tolerance

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Depois de lançar no mercado o "debut" Undefined, a banda Against Tolerance agora definiu seu som pesado, tanto musical quanto virtualmente, já que conta com uma produção grandiosa, de deixar qualquer fã babando.
5000 acessosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo5000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas

Por que que eu escrevi isso? Pois é, a banda, que antes era um quinteto, conta agora com Vitor Horvath (vocal/guitarra), Biel Astolfi (vocal/bateria) e Hugo Bispo (baixo/vocal). Mesmo com essa mudança de formação, nada mudou no conceito dos caras, que agora apostam num Metalcore, com pitadas de Progressivo.

Quando eu disse sobre a grande produção de Redefined, enfatizei sobre o grande trabalho de Adair Daufembach (que ganhou fama ao produzir Project46, Trayce, Command6, Holiness, Hangar, Symbolica), que deixou o som cristalino e potente para bater cabeça com vontade.

Outro destaque é que o EP, que contém quatro faixas, é conceitual, com uma história de um jovem indignado com os rumos da sua vida e resolve botar pra fora todos os conceitos de uma vida melhor. E um detalhe, ela também é contada em uma história em quadrinhos, que pode ser baixada através pelo site da banda (http://www.againsttolerance.com/).

Todas as faixas merecem destaque, sem falar que o trio está mais entrosado e tocando muito. Além dos instrumentos estar na cara, os vocais de todos os componentes também se encaixaram nas músicas.

Enfim, um grande passo para a definição de Against Tolerance.

Formação:

Vitor Horvath - vocal/guitarra
Biel Astolfi - vocal/bateria
Hugo Bispo - baixo/vocal

Tracklist:

1-Chapter one-No more
2-Chapter two-All to nothing
3-Chapter three-With our own hands
4-Chapter four-Stand as one

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Redefined - Against Tolerance

287 acessosAgainst Tolerance: Deathcore ainda com nuances de Progressivo536 acessosAgainst Tolerance: nova face ainda mais pesada e interessante

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Against Tolerance"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Against Tolerance"

CretinCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

VocalistasVocalistas
Três grandes erros na história de três grandes bandas

HistóricasHistóricas
Fotos de encontros inusitados entre rockstars

5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosU2: banda manda caixa de cerveja Guinness pro alcoólatra Slash5000 acessosGuns N' Roses: leia a carta em que Axl rejeita nomeação ao Rock Hall5000 acessosAlice In Chains: 10 coisas que você (com certeza) não sabia sobre Layne Staley

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online