Gotthard: Uma bela homenagem ao falecido Steve Lee

Resenha - Homegrown; Alive In Lugano - Gotthard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


O que era para ser uma bela viagem de motociclistas pelas estradas dos EUA terminou em tragédia... No dia 06 de outubro de 2010, os amantes do Hard Rock foram pegos de surpresa com a notícia da morte de Steve Lee, vocalista que tanto contribuiu para o sucesso comercial do Gotthard. Realmente uma grande perda, mas, como é natural nestas ocasiões, chegou ao mercado "Homegrown - Alive In Lugano", um disco ao vivo com uma das últimas atuações dos suíços antes do acidente que mudou o curso da história da banda.

Lançado no Brasil pela Laser Company, o áudio de "Homegrown - Alive In Lugano" foi captado em 17 de julho de 2010, em Lugano, cidade onde o Gotthard nasceu em 1992. Em função de, na época do show, a banda estar divulgando o álbum "Need To Believe" (09), praticamente um terço do repertório é preenchido com canções deste álbum, devidamente intercaladas com vários antigos sucessos ao longo dos mais de 70 minutos de audição.

publicidade

Esbanjando descontração e positividade, o disco tem tudo o que é necessário para fazer de um show de Hard Rock a verdadeira festa que deve ser. Tanto que, entre os momentos de grande impacto proporcionados por "Unspoken Words" ou o exotismo de "Shangri La", temos clássicos como "Lift U Up", "Sister Moon" (Whitesnake total!) e, para encerrar, outro de seus maiores hits: "Anytime Anywhere". Tudo é familiar, mas continua soando muito bem!

publicidade

E algo muito legal é que o show aconteceu em uma cidade da Suíça, mas que se localiza tão próximo da Itália que seu idioma é o próprio italiano. Então, praticamente toda a comunicação de Steve com o público ocorre em italiano, o que dá um tom mais intimista aos nossos ouvidos latinos – é impagável o vocalista instigando o público feminino simulando a afetação de uma garota durante "Hush" (Deep Purple) e com excelente resposta da empolgada plateia.

publicidade

Além de "Homegrown - Alive In Lugano" oferecer "The Train", uma faixa de estúdio acústica e inédita, temos o DVD "Millennium Show Lugano - Dezembro 1999", que pode ser dividido em uma apresentação com quatro faixas, além de uma entrevista legendada em português (parabéns, Laser Company!), com detalhes do show, músicas, a amizade entre os músicos, sua fissura pelas motos Harley Davidson e, é claro, sobre a simpática cidade natal do pessoal. Em suma, uma bela homenagem ao falecido Steve Lee em cerca de 30 minutos de muita informação relevante.

publicidade

"Homegrown - Alive In Lugano" encerra o fim de uma era para o Gotthard, cujos nove álbuns de estúdio o posicionou entre os maiores nomes do Hard Rock da Europa. Atualmente a banda conta com a voz de Nic Maeder, um suíço de 40 anos que estreará no disco "Firebirth", cujo lançamento está previsto para 1º de junho, via Nuclear Blast, e que já tem tudo para ser um sucesso de vendas.

publicidade

Contato:
http://www.gotthard.com
http://www.myspace.com/gotthard

Formação:
Steve Lee - voz
Leo Leoni - guitarra
Freddy Scherrr - guitarra
Marc Lynn - baixo
Hena Habegger - bateria

Gotthard – Homegrown - Alive In Lugano
(2011 - Nuclear Blast Records / Laser Company Records – nacional)

publicidade

01. Intro
02. Unspoken Words
03. Gone Too Far
04. Top Of The World
05. Need To Believe
06. Hush
07. Unconditional Faith
08. Acoustic Medley 2010
09. Shangri La
10. I Don’t Mind
11. Heaven
12. The Oscar Goes To…
13. Lift U Up
14. Leo vs. Steve (guitar /vocal solo)
15. Sister Moon
16. Anytime Anywhere
17. The Train (Studio Track)

DVD Millennium Show Lugano - Dezembro 1999

01. Let It Rain
02. Acoustic Medley 1999
03. One Life, One Soul
04. Hey Jimi
05. EPK / entrevistas

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Adeus: veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta décadaAdeus
Veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta década

Rock And Roll Hall Of Fame: 10 bandas elegíveis para 2018Rock And Roll Hall Of Fame
10 bandas elegíveis para 2018


Fotos de Infância: Amy Lee, do Evanescence, muito antes da famaFotos de Infância
Amy Lee, do Evanescence, muito antes da fama

Metal: Mapa revela os países com mais bandas do estiloMetal
Mapa revela os países com mais bandas do estilo


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin