Attractha: Heavy que balança entre Hard, Melódico e Thrash

Resenha - Engraved - Attractha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  


Vez ou outra, recebo materiais realmente impressionantes para serem avaliados. Dificilmente chega coisa ruim, mas entre os casos surpreendentes que me recordo mais facilmente, estão o Lancelot Lynx e o Gametas, entre outros que podem ser conferidos em nossa seção de bandas independentes.

Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy Metal

Iron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda

Posso dizer que o AttracthA, com proposta diferente, se enquadra entre essas bandas que me deixaram eufórico logo de imediato. O grupo foi formado em 2007 pelo baterista Humberto Zambrin, que havia retornado recentemente ao meio musical. Idas e vindas na formação fizeram que a mesma se desfizesse, voltando apenas em 2012 com Zambrin, Marcos de Canha (vocal), Ricardo Oliveira (guitarra) e Guilherme Momesso (baixo).

Durante esse hiato, mais exatamente entre 2008 e 2012, Ricardo Oliveira continuou compondo. O resultado dessa "pausa criativa" foram aproveitadas no primeiro registro da banda de São Paulo, o EP Engraved, lançado em 2013.

Engraved impressiona por dois principais aspectos, raros em bandas atuais. O primeiro é a maturidade do material apresentado. A banda sabe o caminho pelo qual deseja seguir, demonstrando isso nas quatro faixas de forma linear. O segundo é o misto de influências que gera um som único e certa originalidade. No caso do AttracthA, o som Heavy Metal balança entre elementos de sons mais pesados, como do Thrash, no instrumental; enquanto que a voz traz aspectos melódicos, comuns no Power Metal, Hard Rock e discípulos de Bruce Dickinson.

Além disso, há de se elogiar a lúcida produção de Engraved e a performance dos quatro músicos. Os envolvidos mandam muito bem do começo ao fim, indo direto ao ponto sem os costumeiros malabarismos e sem procurar destaques individuais. Só senti falta do uso de vocais graves por parte de Marcos de Canha – mas é algo que a experiência, com outros trabalhos, pode ensinar.

Caso continue seguindo este caminho, imagino que o AttracthA terá repercussão internacional. Trabalho diferenciado e bem feito. Merece toda a atenção do leitor da Van.

Site oficial:
http://www.attractha.com/.

Marcos de Canha (vocal)
Ricardo Oliveira (guitarra)
Leonardo Martinz (baixo – apenas gravou)
Humberto Zambrin (bateria)

Músico adicional:
Zeca Leme (voz adicional)

01. Darkness
02. The Choice
03. Blessing Life
04. Beginning


Outras resenhas de Engraved - Attractha

Resenha - Engraved - AttracthA

Resenha - Engraved - AttracthA

Resenha - Engraved - Attractha

Resenha - Engraved - Attractha

Resenha - Engraved - Attractha

Resenha - Engraved - Attractha

Attractha: Hard Rock clássico bom, pesado e seco




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal

Iron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da bandaIron Maiden
Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin