Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione


Stamp

Insepsy: 12 pedradas do melhor do Goregrind

Resenha - Dnirgerog Pathologic Holocaust - Insepsy

Por Vitor Franceschini
Em 17/01/13

publicidade

Nota: 8

Sabe quando uma demo tem cara de um trampo profissional? Pois é, é isso mesmo que tenho em mãos. A embalagem de papelão envernizado, com informações necessárias e uma arte gráfica muito bem elaborada também dão o tom de profissionalismo, fazendo com que "Dnirgerog Pathologic Holocaust" pareça ainda menos com um trabalho demo.

Isso sem contar os 24 minutos divididos em 12 pedradas do melhor do Goregrind, pois é exatamente isso que o grupo cearense pratica. As características do som não se baseiam somente no gênero citado, já que há também nuances com o Death Metal e uma pitada de Noise.

Mesmo assim a sonoridade encontrada em faixas como Zero Hemoglobin, Zumbier Novice, Herbert West Our True God e na faixa título são típicas enfermidades sonoras. Com boa variação de ritmo, com direito a momentos de muito peso e cadência, as composições englobam aquilo de mais pútrido que podemos encontrar no underground.

Trechos de filmes gore, riffs soberbos e bem elaborados, cozinha pesada, além de vocais ultra guturais (com direito a borbulhantes urros) dão o tom das peripécias aqui contidas. Tudo isso com uma boa produção sonora, o que só enriquece o trabalho. Se você é fã de um som doentio e bem feito não perca tempo, pois a banda já laçou até um split depois disso.

http://www.facebook.com/insepsy.goregrind
http://www.myspace.com/insepsology


Outras resenhas de Dnirgerog Pathologic Holocaust - Insepsy

Resenha - Dnirgerog Pathologic Holocaust - Insepsy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.