Matérias Mais Lidas

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

Malas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citaçõesMalas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citações

A opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano BrownA opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano Brown

John Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com YokoJohn Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com Yoko

Vocalista do Saxon acha um pouco maluco Judas Priest tocar como um quartetoVocalista do Saxon acha "um pouco maluco" Judas Priest tocar como um quarteto

A opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o MetallicaA opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o Metallica

Capital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do ViperCapital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do Viper

Raul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositorRaul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositor

O sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitidoO sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitido

Homem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeoHomem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeo

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock

Capital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso NatashaCapital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso "Natasha"

COVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro TullCOVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro Tull

Por que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos TrilhaPor que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos Trilha


Stamp

Borknagar: Multifacetado, mas de forma mais simples

Resenha - Urd - Borknagar

Por Ben Ami Scopinho
Em 14/06/12

Nota: 9

Sem seguir tendências, sem se envolver em polêmicas desgastantes, mas com muito foco em sua Música, algumas bandas vão, discretamente, inserindo seu nome na história do Heavy Metal. Neste seleto grupo temos o norueguês Borknagar, na ativa desde 1995 e agora lançando "Urd", o nono álbum de uma discografia coerente e com vários registros que, mesmo minimizando sua faceta Black Metal, continuam sendo referência na música extrema escandinava.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se com "Universal" (10) o Borknagar priorizou a complexidade das composições ao viajar pelos delirantes anos 1970, este novo disco segue um rumo não tão rebuscado. Incongruências à parte, "Urd" permanece multifacetado, mas soa de forma sensivelmente mais simples ao continuar interligando componentes do Black Metal com arranjos acústicos, conseguindo ser sombrio, suave, sutilmente sinfônico e psicodélico ao longo de seus mais de 50 minutos de audição.

Se o leitor analisar atentamente a arte que ilustra a capa de "Urd", poderá ter uma noção de como os detalhes são importantes para o Borknagar. E esta característica, naturalmente, se estende às canções, com "Epochalypse", a instrumental "The Plains Of Memories" e, principalmente, no magnífico desdobrar de "The Earthling", explicitando o que é o camaleônico Borknagar enquanto banda de Heavy Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro ponto que caracteriza "Urd" é a presença de três homens atrás do microfone. Ao lado do talentoso Vintersorg, temos o tecladista Lars A. Nedlande e ninguém menos do que o baixista ICS Vortex (Dimmu Borgir), que recentemente voltou ao grupo com sua famosa e bonita voz límpida. E a forma como todas as vocalizações são mescladas ou intercaladas em "The Beauty Of Dead Cities", "Frostrite" e "The Winter Eclipse" mostram o alto nível neste campo.

Esqueça os rótulos, o Borknagar é uma banda íntegra e que permanece na vanguarda do Heavy Metal. Se o leitor está entre os que consideram "Empiricism" (01) como um dos melhores momentos da banda, fica a certeza de que "Urd" possui potencial para ir muito além... Lançamento Shinigami Records e indispensável aos amantes do Black Metal, Progressivo e Folk, além de ser um forte concorrente para figurar entre os melhores álbuns de 2012!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Contato:
http://www.borknagar.com/
http://www.myspace.com/borknagar

Formação:
Vintersorg - vozes agressivas e limpas
Øystein G. Brun - guitarra
Lars A. Nedland - teclados e vozes limpas
ICS Vortex - baixo e vozes limpas
Jens F. Ryland - guitarra
David Kinkade - bateria

Borknagar – Ur
(2012 - Century Media Records / Shinigami Records – nacional)

01. Epochalypse
02. Roots
03. The Beauty Of Dead Cities
04. The Earthling
05. The Plains Of Memories
06. Mount Regency
07. Frostrite
08. The Winter Eclipse
09. In A Deeper World

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Urd - Borknagar

Borknagar: Urd é o melhor trabalho dos noruegueses?

Borknagar: Muito além em proposta de difícil classificação

Borknagar: Banda única que surpreende a cada registro

Borkagar: Mais uma vez nos surpreendendo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Borknagar: primeiro álbum celebra 25 anos e ganha versão repleta de bônus

Funeral: retorno dos pioneiros do funeral doom em single com vocalista do Borknagar

The Troops of Doom: lançando novo EP, "The Absence of Light"


Metal norueguês: as dez melhores bandas segundo o About.comMetal norueguês: as dez melhores bandas segundo o About.com

Pseudônimos no Black Metal: De entidades pagãs a O Senhor dos AnéisPseudônimos no Black Metal: De entidades pagãs a O Senhor dos Anéis

Noruega: 15 grandes bandas formadas no país do black metalNoruega: 15 grandes bandas formadas no país do black metal


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.